cabecalho informe

CAPAL: Famílias pioneiras e presidentes são homenageados

1capal 19 10 2020Nos dias 6 e 15 de outubro, a presidência da Capal homenageou os imigrantes que deram início à cooperativa e os presidentes que fizeram parte desta trajetória. Apesar da restrição imposta pela Covid-19, que exigiu a realização de uma cerimônia reservada a um pequeno grupo, o momento foi significativo para celebrar e registrar a memória da Capal.

O Semeador - A escultura entregue aos homenageados, chamada O Semeador, representa o trabalho realizado por eles nos 60 anos de história. Além das atividades agrícolas e pecuárias, a construção da cooperativa também foi marcada pelo cultivo de valores e princípios.

Cooperativismo - Os primeiros imigrantes vindos da Holanda para a colônia de Arapoti foram pioneiros ao lançar aqui as sementes do cooperativismo, junto à fé e à valorização do conhecimento. Richard Kok, bisneto de Hendrik de Jonge e neto de Jan Kok – ambos sócios-fundadores da Capal – afirmou sentir orgulho e gratidão pelo legado a primeira geração deixou para os mais jovens. O senhor Gerrit Verburg, representando o pai Willem Verburg, recordou que certa vez ouviu dizer que a colônia de Arapoti estava falida e não tinha futuro. Quando contou isso ao pai, teve como resposta: “não, nós vamos resistir até o último”.

Tenacidade e determinação - Assim, a história da Capal é marcada pela tenacidade e determinação dos produtores, como ainda hoje se percebe nos mais de três mil associados.

Situações difíceis e decisões - Nas duas cerimônias, o presidente do Conselho de Administração, Erik Bosch, recordou as situações difíceis e as decisões que mudaram o rumo e trouxeram prosperidade à cooperativa. O presidente executivo da Capal, Adilson Fuga, agradeceu a todos pelo trabalho realizado. (Imprensa Capal

2capal 19 10 2020

 

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias