cabecalho informe

BOM JESUS: Cooperado da Lapa transforma plataforma de milho

Nos atuais tempos, umas das grandes palavras que fazem parte da sociedade e causa dúvidas é inovação. Diferentemente de pensar que isso é ligado somente à tecnologia digital, essa palavra pode ser usada em qualquer momento de nossas vidas, seja com a família, trabalho, passeio, processos diferenciados etc. O processo de inovação pode ser feito de diferentes formas, seja uma ideia diferenciada sobre determinado problema ou processo, ou por ferramentas simples, porém eficazes que auxiliem no dia a dia.

Prática - Se analisarmos tudo que temos no nosso dia à disposição, muito provavelmente foi criado por um momento de inovação. Colocando em prática essa palavra, podemos passar por diferentes processos de inovação na agricultura, como por exemplo, a criação de uma simples pá ou enxada, ou algo maior como tratores, colheitadeiras, auto propelidos etc. Se analisarmos o que ainda está por vir, mas que já é realidade em alguns lugares, é a automação de tratores, drones com aplicação localizada de defensivos etc. Provavelmente tudo isso passou por um processo criativo de inovação.

Cooperado - O interessante dessa palavra é que ela está em detalhes e tem cooperado da Bom Jesus que soube usar isso a seu favor. O cooperado Eliseu Bach, da Lapa (PR), transformou na sua propriedade uma plataforma de milho de 4 linhas em uma de 7 linhas, com um diferencial de espaçamento entrelinhas que era de 45 cm agora passou a 50 cm. A necessidade de comprar uma plataforma surgiu pois, com o passar do tempo, o desgaste de peças começa a se evidenciar, com isso, por que não adaptar da maneira mais personalizada? Desta forma, o Sr. Eliseu e seu filho, Angelo, resolveram adaptar uma plataforma de 4 linhas e transformar em uma de 7 linhas com baixo investimento e conhecimento de sobra na parte mecânica. Para isso, usaram a estrutura da atual plataforma que tinham e compraram uma usada para aproveitar as peças. O trabalho foi feito aos poucos, sem pressa, e com o tempo o projeto foi criando forma. Somente na parte de acabamento, no caso a funilaria, que foi feita terceirizada. Em sua primeira safra a plataforma se mostrou bem eficiente e não tiveram problemas para a colheita, ou seja, eficiência e eficácia na resolução do problema. Melhor ainda, com um baixo custo, em torno de R$ 7 mil no total.

História importante- Mas quando se trata de inovação, o Sr. Eliseu tem uma história muito importante com a cooperativa. Sócio da Bom Jesus desde 1979, Eliseu mostrou para toda região um dos métodos mais utilizados hoje de agricultura, o Sistema de Plantio Direto (SPD). No passado, em meados de 1987, por conta própria adaptou uma plantadeira convencional para o SPD. Em 1994 a tecnologia foi difundida aos produtores locais com um dia de campo, em parceria com a Emater, aos que ainda não tinham se adaptado a esta nova proposta e, segundo matérias feitas no Jornal Informativo Bom Jesus da época, alguns chegavam a chamar de “louco“ pela técnica, mas o passar do tempo mostra o quanto a tecnologia era eficaz para a propriedade de todos, sendo barata e melhorando o solo com o passar dos anos. O Sr. Eliseu se tornou referência no assunto sendo sua propriedade local de visitação para apresentar o SPD e seus benefícios ao solo para outros produtores da região e representar a região em evento sobre este assunto em Foz do Iguaçu para tratar sobre o novo método de plantio. Técnicos da época demonstravam na prática o quando a solução era viável para região com o simples ato de achar minhoca nos terrenos, na qual mostra o quanto o solo é fértil. Sr. Eliseu guarda a lembrança desses eventos dos antigos jornais da Cooperativa Bom Jesus, na época acompanhada por Helio Skiba, ex-assessor de Comunicação da Bom Jesus e hoje Gerente da Regional Lapa da Emater. Este passo de mudar e colocar em prática a inovação mostra o quando isso faz parte da vida do produtor.

Outras ações - Não parou por aí, na propriedade tem outras ações de criatividade, como exemplo, aproveitar a água da chuva do telhado do barracão para cisternas e com isso ter água para oferecer ao gado (em época de clima seco se mostra uma vantagem), esteira adaptada a sua carreta, aquecimento de água em sistema de canos abaixo do telhado, enfim, diversas técnicas e modos de pensar diferente que o tornam uma referência também em inovação.

Agricultura - A agricultura apresenta hoje para a sociedade a importância que tem, sendo um setor forte e que é uma coluna de sustentação da economia do país. O lado inovador da agricultura também merece seu destaque e temos em várias propriedades espalhadas na região diversos métodos ou processos que auxiliam o produtor em diversas ações no dia a dia. A cooperativa também está junto dos produtores com técnicas adaptadas a região e pensando no desenvolvimento da agricultura regional, colocando tecnologias em prol de maiores produtividades e rentabilidade. Essa parceria produtor e cooperativa é, sem dúvidas, uma grande inovação para a região. (Imprensa Bom Jesus)

FOTOS: Felipe Andrade / Cooperativa Bom Jesus; acervo Eliseu Bach e Angelo Bach

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias