Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias DIA C: Não deixe um conflito, virar confronto, diz professor Cury

 

 

cabecalho informe

DIA C: Não deixe um conflito, virar confronto, diz professor Cury

“Cooperativismo, a moeda do terceiro milênio” foi o tema da palestra de José da Paz Cury na live desta quinta-feira (09/07) da Semana da Cooperação, que o Sistema Ocepar está promovendo para celebrar o Dia de Cooperar - Dia C. Paz Cury, como também é conhecido, é formado em Administração de Empresas, palestrante e consultor nas áreas de Desenvolvimento Humano, Cooperativismo, Associativismo, Sindicalismo e Remuneração. Há mais de 40 anos tem se dedicado a cuidar dos talentos humanos nas empresas e já atuou em mais de 800 organizações de todo o país, contemplando 150 mil pessoas ao longo desse período. Confira alguns trechos de sua fala na palestra:

O instigador - “Eu não vou ser palestrante não. Vou ser instigador. Vou cutucar vocês, para cada um refletir sobre tudo isso que está acontecendo hoje e como, através da cultura da cooperação, a gente pode chegar lá. Fazer de uma maneira diferente, respeitosa, contextualizada, para o bem-estar de todos e a sobrevivência da humanidade.”

Conflito - “Temos que ter serenidade para lidar com os conflitos. Para não deixar virar confronto. Conflito é o contraditório, quando você tem um valor, uma crença, ideias diferentes. Não precisa deixar que isso vire uma guerra. O contraditório é fundamental na nossa vida. Por exemplo: sou casado há 46 anos. Minha esposa foi professora de cálculo estrutural na Universidade de Minas Gerais, e eu sou da área de humanas. Imagine minha mulher com certeza e eu com possibilidades? Se a gente não sentar para administrar esse contraditório, esse conflito, não estaríamos casados até hoje. Assim é na cooperativa. Quando a gente vai congregando inúmeras pessoas, cada uma com sua maneira diferente de decodificar o mundo. Como é que fica? Temos que conversar.”

Discordâncias - “Conflito é inerente ao relacionamento interpessoal, quer dizer: discordâncias resultantes de diversos fatores; sejam de ideias, sentimentos, crenças e/ou valores entre duas ou mais pessoas. Na sua casa, às vezes você pensa diferente do seu esposo, esposa, filhos, pais, avós, noras, genros, vizinhos. Cada um tem sua maneira de enxergar o mundo. Esta pandemia veio nos puxar a orelha, dizer para olharmos para o outro. O conflito é desejável, pois ele está presente na vida de todos devido as diferenças de pensamento das pessoas. É essencial para o crescimento e desenvolvimento das pessoas e das organizações. Mas infelizmente não é visto desta maneira. E às vezes precisamos de alguém para gerenciar essa situação, para não deixar virar confronto.” 

Confronto - “O confronto traz o conceito de que alguém terá que vencer o outro. Tema ideia de eliminar, enfrentar, sobrepor suas ideias e interesses. Haverá perdedores e ganhadores. A simples convivência gera conflitos, porém, o limite do conflito é dado pela Lei, pelos princípios éticos e pelo respeito ao outro. Então é fundamental, que a gente se disponha a conversar, a cooperar, a falar com o outro, porque uma vez que o confronto esteja instalado, ele gera situações de pouca produtividade. No cooperativismo, a gente precisa muito, colocar essas ideias de forma adequada.”

Está no rádio - A mensagem do professor José Paz Cury da Semana da Cooperação está na Rádio Paraná Cooperativo. Ouça aqui

Está no Youtube - Quer assistir a palestra inteira? Acesse a TV Paraná Cooperativo (www.youtube.com/sistemaocepar). Nesta sexta-feira, dia 10/07, acontece a última live da Semana da Cooperação, sob o comando do Mestre Sem Cerimônia, o Palhaço Alípio!

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias