REUNIÃO INSTITUCIONAL: Ocepar e Coasul debatem estratégias para o futuro e avaliam indicadores econômicos

 

Na manhã desta segunda-feira (22/06), foi realizada a reunião institucional entre o Sistema Ocepar e a Coasul Cooperativa Agroindustrial. O objetivo do encontro, o 26º no formato virtual, foi expor e discutir a situação econômico-financeira da cooperativa, por meio de indicadores e comparativos com outras cooperativas paranaenses do mesmo ramo e região, visando assegurar a qualidade da gestão, credibilidade perante terceiros, transparência perante o quadro social e, principalmente, a solidificação do sistema cooperativista. Também foram discutidos na reunião temas como a estratégia do cooperativismo para superar os impactos econômicos da pandemia, os treinamentos e projetos do Sescoop/PR e o Plano Safra 2020/2021, lançado no dia 17 de junho pelo governo federal, destinando R$ 236,3 bilhões em recursos para o setor agropecuário brasileiro.

 

A cooperativa - Fundada em 1969, no município de São João, sudoeste do Paraná, a Coasul tem cerca de 10.500 cooperados e atua com o foco no segmento avícola e agrícola. O presidente e o vice-presidente da Coasul, respectivamente, Paulino Capelin Fachin e Jacir Scalvi, junto a outros gestores e cooperados da cooperativa, participaram da reunião institucional. Pelo Sistema Ocepar, acompanharam o encontro o presidente José Roberto Ricken, os superintendentes Leonardo Boesche (Sescoop/PR) e Robson Mafioletti (Ocepar), a gerente do Sescoop/PR, Maria Emilia Pereira Lima, o gerente da Gerência Técnica da Ocepar, Flavio Turra, o gerente da Fecoopar (Federação das Cooperativas do Paraná), Anderson Lechechen, além de coordenadores e analistas da entidade.

Planejamento - O presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, ressaltou a importância da Coasul como uma cooperativa referencial na região sudoeste, que se consolidou por meio da agroindustrialização, gerando maior valor agregado à produção dos associados. O dirigente também relatou pontos que serão considerados na revisão das diretrizes do planejamento do cooperativismo do Paraná. “O nosso propósito é contribuir e, nesse momento, temos que estar sintonizados com as cooperativas e a OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras), dialogando com o governo e demais entidades representativas. Nesse segundo semestre vamos atuar para rever nosso planejamento estratégico, discutindo com os cooperativistas temas como representação, intercooperação, infraestrutura, comunicação, mercados, inovação e gestão e governança”, afirmou.

Gestão - O presidente da Coasul, Paulino Capelin Fachin, disse que a cooperativa está alinhada às prioridades do planejamento do cooperativismo, elencadas pela Ocepar, e ressaltou as principais preocupações. “A atual situação causada pela pandemia, tornou ainda mais evidente a necessidade de investir de forma constante na profissionalização da gestão das cooperativas. Na Coasul, procuramos manter treinamentos contínuos, valorizando os profissionais da casa e buscando preparar os gestores que assumirão a cooperativa no futuro”, finalizou. 

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn