cabecalho informe

COAMO: Campeã do setor agropecuário, cooperativa recebe pela 9ª vez o prêmio Valor 1.000

Entre as 25 empresas campeãs do Valor 1000, edição 2019, que receberam a premiação do jornal Valor Econômico, na noite desta terça-feira (20/08), em São Paulo, a Coamo Agroindustrial Cooperativa se destaca por completar nove conquistas em 19 edições do evento, que reconhece as maiores e melhores companhias do país em 25 setores. Ao lado da Coamo, com nove premiações, está a Petrobrás, a frente das empresas Ambev e Baterias Moura com oito, e atrás somente da Sabesp, companhia de Abastecimento de água e esgoto de São Paulo, com dez conquistas. Os números do ranking do Valor 1.000 são resultados de análise em vários critérios como receita líquida, margem obtida, crescimento sustentável, rentabilidade patrimonial, margem da atividade, liquidez corrente, giro do ativo.

Reconhecimento - “É um grande orgulho em nome dos nossos cooperados e funcionários receber esta premiação do Valor 1.000. O que a gente faz é trabalhar para cooperados, fornecedores, clientes e parceiros, com apoio dos funcionários. Ser agraciado com esta premiação em, evento importante e tradicional na economia brasileira mostra que estamos na direção certa. É um reconhecimento a nível nacional que consolida a Coamo como a maior e melhor empresa no setor Agropecuária do Brasil”, comemora o engenheiro agrônomo, idealizador e presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini, que recebeu o Valor 1.000 de Cristiano Romero, diretor-executivo do Valor e Tiago Afonso, diretor da Editora Globo, em evento prestigiado por dezenas de autoridades e lideranças empresariais, pelo presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia e pelo ministro da Fazenda, Paulo Guedes.

Anuário - “Expansão com profissionalismo” é o título da matéria especial no anuário do Valor 1000 que destaca a Coamo campeã setorial em 2019, afirmando que fora os bons preços e uma ótima safra de grãos, a Coamo tem razão de sobra para explicar seu excelente desempenho no último ano. “Nossa administração é bem estruturada, investimos muito em treinamentos e capacitação da mão de obra, e o mais importante, focamos na questão da honestidade de toda a equipe, um ponto que temos de dar prioridade para garantir credibilidade junto ao quadro social”, afirma na publicação o presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini. Segundo ele, “Outra grande preocupação que tivemos foi com a capitalização da cooperativa. Trabalhamos sem paternalismo, com profissionalismo, e tudo isso junto, aliado aos bons preços dos produtos e a uma boa safra, resultou num ano muito bom,” assegura Gallassini.

Números - Segundo o Anuário do Valor 1.000, em 2018, a Coamo recebeu um total de 7,2 milhões de produtos, correspondente a 3,5% de toda a produção de grãos e fibras e 17% da safra paranaense. No ano passado, a cooperativa atingiu o recorde de volumes exportados num total de 4,5 milhões de toneladas de produtos. (Imprensa Coamo)

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias