cabecalho informe

COCAMAR: Mais confiantes, produtores semeiam a safra

As chuvas recentes serviram, enfim, de gatilho para a semeadura da safra de verão 2020/21 nas regiões atendidas pela Cocamar – norte e noroeste do Paraná, oeste de São Paulo e sul do Mato Grosso do Sul.

Variação - Na terça-feira (20/10), 15% da área total estavam concluídos. Como as chuvas variaram bastante de intensidade de um lugar para outro, a operação não segue um padrão. Até domingo (25/10), a expectativa do Departamento Técnico é que 30% a 40% estejam semeados.

Máquinas novas - O período é sempre de intensa movimentação. Neste ano, muitos produtores estão realizando a semeadura com o parque de maquinários e equipamentos renovado. Diante dos bons resultados com as colheitas e as oportunidades oferecidas pelo mercado, investimentos foram canalizados para a incorporação de novas tecnologias. Os pátios das concessionárias estão vazios.

Plantadeiras - A família Damazio, em São Jorge do Ivaí, região de Maringá, adquiriu plantadeiras de última geração, adequadas ao avanço da agricultura de precisão que implementam em suas terras. São unidades modelo RowComander da John Deere que, por meio de sensores, fazem o desligamento automático ao trafegar sobre linhas já semeadas. Com isso, garantem economia de sementes e o aproveitamento de cada metro quadrado nos talhões. Se quiser, o proprietário pode acompanhar tudo por meio do aparelho celular.

Vale a pena- “Estamos tendo uma boa economia de sementes”, afirmou Leonardo Damazio, que foi visitado na terça-feira (20/10) pela equipe do Rally Cocamar da Produtividade. Cultivando 700 hectares em companhia do irmão Eduardo, Leonardo diz que para crescer é preciso estar atualizado em matéria de tecnologias. “Vale a pena investir, o retorno é garantido e geralmente vem até antes do que a gente imagina.”

Verticalizar - Os Damazio planejam suas atividades para verticalizar a produção, elevar os níveis de produtividade e racionalizar custos. “Comprar mais terra ficou impraticável, está muito caro, então o caminho é produzir mais com o que temos”, afirma Leonardo, que é engenheiro agrônomo e tem 31 anos.

Rápido - Na terça-feira, em São Jorge do Ivaí, 40% dos 27,5 mil hectares do município estavam semeados, segundo o gerente Bernélio José Orsini. A permanecer nesse ritmo, a semeadura deve ser finalizada rapidamente.

Sustentável - Em Ivatuba, também na região de Maringá, o percentual já semeado era de 30 a 35% na quarta-feira, quando da passagem do Rally. Desta vez o produtor Ângelo Celestino não investiu em novas máquinas, mas nos últimos anos ele estruturou-se com o que havia de melhor – tratores, plantadeiras, colheitadeira e pulverizador, todos John Deere. Bem cuidada, a frota está impecável. “Gosto de tudo bem arrumado”, diz Ângelo, de 85 anos, que há 21 deu os primeiros passos no cultivo sustentável nos 193,6 hectares da Fazenda Estrela, ao adotar um bem planejado programa de rotação de culturas. Com isso, entra ano, sai ano, o produtor se sobressai entre as maiores produtividades de sua região.

Consórcio - A sustentabilidade, aliás, é algo do qual Gladimir Perin Clemens, de 50 anos, do mesmo município, não abre mão. São 150 hectares onde ele faz no inverno o consórcio de milho e capim braquiária para proteger o solo e garantir um bom plantio direto. Tanto ele quanto Ângelo devem terminar a semeadura nos próximos dias.

Sucessão - As trajetórias desses três produtores apresentam um ponto em comum. Jovens ainda e bem preparados, Leonardo e Eduardo Damazio sucedem ao pai José na gestão da propriedade, enquanto Ângelo conta com a parceria do filho Sidnei e da filha Tânia na condução da propriedade. Já Gladimir está encaminhando o filho João Henrique, de 16, que diz gostar da atividade rural e pensa em cursar agronomia. “Eu comecei a trabalhar aos 16 anos e estou aqui até hoje, firme”, sorri o produtor.

Acompanhamento - O Rally foi acompanhado em São Jorge do Ivaí e Ivatuba do supervisor técnico em agricultura de precisão da concessionária Cocamar John Deere, Bruno Guidi, e do especialista em agricultura de precisão, André Aguilera.

Sobre o Rally Cocamar de Produtividade - Patrocinam a edição 2020/21 do Rally Cocamar de Produtividade: Basf, Fairfax Brasil Seguros Corporativos, Viridian Fertilizantes, Sicredi União PR/SP e Zacarias Chevrolet (principais), Texaco Lubrificantes, Estratégia Ambiental, Cocamar Máquinas, Cocamar Irrigação, Nutrição Cocamar e Zoetis (institucionais), com o apoio do Comitê Estratégico Soja Brasil (Cesb), Aprosoja-PR e cooperativa de serviços de agronomia Unicampo. (Imprensa Cocamar)

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias