Imprimir
cabecalho informe

Informe Paraná Cooperativo - edição nº 4772 | 02 de Março de 2020

SISTEMA OCEPAR: Entidade avança nas discussões sobre o planejamento estratégico 2020

A diretoria executiva esteve reunida com os funcionários das três entidades que integram o Sistema Ocepar (Ocepar, Sescoop/PR e Fecoopar), na manhã desta segunda-feira (02/03), em Curitiba, para dar prosseguimento aos debates sobre o planejamento estratégico de 2020. O coordenador de gestão estratégica, Alfredo Benedito Kugeratski Souza, lembrou que o trabalho iniciou em novembro de 2019, quando as equipes definiram os desafios e propósitos de cada área. No mês de dezembro, foi realizada a entrega de uma proposta inicial, contemplando 281 metas e 1.703 ações. “No começo deste ano, iniciamos o cumprimento das metas planejadas para 2020 e agora, no período de 2 a 16 de março, voltaremos a nos reunir com todas as equipes para fazer a revisão e alinhamento das atividades propostas, de acordo com as diretrizes da entidade, que deverão ser submetidas à aprovação das cooperativas na Assembleia Geral do Sistema Ocepar, no dia 2 de abril. A partir disso, passaremos para a execução e acompanhamento do plano de metas”, informou.

Atuação estratégica - Na abertura da reunião desta segunda-feira, o presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, destacou que a entidade continua primando pela relevância e essencialidade no direcionamento das ações em prol do cooperativismo paranaense, mas com um diferencial. “Queremos atuar de forma mais estratégica e não somente por demanda. Temos ainda como propósito aperfeiçoar a defesa institucional que realizamos junto ao poder público, sociedade e meios de comunicação”, destacou. De acordo com Ricken, serão buscados mecanismos para contribuir com o desenvolvimento das cooperativas do Paraná e articuladas políticas aderentes aos modelos de negócios adotados por elas. Outros objetivos para esse ano são: finalizar o PRC 100, planejamento estratégico do cooperativismo paranaense cuja meta financeira é atingir R$ 100 bilhões de faturamento e iniciar uma nova fase dessa ação; manter a mobilização a fim de melhorar a infraestrutura e viabilizar as tecnologias necessárias para aumentar a competividade do cooperativismo paranaense; proporcionar soluções e serviços personalizados para atender as necessidades das cooperativas; fornecer apoio para consolidar as cooperativas nos mercados local, nacional e internacional; contribuir para a modernização dos modelos de gestão e governança das cooperativas, colaborando para a perenidade delas; incentivar os projetos de intercooperação para promover o crescimento do cooperativismo do Paraná; estabelecer um ambiente favorável à inovação e à pesquisa no setor; criar condições para fortalecer as cooperativas paranaenses, por meio de planejamentos estratégicos estruturados; aprimorar o relacionamento e a comunicação com as cooperativas e demais partes interessadas, como a sociedade, e consolidar a profissionalização da gestão do Sistema Ocepar e da equipe interna. “Nossas cooperativas possuem mais de dois milhões de cooperados no Paraná. Eles são os beneficiários de todo o nosso trabalho. Nosso planejamento estratégico é arrojado e desafiador, mas eu sinto orgulho de estar à frente da entidade que atua em favor desse segmento”, finalizou o presidente.

Apresentações - Após a participação de Ricken, os superintendentes Robson Mafioletti, Leonardo Boesche e Nelson Costa, fizeram a apresentação das principais ações previstas para serem executadas em 2020 pela Ocepar, Sescoop/PR e Fecoopar, respectivamente.

Participação especial - A reunião de planejamento do Sistema Ocepar foi prestigiada pelo cooperativista Franke Dijkstra, de Carambeí (PR), ex-presidente da então Cooperativa Batavo, atual Frísia, e um dos pioneiros na implantação do plantio direto no Brasil. “Tenho viajado pelo mundo e no ano passado estive em um evento na Holanda, quando fui convidado para falar sobre como as cooperativas estão agindo. Percebo que em vários países, há cooperativas mais preocupadas com o mercado, mas o lado do produtor é muito importante. Nesse sentido, o trabalho realizado pela Ocepar é um exemplo para o mundo todo. As cooperativas e os cooperados necessitam de apoio para realizar suas atividades. Por isso, vocês estão de parabéns”, afirmou.

Cooperativismo no PR - O ano de 2019 encerrou com 216 cooperativas registradas no Sistema Ocepar, de sete ramos: agropecuário, consumo, crédito, infraestrutura, saúde, transporte e trabalho, produção de bens e serviços. Juntas, elas possuem 2,1 milhões de cooperados e mais de 107 mil colaboradores. No ano passado, alcançaram faturamento de R$ 87,2 bilhões, US$ 3,5 bilhões em exportações e recolheram R$ 2,6 bilhões em impostos. Atualmente, o setor responde por cerca de 60% do PIB agropecuário paranaense.

{vsig}2020/noticias/03/02/sistema_ocepar/{/vsig}

INTERCÂMBIO: OCB apresenta coops exportadoras em Bogotá

 

intercambio 02 03 2020Representantes da OCB se reuniram na semana passada com o embaixador do Brasil na Colômbia, Luís Balduino, em Bogotá. O objetivo foi apresentar o Catálogo Brasileiro de Cooperativas Exportadoras e discutir oportunidades de negócios e cooperação com o país vizinho.

 

Apresentação - A equipe da OCB esteve na Colômbia para participar da primeira reunião do Conselho de Administração da Aliança Cooperativa Internacional para as Américas e aproveitou para contatar a representação diplomática do Brasil para apresentar o trabalho desenvolvido pela Organização e, claro, o potencial de exportações das cooperativas brasileiras.

 

78ª reunião - Reunidos em Bogotá, os representantes do cooperativismo dos países americanos debateram o calendário de eventos e planejamento estratégico da entidade. O Conselho de Administração da ACI-Américas é formado por representantes de cada um dos 22 países americanos com organizações membro da Aliança. Os conselheiros são nomeados pelas organizações membro em cada país e chancelados pela Assembleia Geral da ACI-Américas.

 

Participação ativa - A OCB tem participado ativamente da ACI há 30 anos, desde sua filiação ao organismo internacional. Atualmente, o cooperativismo brasileiro é representado no Conselho pelo presidente da Uniodonto do Brasil, José Alves Neto. Nesta, que foi a primeira reunião de 2020, os conselheiros se debruçaram sobre o resultado financeiro da Aliança em 2019 e o orçamento previsto para neste ano.

 

Objetivos do Desenvolvimento Sustentável - Os membros do Conselho trataram ainda das atividades relacionadas à promoção dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável junto às cooperativas americanas. A ACI-Américas tem apoiado as atividades da ONU na promoção da Agenda 2030. (Informe OCB)

PRIMATO: Certificada pelo Programa Great Place to Work

 

primato 02 03 2020O melhor ambiente de trabalho é aquele construído por pessoas. Neste contexto, a empresa pode figurar com facilitador neste processo de construção. Diante de um mercado cada vez mais dinâmico, todas as empresas devem buscar diferenciais que assegurem a própria competitividade e que permita que organização desenvolva diferenciais. Um destes diferenciais é o capital humano e por isso, a gestão de pessoas ganhou importância estratégica no universo corporativo. O mercado de trabalho atual é bastante competitivo e ter os melhores profissionais requer das empresas uma postura mais humana em relação ao seu pessoal. Não basta dispor apenas de profissionais com grande capacitação técnica, é preciso trabalhar e valorizar as competências individuais da sua equipe, mas principalmente, criar um ambiente de trabalho que favoreça a harmonia e o desenvolvimento dos profissionais.

 

Pesquisa - Com este objetivo que a Primato Cooperativa Agroindustrial promoveu uma pesquisa da consultoria Great Place to Work (Ótimo Local para Trabalhar em português) no final de 2019. Com o resultado, a cooperativa foi certificada com o Selo GPTW e fez o lançamento oficial na sexta-feira (28/02).

 

Clima organizacional e satisfação - Segundo o gerente de gente e gestão da Primato, Edivan Junior Meneguetti, a intenção inicial era medir o clima organizacional e a satisfação dos colaboradores. “Quando aplicamos a pesquisa nossa intenção era ter um retrato sobre quanto nossos Primaltenses estavam satisfeitos em trabalhar nossa cooperativa e foi imensamente satisfatório o resultado, pois fomos certificados já na primeira vez que realizamos a pesquisa e obtivemos o Selo GPTW”.

 

Certificação - O Programa de Certificação GPTW é feito por meio de uma ferramenta on-line de pesquisa e diagnóstico do clima organizacional e a certificação permite a medição de forma prática a percepção dos funcionários em relação à empresa. A participação no programa garante a entrega do resultado da pesquisa para trabalhar ações internas e se os colaboradores  considerarem a organização um ótimo ambiente de trabalho e a empresa atingir nota 70 (ou mais) na pesquisa, a mesma terá seus esforços reconhecidos com a visibilidade de um selo digital de certificação.

 

Primato - Com isso, o uso do selo digital com QR Code estará em todas as peças de comunicação da cooperativa. “Estamos fazendo o lançamento oficial do selo para todos os colaboradores e repassamos todas as instruções que recebemos da consultoria GPTW sobre o uso devido do mesmo”, destacou Edivan que concluiu, “Nosso time entende que a cooperativa Primato é um ótimo lugar para trabalhar e com isso temos a possibilidade de valorizar nossos talentos, desenvolver ações internas ainda mais assertivas, atrair novos colaboradores e ratificar ao nosso propósito à cooperados e clientes”. 

 

Informações - Para mais informações acesse o site www.primato.com.br. (Imprensa Primato)

SICREDI: Instituição financeira cooperativa renova patrocínio à Copa do Brasil

 

sicredi 02 03 2020O Sicredi, instituição financeira pioneira do cooperativismo de crédito no Brasil, renovou o contrato de patrocínio à Copa do Brasil e, pelo quinto ano consecutivo, terá sua marca exposta durante os jogos de um dos principais campeonatos de futebol do país, reforçando seu apoio e o incentivo ao esporte. A novidade deste ano é o novo formato do Prêmio Defesa Mais Bonita, que, ao invés de contemplar somente o melhor goleiro da Copa, vai premiar também o melhor defensor de cada fase da competição. 

 

2019 - Em 2019, o Sicredi entregou o Prêmio Defesa Mais Bonita ao goleiro titular do Flamengo, Diego Alves. Neste ano, os organizadores da Copa do Brasil farão uma seleção prévia das melhores defesas nas oito fases da competição e uma geral para votação popular. Os torcedores podem votar pelo perfil do campeonato no Twitter ou acompanhar pelas redes sociais do Sicredi, que repostará o conteúdo. 

 

Exposição da marca - O patrocínio do Sicredi à Copa do Brasil inclui exposição da marca na comunicação visual dos estádios e arenas, em painéis estáticos e de LED, durante sorteios realizados pela organização da Copa, em todas as redes sociais da competição. O torneio teve início no dia 5 de fevereiro e, ao todo, serão 120 jogos e participação de 91 clubes de todos os estados e divisões.

 

Avanço - Para Fernando Di Diego, gerente de Marketing do Centro Administrativo do Sicredi, o patrocínio à Copa do Brasil contribui para que a instituição avance com o cooperativismo de crédito no país. 

 

Apoio - “O Sicredi apoia ações que possam levar lazer, cultura e desenvolvimento econômico à população e que também possam despertar o interesse pelo nosso negócio. O futebol é uma das maiores paixões do brasileiro e tem, principalmente, uma participação muito significativa de jovens e mulheres, públicos que temos interesse em atrair cada vez mais para o cooperativismo de crédito”, afirma.

 

Sobre o Sicredi - O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 4 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.800 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros (www.sicredi.com.br). (Imprensa Sicredi)

 

*Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

SICREDI FRONTEIRAS: Intensa participação de associados marca início das assembleias de 2020

 

sicredi fronteiras 02 03 2020As assembleias significam um dos momentos mais importantes para uma cooperativa de crédito, pois é quando acontece a prestação de contas ao associado. O Processo Assemblear 2020, na Sicredi Fronteiras PR/SC/SP, permitiu o giro das assembleias de núcleo. Esse processo iniciou com a pré-assembleia, realizada na sede administrativa da cooperativa, em Capanema, Sudoeste do Paraná. Já as assembleias de núcleo começaram no dia 03 de fevereiro de 2020, na cidade de São José do Cedro/SC.

 

Estados - A Sicredi Fronteiras já percorreu os estados de Santa Catarina, São Paulo e encerra no mês de março as assembleias no estado do Paraná. Até agora, a cooperativa reuniu 2.906 pessoas, entre associados e convidados nas 18 cidades onde esteve presente.

 

Emocionante - De acordo com José César Wunsch, presidente da Sicredi Fronteiras, foi emocionante ver o senso de pertencimento dos associados e como eles participaram das reuniões. “A autoridade máxima do cooperativismo são os associados em assembleia, cabendo a eles deliberar sobre os assuntos ali tratados. É motivo de orgulho e satisfação ver a presença grandiosa e efetiva dos mesmos, nas cidades onde já passamos”, afirma Wunsch. 

 

Pessoas - “Somos uma instituição feita de pessoas para pessoas. A presença expressiva de associados fortalece o modelo democrático e participativo, pilares da nossa gestão. Por isso convido vocês, associados, a continuarem participando das assembleias que ocorrerão ainda este ano”, comenta o presidente. 

 

Programação - Confira abaixo as datas, horários e locais das próximas assembleias:

02/03/2020 às 09h - Bela Vista da Caroba/PR - Ginásio Municipal de Esportes;

03/03/2020 às 09h - Pérola D’Oeste/PR - Pavilhão da Igreja Matriz;

03/03/2020 às 14h - Planalto/PR - Centro de Multiplo Uso (Antiga APMI);

04/03/2020 às 09h - Capitão Leônidas Marques/PR - Pavilhão da Igreja Católica;

04/03/2020 às 19h - Capanema/PR - Parque de Exposições (Barracão da Indústria e Comércio);

05/03/2020 às 19h - Santa Izabel do Oeste/PR - Centro Social da Paróquia Santa Isabel da Hungria;

06/03/2020 às 14h - Boa Vista da Aparecida/PR - Salão e Festas Max Eventos;

06/03/2020 às 19h - Santa Lúcia/PR - Centro de Eventos Levi Gomes;

11/03/2020 às 14h - Realeza/PR - Centro de Pastoral Cristo Rei;

11/03/2020 às 19h - Santo Antônio do Sudoeste/PR - Pavilhão da Igreja do Divino;

12/03/2020 às 19h - Pranchita/PR - Clube Serpa;

13/03/2020 às 19h - Ampére/PR - Parque Santa Terezinha.

 

Sobre o Sicredi - O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 4 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.800 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros (www.sicredi.com.br). (Imprensa Sicredi Fronteiras PR/SC/SP)

 

*Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

SICREDI PARQUE DAS ARAUCÁRIAS: Lançada campanha promocional de aniversário

 

sicredi parque araucarias 02 03 2020A Sicredi Parque das Araucárias PR/SC/SP lançou, no dia 27 de fevereiro, a campanha Aniversário Premiado Sicredi, promoção comemorativa aos 30 anos da cooperativa. Serão sorteados 30 mil prêmios até o fim do mês de julho, entre brindes, motocicletas e um veículo.

 

Raspinha e cupom - Ao contratar um produto ou serviço do Sicredi o associado recebe uma raspinha e um cupom. Com a raspinha o associado ganha um brinde surpresa, de uma lista que inclui canetas, chaveiros, garrafas, caixas e bolsas térmicas, bola, kit faca e garfo, boné, tábua de churrasco, cooler, fone de ouvido, caixa de som, entre outros.

 

Sorteio - Com o cupom, o associado participa do sorteio de uma motocicleta Honda CG 125 e um Jeep Compass. Ao todo serão sorteadas 24 motocicletas, a partir do dia 22/06, conforme cronograma determinado pelo regulamento, disponível para consulta no site sicredi.com.br/promocoes.  Já o veículo será sorteado no dia 08/08.

 

Celebração - Esta é uma das ações que serão realizadas ao longo do ano para celebrar o aniversário da cooperativa, fundada em 1990 na cidade de Mariópolis (PR), a partir da união de 27 sócios fundadores. Hoje, a Sicredi Parque das Araucárias PR/SC/SP possui mais de 50 mil associados, e está presente em 25 cidades do sudoeste do Paraná, oeste e meio oeste de Santa Catarina e noroeste de São Paulo. (Imprensa Sicredi Parque das Araucárias PRSC/SP)

SICOOB ARENITO: Inaugurada a terceira agência no Estado de São Paulo

 

sicoob arenito 02 03 2020O Sicoob Arenito inaugurou, no dia 14 de fevereiro, a terceira agência no Estado de São Paulo, desta vez no município de Santos. O ponto de atendimento, que é o 14º da cooperativa, fica localizado na Avenida Conselheiro Nébias, 707.

 

Conceito moderno - Durante a cerimônia de inauguração, o diretor-superintendente, Fabio Junio Viar, contou que a agência possui um conceito moderno resultado de um detalhado planejamento estratégico. “Por sermos uma cooperativa já nos diferenciamos dentro do sistema financeiro, por isso, resolvemos deixar o espaço mais leve, remetendo a uma casa para, assim, recebermos nossos associados com mais conforto. É um conceito que estamos utilizando em todas as novas agências”, explicou.

 

Novos negócios - De acordo com o presidente, Waldir Armelino Campana, a abertura do ponto de atendimento vai propiciar o desenvolvimento de novos negócios e contribuir para a movimentação da economia do município, que tem crescido ano após ano. “Começamos as atividades da cooperativa em 2004, já são 16 anos crescendo em parceria com a comunidade. Vamos continuar evoluindo em todas as regiões onde atuamos, com foco no presente e no futuro, atraindo cada vez mais pessoas e empresas ao sistema cooperativista”, enfatizou Campana. (Imprensa Sicoob Unicoob)

 

SICOOB METROPOLITANO: Resultados de 2019 são apresentados em pré-assembleias

 

sicoob metropolitano destaque 02 03 2020Até o dia 24 de março, o Sicoob Metropolitano irá realizar as pré-assembleias nos municípios de atuação da cooperativa. As reuniões começaram no dia 18 de fevereiro e contam com a participação de cooperados, delegados, conselheiros e convidados. O objetivo é apresentar os resultados obtidos pela singular em 2019.

 

Crescimento - No ano passado, o Sicoob Metropolitano registrou crescimento de 24,06% no número de cooperados em relação a 2018. Com isso, o capital social cresceu 18,04% e os ativos aumentaram 9,41% em um ano. No entanto, o grande destaque foi o número de agências que registrou acréscimo de 41,03% no período, com 15 novos pontos de atendimento inaugurados.

"O ano que passou, a exemplo dos anteriores, foi extremamente difícil para a economia do país. Mas, com muito trabalho, união e dedicação, atingimos números expressivos em 2019", afirma o presidente do Conselho de Administração do Sicoob Metropolitano, Luiz Ajita. 

 

Programação - Confira abaixo a programação das próximas pré-assembleias e também da Assembleia Geral Ordinária.

sicoob metropolitano tabela 02 03 2020

 

(Imprensa Sicoob Metropolitano)

UNIMED CASCAVEL: Cooperativa, Sebrae e Unioeste inauguram HUB de Inovação em Cascavel

 

unimed cascavel 02 03 2020Cascavel (PR) vai inaugurar às 17h30 desta quarta-feira (04/03), no campus da Unioeste de Cascavel, o HUB de Inovação Unimed/Sebrae/Unioeste. A iniciativa entre as três entidades surgiu a partir dos Hackathons (maratonas de inovação) desenvolvidos pela Unimed Cascavel e pelo Sebrae nos anos de 2018 e 2019. Agora, em 2020, a Unioeste entra como parceira para fornecer o espaço físico para empreendedores criarem sturtups e desenvolverem projetos inovadores.

 

HUB de Inovação - O HUB de inovação é um lugar onde startups podem desenvolver novas ideias. A proposta é que esses empreendedores (com alto potencial de crescimento e frequentemente relacionadas à tecnologia) possam trabalhar, conhecer e fazer trocas com investidores, grandes empresas e outras startups.

 

Unimed Cascavel - Com 31 anos de história, a Unimed Cascavel se mantém na liderança no mercado de saúde suplementar porque sempre inova e se reinventa. Trata-se de uma marca de saúde que também é símbolo de modernidade. A inovação da Unimed Cascavel está tão presente no DNA da cooperativa médica que desde 2018 compõe um objetivo específico dentro do Planejamento Estratégico. Para cumprir o objetivo de inovar, ainda em 2018 foi criado o primeiro Hackathon Unimed Cascavel, em parceria com o Sebrae. Já em 2019, a parceria entre a cooperativa e o Sebrae veio com ainda mais força para a segunda edição do Hackathon, com mais tempo e mais participantes da maratona de inovação. Neste ano, com o reforço da Unioeste para a inauguração do HUB de Inovação, a Unimed pretende estimular o desenvolvimento de soluções inovadoras com foco em todos os públicos de interesse da cooperativa: cooperados, clientes, fornecedores, colaboradores, prestadores de serviço e toda a comunidade. 

 

Sebrae - Para o Sebrae, o HUB representa o desenvolvimento de negócios inovadores em áreas estratégicas, além de possibilitar que os empreendedores e futuros empreendedores tenham um ponto de referência para se conectarem com o ecossistema. A iniciativa também representa a possibilidade de tais empreendedores desenvolverem negócios que agreguem o conhecimento gerado na Universidade Estadual do Oeste do Paraná. Para isso, o Sebrae fornecerá suporte na fase mais crítica do desenvolvimento da ideia/negócio.

 

Unioeste - Por meio desta parceria, a Universidade Estadual do Oeste do Paraná quer contribuir com o desenvolvimento e com a disseminação da cultura da inovação e do empreendedorismo em Cascavel, tendo como principal foco a comunidade acadêmica (docentes, acadêmicos e agentes universitários). A Unioeste quer fazer parte da tríplice hélice na construção do Ecossistema de Inovação da Cidade de Cascavel, além de contribuir para alavancar novos empreendimentos/emprego/trabalho/renda na região e fornecer suporte técnico às equipes oriundas de outros Hackthons (startups em estágio inicial de desenvolvimento da ideia, dentre outros interessados). A direção da Universidade acredita que a iniciativa possibilitará criar um elo com o setor privado de Cascavel e região. 

 

Mais informações - Para mais informações, ligue: (45) 3220-7065. (Imprensa Unimed Cascavel)

UNIMED LONDRINA: Começa a sexta edição da Campanha de Doação de Livros

 

unimed londrina 02 03 2020“As crianças ficam ansiosas pelo dia de fazer empréstimo de livros. Tem um aluno do segundo ano que adora ler e fala que não quer livros finos. Eu separo para ele os livros de literatura brasileira e ele gosta muito”. Esta fala é de Alba Patrícia Longuinho de Moura, bibliotecária da Escola Municipal Joaquim Pereira Mendes, beneficiada pela campanha de Doação de Livros, realizada pela Unimed Londrina no ano passado, em Londrina (PR).

 

Diferença - Por conta da inauguração recente, no ano passado a escola não contava com uma biblioteca estruturada. A doação dos 904 livros e 150 materiais de apoio pedagógico fez muita diferença para a instituição. 

 

Escola beneficiada- Neste ano, a Unimed Londrina já começou a campanha de arrecadação de livros e, desta vez, será beneficiada a Escola Municipal Edmundo Odebrecht. A instituição foi indicada pela Secretaria Municipal de Educação porque está em um novo prédio e o acervo bibliográfico é insuficiente para atender os 250 alunos. 

 

Espaço - A diretora, Daisy Martins Paes de Goes, afirma que a escola não tinha biblioteca por falta de espaço e agora conta com uma sala para este fim. “No momento temos poucos livros e os exemplares são velhos. Mesmo assim este é o espaço preferido das crianças na escola. Quando tivermos um novo acervo elas vão amar. Estamos esperando ansiosamente estes livros para proporcionar isso aos nossos alunos”. 

 

Campanha - Entre os meses de março até setembro todas as pessoas poderão participar desta corrente do bem, basta deixar os materiais na recepção dos pontos de atendimento da Unimed. Quaisquer tipos de livros, revistas e papéis podem ser doados. Os títulos infantis são encaminhados para a escola, os demais títulos e materiais são vendidos e o valor é revertido na compra de obras adequadas para a faixa etária das crianças. 

 

Vídeo - Conheça mais sobre a campanha de doação de livros assistindo ao vídeo no link https://www.youtube.com/watch?v=9yG1JmcfVeY. (Imprensa Unimed Londrina)

CONGRESSO NACIONAL I: Parlamentares podem votar veto ao orçamento impositivo amanhã

 

congresso nacional I 02 03 2020Senadores e deputados podem votar nesta terça-feira (03/03) o veto parcial do presidente Jair Bolsonaro (VET 52/2019) a um projeto de lei aprovado pelo Congresso que inclui o chamado orçamento impositivo na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). A sessão está marcada para as 14h.

 

Lei - Em dezembro, Bolsonaro sancionou a Lei 13.957, de 2019, com mudanças na LDO. Mas o presidente barrou o dispositivo que dava prazo de 90 dias para o Poder Executivo executar as emendas ao Orçamento sugeridas pelos parlamentares. Com o veto, o Palácio do Planalto recupera a prerrogativa de decidir o destino de R$ 30 bilhões em 2020.

 

Acordo - Em fevereiro, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, anunciou um acordo para resolver o impasse sobre o orçamento impositivo. Segundo ele, a solução seria derrubar o veto ao caput do artigo barrado pelo Poder Executivo. Com isso, a execução das emendas parlamentares respeitaria as indicações e a ordem de prioridades estabelecidas pelos parlamentares — da forma como foi definido no projeto do Congresso. Em contrapartida, senadores e deputados manteriam o veto aos parágrafos daquele mesmo artigo. Isso tonaria sem efeito o prazo de 90 dias para o empenho das emendas.

 

Manutenção - Mas, na semana passada, senadores do Podemos divulgaram vídeos em redes sociais para defender a manutenção do veto de Jair Bolsonaro. O líder do partido, senador Alvaro Dias (PR), classificou como “rachadão” o dispositivo que obrigaria a execução de R$ 30 bilhões em emendas parlamentares.

 

Inusitado - “É um dispositivo inusitado. Queremos que os recursos públicos sejam distribuídos corretamente, levando em conta as prioridades do povo brasileiro. Esse modelo permite desvios. Não podemos abrir portas para a corrupção e temos que cuidar da correta aplicação do dinheiro público. Vamos trabalhar para manter o veto do presidente da República. Não aceitamos acordo de tipo nenhum”, disse.

 

Papel dos parlamentares - Para o vice-líder do Podemos, senador Eduardo Girão (CE), não é papel dos parlamentares gerenciar verbas públicas. Segundo ele, essa é uma prerrogativa do Poder Executivo. Girão destacou ainda o risco de que dinheiro do Orçamento seja desviado para financiar campanhas municipais em outubro deste ano.

 

Destino - “Esses R$ 30 bilhões vão ser distribuídos para parlamentares em ano eleitoral. O que vai ser feito desse dinheiro? O Brasil tem um déficit primário gigantesco. Para pagar os salários dos servidores públicos, a Previdência e os gastos obrigatórios, já temos um déficit de R$ 40 bilhões. E querem pegar R$ 30 bilhões, que é um dinheiro emprestado, para parlamentares distribuírem em emendas pelos municípios do Brasil”, alertou. 

 

Outros vetos - Outros sete vetos estão na pauta do Congresso, e quatro deles impedem a votação de outras matérias. O VET 47/2019 trata de mudanças na Lei do Simples Nacional (Lei Complementar 123, de 2006): o presidente da República vetou parcialmente o Projeto de Lei da Câmara 113/2015, que autoriza a constituição de sociedade de garantia solidária e de contragarantia. Jair Bolsonaro barrou, entre outros, o dispositivo que limitava a participação de cada sócio a 10% do capital social.

 

FGTS - Os parlamentares podem analisar ainda o VET 48/2019, aposto à Lei 13.932, de 2019, que cria que novas modalidades de saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O presidente vetou dispositivos que fixavam percentual de resultado do FGTS como condição para a concessão de descontos em projetos de habitação popular para famílias de baixa renda.

 

Contratos de desempenho - O Congresso também deve votar o VET 50/2019, que trata dos contratos de desempenho no âmbito da administração pública federal (Lei 13.934/2019). O item vetado obrigava os administradores a assegurar recursos e meios necessários à execução do contrato de gestão.

 

Crimes de lesão corporal - Outro item na pauta é o VET 51/2019. Jair Bolsonaro vetou integralmente o projeto que previa o acompanhamento do Ministério Público na apuração de crimes de lesão corporal leve contra menor.

 

Mais - O Congresso pode analisar ainda os vetos 53/2019, 54/2019 e 55/2019, que não trancam a pauta de votações. (Agência Senado)

CONGRESSO NACIONAL II: MP do Contrato Verde e Amarelo deve ser votada nesta terça

 

congresso nacional II 02 03 2020A comissão mista que analisa a medida provisória do Contrato Verde e Amarelo (MP 905/19) se reúne nesta terça-feira (03/03) para discutir e votar o relatório do deputado Christino Aureo (PP-RJ). O deputado fez várias modificações no texto, mas avisou que ainda deve apresentar um texto complementar.

 

Objetivo - O Contrato Verde e Amarelo tem o objetivo de facilitar o emprego de jovens entre 18 e 29 anos e, com as mudanças feitas pelo relator, também as pessoas com mais de 55 anos que estiverem desempregadas há um ano ou mais.

 

Contribuição - “Pessoas mais experientes com mais jovens tendem a contribuir para formar nas empresas uma cultura adequada, um respeito mútuo. Ao mesmo tempo resolve os dois principais problemas do mercado: jovens que precisam ingressar e pessoas de mais idade que, permanecendo mais tempo sem vínculo, vão cada vez mais se distanciando dessa oportunidade e virando em vez de um contribuinte da Previdência, virando um cliente possível para o BPC", explicou Aureo.

 

Benefício - O BPC é um benefício de um salário mínimo que não depende de contribuição para a Previdência, mas é pago somente a idosos e pessoas com deficiência que comprovem renda mais baixa.

 

Incentivos - A medida prevê incentivos tributários a empregadores que criarem novos postos de trabalho para esses públicos.

 

Duração - Esses contratos poderão ter duração de até 2 anos e remuneração máxima de 1 salário mínimo e meio, ou R$ 1.567,50. E o trabalhador terá uma redução dos direitos garantidos na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

 

Críticas - A medida provisória mexe com quase 100 artigos da CLT e, por isso, sofre críticas de vários setores.

 

Foco - O deputado Rogério Correia (PT-MG) afirma que a oposição vai fazer essas críticas, mas vai focar no próprio Contrato Verde e Amarelo. “Demonstrar que nós não podemos ter trabalhadores que possuam menos direitos. Eles falam que é para empregar jovens. Ora, você pode ter um percentual obrigatório de emprego para jovens, mantendo os mesmos direitos. É uma emenda que nós apresentamos e que joga por terra todo esse blá-blá-blá de que para gerar emprego tem que tirar direito."

 

Domingos - Um dos pontos polêmicos da medida é a ampliação do trabalho aos domingos. O relator manteve a liberação do trabalho aos domingos e feriados sem o pagamento da remuneração em dobro, desde que o trabalhador possa repousar em outro dia da semana.

 

Validade - A MP já está valendo, mas precisa ser votada pelo Congresso até 20 de abril para não perder a validade.

 

Votação - A votação do parecer de Aureo está marcada para as 10 horas, no plenário 3 da ala Alexandre Costa, no Senado. (Agência Câmara)

 

FOTO: Depositphotos

FOCUS: Mercado financeiro reduz estimativa de crescimento da economia em 2020

focus 02 03 2020A estimativa para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – caiu de 2,20% para 2,17% em 2020. A informação consta do boletim Focus, pesquisa semanal do Banco Central (BC), que traz as projeções de instituições financeiras para os principais indicadores econômicos. Ele é divulgado às segundas-feiras, em Brasília.

Anos seguintes - Já as previsões do mercado para o PIB dos anos seguintes, 2021, 2022 e 2023, continuam em 2,50%.

Dólar - De acordo com o boletim do BC, a cotação do dólar deve fechar o ano em R$ 4,20. Para 2021, a expectativa é que a moeda americana continue no patamar alto e encerre o ano em R$ 4,15.

Inflação - As instituições financeiras consultadas pelo BC também reduziram a previsão para a inflação de 2010. A projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) – a inflação oficial do país – caiu de 3,20% para 3,19%.

2021 e anos seguintes - Para 2021, a estimativa de inflação se mantém em 3,75%. A previsão para os anos seguintes também não teve alterações: 3,50% em 2022 e 2023.

Abaixo do centro da meta - A projeção para 2020 está abaixo do centro da meta de inflação que deve ser perseguida pelo BC. A meta, definida pelo Conselho Monetário Nacional, é de 4% em 2020, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Para 2021, a meta é 3,75% e para 2022, 3,50%.

Selic - Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic, atualmente em 4,25% ao ano pelo Comitê de Política Monetária (Copom). Para o mercado financeiro, a expectativa é que a Selic se mantenha em 4,25% ao ano até o fim de 2020.

Manutenção - A manutenção da Selic indica que o Copom considera as alterações anteriores suficientes para atingir a meta de inflação.

Tendência - Quando o Copom reduz a Selic, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação e estimulando a atividade econômica.

Demanda aquecida - Quando o Copom aumenta a taxa básica de juros, o objetivo é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança.

Expectativa - Para 2021, a expectativa é que a taxa básica suba para 5,75% ao ano. Para 2022 e 2023, as instituições estimam que a Selic termine os períodos em 6,5% ao ano. (Agência Brasil)

FOTO:Marcello Casal Jr / Agência Brasil

 

ECONOMIA: Informalidade cai em janeiro com aumento de trabalhador com CNPJ

 

economia 02 03 2020Com o aumento de 5,2% no número de trabalhadores por conta própria com CNPJ, ou seja, registrados como empresa, a informalidade no mercado de trabalho caiu no trimestre móvel terminado em janeiro, na comparação com o período anterior, terminado em outubro de 2019. Na comparação anual, o aumento do CNPJ entre trabalhadores por conta própria foi de 10,6%. Com isso, essa categoria alcançou 5,2 milhões de pessoas.

 

Comparação trimestral - A informalidade caiu de 41,2% para 40,7% na comparação trimestral. Na comparação anual, em janeiro de 2019 a taxa ficou em 40,6%. Do total de 38,3 milhões de trabalhadores informais, 11,67 milhões estão empregados no setor privado, uma redução de 179 mil, e 4,5 milhões são empregadas domésticas sem carteira assinada. Os trabalhadores por conta própria sem CNPJ somam 19,3 milhões, 129 mil a menos do que no trimestre anterior. Ao todo, 479 mil pessoas saíram da informalidade, sendo 129 mil na categoria trabalhador familiar auxiliar.

 

Pesquisa - Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, os primeiros de 2020, e foram divulgados na sexta-feira (28/02) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo o instituto, a taxa de desocupação ficou em 11,2%, com um total de 11,9 milhões de pessoas.

 

Tendência - Segundo a analista da PNAD Contínua, Adriana Beringuy, da Coordenação de Trabalho e Rendimento do IBGE, ainda não é possível afirmar que há uma tendência de melhora para o ano, já que os dados divulgados na sexta incluem os bons resultados de novembro e dezembro de 2019, quando houve expansão na carteira de trabalho assinada.

 

Distanciamento - “Precisa se distanciar um pouco desses meses para ver se essas pessoas que conseguiram trabalhos temporários no fim de ano serão retidas no mercado. Janeiro é um mês de transição, tem efeitos ocorrendo que não permitem a gente ter uma definição da tendência do que pode estar ocorrendo daqui para a frente”.

 

Inatividade - A analista explica que o aumento de 1,3% na inatividade, ou seja, pessoas de 14 anos ou mais fora do mercado de trabalho, também contribuiu para a queda da desocupação, já que a ocupação se manteve estável em 94,2 milhões de pessoas. 

 

Desocupação - “Vimos uma queda na taxa de desocupação em relação ao trimestre anterior e ao mesmo período de 2019. Essa queda está muito relacionada a um efeito sazonal de processo de interrupção por procura de trabalho. As pessoas, em função de férias, se retiram temporariamente da procura, ou seja, há menos pressão sobre o mercado de trabalho, fazendo essa taxa cair”.

 

Rendimento médio - O rendimento médio habitual ficou estável em R$ 2.361 e a massa de rendimento também, com crescimento de 2,2% apenas na comparação anual, totalizando R$ 217,4 bilhões. 

 

Estabilidade - “Essa estabilidade já vem ocorrendo nas últimas divulgações, está relacionada ao fato de que a ocupação vem expandindo, mas por meio de ocupações de baixos rendimentos. Tem mais gente trabalhando, mas com rendimentos menores. A massa cresce não através da expansão do rendimento, mas pelo fato de ter mais pessoas trabalhando”. 

 

Setor público - O setor público diminuiu 3,2% na comparação trimestral e 4,6% em relação a janeiro de 2019. Entre novembro do ano passado e janeiro de 2020, 39 mil trabalhadores com carteira assinada deixaram o setor público. A categoria está em 1,19 milhão de pessoas. Militares e setor público estatutário somam 7,96 milhões.

 

Taxa de desocupação - A taxa de desocupação no trimestre móvel encerrado em janeiro ficou em 11,2%. A taxa é 0,4 ponto percentual menor do que a registrada no trimestre anterior, encerrado em outubro, quando 11,6% da população economicamente ativa estava sem trabalho, segundo os dados da Pnad Contínua.

 

Comparação - Na comparação com o mesmo período de 2019, a redução foi de 0,8 ponto percentual. No mesmo período do ano passado, a desocupação estava em 12%. Estes sãos os primeiros números sobre o desemprego em 2020.

 

Total - De acordo com o IBGE, 11,9 milhões de pessoas estão desocupadas.

 

Ocupada - A população ocupada no país é de 94,2 milhões de pessoas, sendo que 40,7% delas estão na informalidade, o que corresponde a 38,3 milhões de trabalhadores, taxa 0,5 ponto percentual abaixo da do trimestre encerrado em outubro.

 

Subutilizadas - Estão subutilizadas 26,4 milhões de pessoas, número 2,7% menor do que o registrado no período anterior. Esse índice indica o número de pessoas que poderiam trabalhar mais horas do que estão trabalhando.

 

Desalentados - Já o número de desalentados, ou seja, pessoas que desistiram de procurar trabalho, ficou em 4,7 milhões, o que equivale a 4,2% da força de trabalho. O índice ficou estável na comparação trimestral e na anual. (Agência Brasil)

 

Foto: Wilson Dias / Agência Brasil

 

IRPF: Receita começa a receber nesta segunda declarações do Imposto de Renda

 

irpf 02 03 2020O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2020 começou nesta segunda-feira (02/03), às 8h, e termina às 23h59min59s de 30 de abril. As pessoas que entregam a declaração no início do prazo têm prioridade para receber a restituição, caso não a preencham com erros ou omissões. Na mesma situação, estão incluídas pessoas com mais de 60 anos, portadoras de moléstia grave ou com deficiência física ou mental.

 

Contribuintes - Este ano, cerca de 32 milhões de contribuintes devem prestar contas ao Fisco. A multa por atraso de entrega é estipulada em 1% ao mês-calendário até 20%. O valor mínimo é R$ 165,74. As novidades para a entrega da declaração neste ano estão disponíveis na página da Receita.

 

Mudanças - Entre as principais mudanças, estão a antecipação no cronograma de restituição, cujo pagamento começará no fim de maio e terminará no fim de setembro e o fim da dedução da contribuição para a Previdência Social dos trabalhadores domésticos.

 

Certificação digital - Pela primeira vez, os contribuintes com certificação digital receberão a declaração pré-preenchida no programa gerador. Até agora, eles tinham de entrar no  Centro Virtual de Atendimento da Receita (e-CAC) salvar o formulário pré-preenchido no computador e importar o arquivo preencher a declaração. Neste ano, também está disponível a doação, diretamente na declaração, de até 3% do imposto devido para fundos de direito dos idosos.

 

Programa gerador - O programa gerador da declaração do Imposto de Renda no computador está disponível para download desde o dia 20 na página da Receita na internet. Quem optar por dispositivos móveis, como tablets ou smartphones, poderá baixar o aplicativo Meu Imposto de Renda nas lojas Google Play, para o sistema operacional Android, e App Store, para o sistema operacional iOS.

 

Quem deve declarar - Entre os obrigados a declarar estão os contribuintes que receberam, em 2019, rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70, rendimentos de atividades rurais acima de R$ 142.798,50 ou rendimentos isentos – não tributáveis ou tributados somente na fonte –, cuja soma seja superior a R$ 40 mil.

 

Ganho de capital - Também deve declarar quem recebeu, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos sujeito à incidência de imposto, realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias e futuros e tem patrimônio de mais de R$ 300 mil. (Agência Brasil)

 

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

 

PREVIDÊNCIA SOCIAL: Novas alíquotas entraram em vigor neste domingo

 

As novas alíquotas aprovadas na reforma da Previdência entraram em vigor neste domingo (01/03) e começam a ser aplicadas sobre o salário de março, pago geralmente em abril.

 

Empregados - No Regime Geral de Previdência Social (RGPS), as novas alíquotas valerão para contribuintes empregados, inclusive para empregados domésticos, e para trabalhadores avulsos. Não haverá mudança, contudo, para os trabalhadores autônomos (contribuintes individuais), como prestadores de serviços a empresas e para os segurados facultativos.

 

Progressivas - Segundo a Secretaria de Previdência, as alíquotas progressivas incidirão sobre cada faixa de remuneração, de forma semelhante ao cálculo do Imposto de Renda.

 

Faixas de renda - Como a incidência da contribuição será por faixas de renda, é preciso fazer um cálculo para saber qual será a alíquota efetiva. Quem recebe um salário mínimo por mês, por exemplo, terá alíquota de 7,5%. Já um trabalhador que ganha o teto do Regime Geral, também conhecido como o teto do INSS – atualmente R$ 6.101,06 –, pagará uma alíquota efetiva total de 11,69%, resultado da soma das diferentes alíquotas que incidirão sobre cada faixa da remuneração.

 

Calculadora - O governo disponibiliza na internet uma calculadora da alíquota efetiva, que mostra quanto era descontado do salário antes da reforma e quanto será deduzido com a entrada em vigor das novas regras.

 

Tabela - Confira as novas alíquotas na tabela abaixo:

 

previdencia tabela I 02 03 2020

 

Sem mudanças - De acordo com a Secretaria de Previdência, contribuintes individuais e facultativos continuarão pagando as alíquotas atualmente existentes, cuja alíquota-base é de 20%, para salários de contribuição superiores ao salário mínimo.

 

Salário mínimo - Para salários de contribuição igual ao valor do salário mínimo, deverá ser observado:

I – para o contribuinte individual que trabalhe por conta própria, sem relação de trabalho com empresa ou equiparado e o segurado facultativo, o recolhimento poderá ser mediante aplicação de alíquota de 11% sobre o valor do salário mínimo;

II – para o microempreendedor individual e para o segurado facultativo sem renda própria que se dedique exclusivamente ao trabalho doméstico no âmbito de sua residência, desde que pertencente a família de baixa renda inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), o recolhimento deverá ser feito mediante a aplicação de alíquota de 5% sobre o valor do salário mínimo;

III – o contribuinte individual que presta serviço a empresa ou equiparado terá retido pela empresa o percentual de 11% sobre o valor recebido pelo serviço prestado e estará obrigado a complementar, diretamente, a contribuição até o valor mínimo mensal do salário de contribuição, quando as remunerações recebidas no mês, por serviços prestados a empresas, forem inferiores ao salário mínimo.

 

Complemento - A Secretaria destaca que o segurado, inclusive aquele com deficiência, que contribua mediante aplicação das alíquotas de 11% ou 5% e pretenda contar o respectivo tempo de contribuição para fins da aposentadoria por tempo de contribuição transitória ou para contagem recíproca do tempo correspondente em outro regime, deverá complementar a contribuição mensal sobre a diferença entre o percentual pago e o de 20%, com os devidos acréscimos legais.

 

Individuais e facultativos - O contribuinte individual é aquele que trabalha por conta própria (de forma autônoma) ou que presta serviços de natureza eventual a empresas, sem vínculo empregatício. São considerados contribuintes individuais, dentre outros, os sacerdotes, os diretores que recebem remuneração decorrente de atividade em empresa urbana ou rural, os síndicos remunerados, os motoristas de táxi e de aplicativos, os vendedores ambulantes, as diaristas, os pintores, os eletricistas e os associados de cooperativas de trabalho.

 

Quem é - O contribuinte facultativo é a pessoa com mais de 16 anos que não possui renda própria, mas decide contribuir para a Previdência Social. São donas de casa, síndicos de condomínio não-remunerados, desempregados, presidiários não-remunerados e estudantes bolsistas, por exemplo.

 

Servidores da União - As novas alíquotas valerão também para os servidores públicos vinculados ao Regime Próprio da Previdência Social (RPPS) da União. No RPPS da União, contudo, as alíquotas progressivas não se limitarão ao teto do RGPS, pois haverá novas alíquotas incidindo também sobre as faixas salariais que ultrapassem o teto. (Agência Brasil)

 

previdencia tabela II 02 03 2020

 

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

 

INFRAESTRUTURA I: Governo inicia processo para duplicação da Rodovia das Cataratas

 

infraestrutura 02 03 2020O governador Carlos Massa Ratinho Junior confirmou, na sexta-feira (28/03), durante a inauguração de obras do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, que o Governo Federal concordou em delegar ao Estado a BR-469, conhecida como Rodovia das Cataratas. A medida permite que a estrada seja duplicada, o que vai eliminar um gargalo logístico da cidade e melhorar o acesso ao Aeroporto Internacional e também aos principais pontos turísticos de Foz.

 

Projeto executivo - O projeto executivo já está pronto e a ordem de serviço deverá ser assinada em setembro. O investimento previsto é de R$ 135 milhões, com o custo sendo dividido entre o Governo Estadual (30%) e Itaipu Binacional (70%).

 

Demanda - “Essa é uma obra que estávamos trabalhando com o Governo Federal há muito tempo. Fizemos o pedido para a União de repasse ao Estado para que a duplicação pudesse ser feita. O ministro Tarcísio Gomes de Freitas, da Infraestrutura”, destacou Ratinho Junior. O governador ressaltou que a intervenção na rodovia mudará a realidade da cidade, com impacto diretamente na vida da população. “Vai melhorar para o turista, mas também para quem passa por ali todos os dias. Isso faz com que Foz, nosso carro-chefe do turismo, possa crescer e se desenvolver”, disse ele.

 

Reivindicação antiga - A duplicação do trecho de 8,5 quilômetros entre o trevo da Argentina até o portão do Parque Nacional do Iguaçu é uma reivindicação antiga dos moradores locais. Todos os entendimentos ambientais já estão sendo discutidos para não ocorrer atraso no cronograma. A expectativa é que até maio seja liberada a Licença de Instalação do Ibama para a obra, com o lançamento da licitação entre julho e agosto.

 

Assinatura - A ordem de serviço deve ser assinada em setembro, com início imediato das obras e conclusão prevista março de 2022. A secretaria de Estado da Infraestrutura e Logística ficará responsável pela gestão da obra. “O governador quer essa obra. Ele entende que o novo aeroporto vai aumentar a demanda de turistas, tornando a melhoria da rodovia essencial”, afirmou o secretário Sandro Alex. “Mais um fruto da excelente relação com a Itaipu, que será nossa parceira na obra", acrescentou.

 

Importância - A BR-469 é a única via de acesso às Cataratas do Iguaçu e ao Aeroporto Internacional e também o mais importante corredor turístico da cidade. Lá estão concentrados alguns dos principais hotéis e atrativos. A falta de duplicação provoca congestionamentos constantes e prejuízos ao turismo. Em época de férias e feriados prolongados, as filas no local são quilométricas.

 

Necessária - Para o diretor-geral brasileiro da Itaipu, Joaquim Silva e Luna, a duplicação da BR-469 é extremamente necessária e complementa às demais obras de grande porte que estão sendo feitas em Foz do Iguaçu e região, como a modernização do aeroporto.

 

Compromisso - “É um compromisso de Itaipu investir no Paraná e principalmente na Região Oeste, deixando um legado para a população”, ressaltou. “Nada de promessas no papel, as propostas têm que ser validadas na prática”, completou.

 

Parceria - No caso da duplicação da BR-469, o projeto já existe e foi doado pela Itaipu. A revisão da proposta foi feita pelo Fundo Iguaçu, que recebe a taxa espontânea de visitação dos turistas que passeiam na Itaipu, no Parque Nacional e no Marcos das Três Fronteiras. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) delegou a obra ao Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR). (Agência de Notícias do Paraná)

INFRAESTRUTURA II: Começam nesta segunda as audiências presenciais para concessões de aeroportos

infraestrutura II 02 03 2020Começa nesta segunda-feira (02/03), em Goiânia, a primeira das quatro audiências públicas presenciais previstas para a 6ª rodada de concessão de aeroportos. O governo pretende leiloar 22 aeroportos divididos em três blocos (áreas Sul, Central e Norte do país).

Detalhes - A audiência de hoje, em Goiânia, iniciada a partir das 9h no Hotel Comfort Suítes Flamboyant (localizado na Avenida Dep. Jamel Cecílio, 3549, Quadra C22 Lote 1 E). De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), nela serão apresentados detalhes sobre o novo modelo de concessão.

Mais três- Além desta, estão previstas outras três. No dia 6, em Manaus (AM); dia 9 em Curitiba (PR); e dia 11 em Brasília. O prazo dos contratos será de 30 anos, e vence o certame quem oferecer o maior valor de outorga na assinatura do contrato.

Divisão - Os blocos estão divididos da seguinte maneira: bloco Central, que abrange os aeroportos de Goiânia (GO) e Palmas (TO), localizados na Região Centro-Oeste; e São Luís (MA), Imperatriz (MA), Teresina (PI) e Petrolina (PE), na Região Nordeste e que movimentam 7,3 milhões de passageiros/ano.

Contribuição inicial - Nesse bloco, a contribuição inicial mínima é de R$ 49,7 milhões. O valor estimado para todo o contrato de concessão é de R$ 4,5 bilhões.

Norte - O Bloco Norte compreende os aeroportos de Manaus (AM), Tabatinga (AM), Tefé (AM), Porto Velho (RO), Rio Branco (AC), Cruzeiro do Sul (AC) e Boa Vista (RR), cuja movimentação anual é de 4,4 milhões de passageiros.

Sul - Já o Bloco Sul abrange os aeroportos de Curitiba (PR), Foz do Iguaçu (PR), Londrina (PR), Bacacheri em Curitiba (PR), Navegantes (SC), Joinville (SC), Pelotas (RS), Uruguaiana (RS) e Bagé (RS). Eles movimentam 12 milhões de passageiros por ano.

Junção - De acordo com o governo, a junção de aeroportos de diferentes regiões, se deve ao fato de estarem localizados em áreas com desempenho agrícola e agronegócio significativos, com possibilidade de potencial econômico para o turismo de eventos, turismo de negócios e integração regional.

Audiências presenciais - A Anac esclarece que as audiências presenciais representam “uma oportunidade para que as partes interessadas possam apresentar sugestões de alteração do edital, manifestar dúvidas e fazer críticas ao documento”.

Formulário eletrônico - Contribuições por escrito poderão ser encaminhadas até as 18h do dia 30 de março, por meio de formulário eletrônico disponível no endereço. (Agência Brasil)

FOTO: Tomaz Silva / Agência Brasil

 

ANS: Agência lança edital do Projeto Cuidado Integral à Saúde - Projetos Piloto em APS

 

ans 02 03 2020A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) lançou na quinta-feira (27/02), o edital do Projeto Cuidado Integral à Saúde - Projetos-Piloto em Atenção Primária à Saúde (APS). Para participar do processo seletivo a operadora terá até o dia 20/03 para se inscrever por meio do formulário FORMSUS (abrir preferencialmente no Internet Explorer). O edital apresenta a contextualização do tema, os requisitos para a participação e os critérios para a seleção das operadoras.

 

Confira aqui o edital. 

 

Resolução - O Programa de Certificação de Boas Práticas em Atenção à Saúde foi instituído pela Resolução Normativa nº 440, de 13 de dezembro de 2018. A medida visa incentivar as operadoras de planos de saúde a desenvolverem um cuidado cada vez mais qualificado aos seus beneficiários, através da implantação de redes de atenção ou linhas de cuidado certificadas por entidades acreditadoras reconhecidas pela ANS. 

 

Iniciativa - A primeira iniciativa do programa é o Programa de Boas Práticas em Atenção Primária à Saúde (APS). Sua proposta é estimular a qualificação, o fortalecimento e a reorganização da atenção primária, por onde os pacientes devem ingressar preferencialmente no sistema de saúde. O programa é destinado apenas às operadoras de planos de saúde, que podem participar de duas formas: obtendo a certificação em APS ou implementando projetos-piloto em APS. 

 

Acordo de cooperação- Com o objetivo de subsidiar a implementação dos projetos-piloto, que deverão funcionar como fase preparatória para a solicitação da certificação em APS, a ANS promoveu, no último dia 11/02, evento de assinatura de acordo de cooperação para o Projeto Cuidado Integral à Saúde - Projetos-Piloto em APS com o Institute for Healthcare Improvement - IHI, o Hospital Alemão Oswaldo Cruz e a Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade - SBMFC.

 

Pontuação bônus- As operadoras participantes do Projeto Cuidado Integral à Saúde obterão uma pontuação bônus na Dimensão de Qualidade em Atenção à Saúde - IDQS do Índice de Desempenho da Saúde Suplementar - IDSS, conforme estabelecido na Ficha Técnica com a descrição detalhada do indicador Participação em Projetos de Indução da Qualidade da ANS, disponível no Portal da ANS. (ANS)

SAÚDE: Brasil monitora 252 pacientes com suspeita de coronavírus

 

saude 02 03 2020O Ministério da Saúde monitora 252 pacientes com suspeita de infeção pelo novo coronavírus. Foram descartados 89 casos. Os números foram atualizados neste domingo (01/03) na Plataforma Integrada de Vigilância em Saúde. A maioria das suspeitas é de São Paulo, com 136 casos.

 

Números - Até sábado (29/02), havia 207 pacientes com suspeita de infeção pelo novo coronavírus e 79 casos tinham sido descartados.

 

Dois casos confirmados - O país continua com dois casos confirmados em São Paulo. Os dois casos confirmados têm como local de infecção a Itália. Ambos são brasileiros e moram no estado de São Paulo. Os casos não têm vínculo entre si e foram identificados em unidade de saúde privada, conforme informou o ministério.

 

Novo fluxo - A partir desta segunda-feira (02/03), o Ministério da Saúde também inicia um novo fluxo e adotará integralmente os dados repassados pelos gestores locais. Antes, cada notificação era reanalisada pela equipe da pasta. A ação de descentralização da consolidação dos casos busca dar agilidade de resposta à doença. Os ajustes do novo fluxo estão sendo realizados neste fim de semana.

 

Medidas básicas - Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.

 

Aplicativo - O Ministério da Saúde lançou o aplicativo Coronavírus-SUS com o objetivo de conscientizar a população sobre o Covid-19, doença causada pelo vírus.  O recurso conta com informativos de diversos tópicos como os sintomas, como se prevenir, o que fazer em caso de suspeita de infecção e mapa indicando unidades de saúde próximas. O aplicativo está disponível para dispositivos Android e IOs. 

 

Paraná - No Paraná, a Secretaria de Estado da Saúde informou, neste domingo, que os resultados dos exames dos dois pacientes considerados suspeitos para a Covid-19 deram negativos. Os testes realizados nas amostram enviadas para a Fundação Oswaldo Cruz não identificaram a presença do coronavírus. Os dois pacientes que eram considerados como casos suspeitos são do município de Curitiba. Dessa forma, no Paraná todas as nove notificações como casos suspeitos de Covid-19 foram descartadas. (Com informações da Agência Brasil e da Agência de Notícias do Paraná)

 

Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil


Versão para impressão


RODAPE