Imprimir
cabecalho informe

Informe Paraná Cooperativo - edição nº 4753 | 30 de Janeiro de 2020

#HORA 193: Martha Gabriel fala sobre o impacto da tecnologia no mercado de trabalho e na vida pessoal

 

inovacao martha 30 01 2020

“Existe duas dores na vida: o peso da disciplina e o peso do arrependimento. A disciplina pesa quilos, o arrependimento toneladas, porque a gente carrega o arrependimento por todos os dias da vida”. Esta foi uma das muitas frases de impacto que a consultora e especialista em marketing digital disse na noite da última terça-feira (28/01), em sua palestra no Encontro Estadual de Inovação do Cooperativismo Paranaense. “Para onde estamos indo e o que habilidades precisamos desenvolver para continuar relevantes?”, questionou Martha.

 

Clique aqui e confira a entrevista com a palestrante

 

 O Programa – O Encontro Estadual de Inovação do Cooperativismo Paranaense marcou o encerramento da primeira fase do Programa de Inovação. Lançado pelo Sistema Ocepar, por meio do Sescoop/PR,e formatado em conjunto com o ISAE. Tem como público-alvo as cooperativas do estado. O objetivo é difundir a cultura da inovação no ambiente cooperativista e ajudar, por meio de capacitação, a formar profissionais com visão inovadora. Após 192 horas/aula de capacitação, o grupo que participou da primeira fase do Programa reuniu-se na última terça-feira (28/01), em Curitiba. O encontro foi chamado de “hora 193” e teve como ponto alto a entrega dos certificados para as cooperativas participantes.  Houve ainda apresentação dos pitches – propostas e as oportunidades trabalhadas pelos alunos durante a capacitação, e uma atividade para os presidentes das cooperativas presentes, em que o foco foi o papel da liderança na adoção da inovação. Para prestigiar o momento, participaram da entrega dos certificados o presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, e o presidente do ISAE, Norman de Paula Arruda Filho. 

 

 

 

PROGRAMA DE INOVAÇÃO: Presidentes reconhecem que inovar muda a trajetória de uma cooperativa

 

inovacao 30 01 2020

Alguns presidentes de cooperativas prestigiaram o evento de encerramento da primeira capacitação do Programa de Inovação do Cooperativismo Paranaense, realizado na última terça-feira (28/01), em Curitiba, a chamada #hora193, em referência à quantidade de horas que o curso teve.

Novas ideias - O presidente da Capal, de Arapoti, Erik Bosch, diz que investir em tecnologia e inovação é se abrir para novas ideias e, com isso, crescer.

 

Sobrevivência - Guilherme Grein, Presidente da Cooperante, de Campo do Tenente, lembra que a sobrevivência depende muito de inovação, mas com responsabilidade. Guilherme foi também aluno do Programa de Inovação do Cooperativismo Paranaense.

 

Clique aqui e confira entrevista dos dirigentes

 

 

AVALIAÇÃO: Programa de Inovação motiva profissionais das cooperativas, diz vice-presidente do ISAE

 

inovaca isae 30 01 2020

O ISAE Escola de Negócios é o grande parceiro do Sescoop/PR na realização do Programa de Inovação do Cooperativismo Paranaense. O vice-presidente da instituição, Roberto Pasinato, afirma que o programa motivou os profissionais das cooperativas a pensar sobre inovação. Isto foi percebido no encontro realizado na última terça-feira (28/01), em Curitiba, que corou a primeira etapa do programa. O evento de encerramento da primeira capacitação do Programa de Inovação do Cooperativismo Paranaense foi batizado de #hora193, em função da quantidade de horas que o curso teve.

Clique aqui e confira entrevista do vice-presidente do ISAE

 

SICREDI: Meio bilhão de reais em crédito durante o Show Rural

 

sicredi show rural 30 01 2020

O Show Rural Coopavel começa no dia 03 de fevereiro, em Cascavel (PR), e abre o calendário de grandes feiras agropecuárias no País. Para essa edição do evento, que segue até 07 de fevereiro, o Sicredi disponibiliza R$ 500 milhões para financiamento de veículos, maquinários e tecnologias agrícolas. A primeira instituição financeira cooperativa do país também oferece condição especial de 0% de taxa flat nos financiamentos via linhas de crédito do BNDES. 

 

Termômetro para o setor - Considerado um dos mais importantes eventos do agronegócio nacional, o Show Rural Coopavel serve de termômetro para o setor. “A movimentação durante a feira demonstra uma estimativa do mercado agrícola ao longo do ano. Por isso participamos do Show Rural com um volume grande de recursos e uma equipe bem preparada para atender às necessidades do produtor rural com as melhores condições para os associados”, analisa o gerente de Desenvolvimento de Negócios da Central Sicredi PR/SP/RJ, Gilson Nogueira Farias.

 

Negócios - Na edição 2019 da feira, o Sicredi registrou 800 propostas protocoladas que resultaram em um volume de crédito de negócios de R$190 milhões. Na ocasião, a instituição financeira cooperativa ainda apresentou uma inovação aos participantes: a contratação de operação para financiamentos de máquinas agrícolas, na linha moderfrota, em menos de 24 horas.

 

Novidades - Além de crédito para financiamento de veículos, maquinários e tecnologias agrícolas, o Sicredi também oferece condições especiais para a compra de veículos e para o financiamento de propostas relacionadas à energia solar. “Queremos demonstrar novidades para o nosso associado, como as fontes alternativas de energia, que são uma tendência por gerar economia e contribuir com o meio ambiente”, afirma Farias. 

 

Parceiro da agricultura familiar - O Sicredi é reconhecido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) como agente financeiro com maior volume de operações de investimento contratadas no âmbito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), que presta atendimento diferenciado aos pequenos produtores rurais. “Trabalhamos para oferecer as melhores soluções ao nosso associado. Desta maneira, também ajudamos promover o desenvolvimento econômico das regiões onde atuamos”, finaliza Farias.

 

Sobre o Sicredi - O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 4 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.800 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros (www.sicredi.com.br). (Imprensa Sicredi)

 

 

AVISO DE PAUTA: Presidente nacional do Sicredi conversa com a imprensa no dia 5 de fevereiro, no Show Rural

 

sicredi manfred 30 01 2020

Na quarta-feira, 5 de fevereiro, às 10 horas, o presidente nacional do Sicredi e da Central PR/SP/RJ, Manfred Dasenbrock, estará no estande da instituição financeira cooperativa, montado no Show Rural Coopavel, para atender à imprensa e conversar sobre os recursos disponibilizados pelo Sicredi durante a feira, além de adiantar as perspectivas para 2020.

Retrospectiva - Durante o encontro, o porta-voz também fará uma retrospectiva do setor e da instituição, no último ano.

Recursos - Durante o Show Rural Coopavel, o Sicredi disponibiliza R$ 500 milhões para financiamento de veículos, maquinários e tecnologias agrícolas. A primeira instituição financeira cooperativa do país oferece ainda condição especial de 0% de taxa flat nos financiamentos via linhas de crédito do BNDES.

Números Sicredi

- Única instituição financeira em 202 municípios brasileiros;

- Crescimento nacional com 4,4 milhões de associados e mais de 1,8 mil agências em todo o Brasil;

- Registro de R$111 bilhões em ativos;

- Carteira de crédito, 2019, com R$ 69 bilhões - crescimento de mais de 20% em relação ao ano anterior. Somente em crédito rural são R$ 26 bi em carteira.

- Instituição reconhecida pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) como agente financeiro com maior volume de operações de investimento contratadas no âmbito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf);

- Forte integração com a agenda de democratização e sustentabilidade do Banco Central do Brasil, Agenda BC#, promovendo educação financeira, transparência, aumento de competitividade e de inclusão.

Serviço:

Encontro com a imprensa - bate-papo com o presidente nacional do Sicredi e da Central PR/SP/RJ, Manfred Dasenbrock

Data: 05/02, quarta-feira

Horário: 10 horas

Local: estande do Sicredi no Show Rural Coopavel

(Imprensa Sicredi)

 

 

SICOOB: Cooperativa oferece soluções de crédito para o agronegócio no Show Rural

 

sicredi show rural 30 01 2020

Pelo nono ano consecutivo, o Sicoob, maior sistema financeiro cooperativo do País, estará presente no Show Rural Coopavel 2020, que acontece entre os dias 3 e 7 de fevereiro, em Cascavel (PR). Durante o evento, serão disponibilizadas linhas de crédito para comercialização de produtos agropecuários, custeio e investimento com condições especiais para atender da agricultura familiar à empresarial, cooperativas de produção e agroindústrias.

Recursos Próprios - Com um cenário escassez e indefinições sobre a disponibilidade de recursos oficiais, o Sicoob disponibilizará linhas de crédito com recursos próprios para atender as demandas da feira. Com taxas e prazos diferenciados, o Sicoob InvestFeira permite o financiamento de qualquer produto comercializado no evento. A Unicoob Consórcios e a Unicoob Corretora também estarão presentes, ofertando soluções em consórcios e seguros sob medida, com taxas e condições especiais para apoio ao agronegócio.

Estande - Assim como nas edições anteriores, o estande do Sicoob no Show Rural Coopavel ficará localizado entre as ruas 3 e 4, no setor destinado para as Instituições Financeiras, e seus colaboradores estarão capacitados para atender expositores e compradores.

Sou Rural - Repetindo a proposta das edições anteriores, o stand e as ações de marketing da cooperativa durante a feira terão o tema "Sou Rural”. O objetivo da campanha é destacar o orgulho de ser do campo através das histórias reais de cooperados e colaboradores do Sicoob. (Imprensa Sicoob)

 

SHOW RURAL I: R$ 3 bilhões em crédito a produtores rurais

 

show rural 30 01 2020Novidades em tecnologias e conhecimentos para que o produtor rural e o pecuarista produzam ainda mais, melhor e com menos custos é a essência do Show Rural Coopavel. Mas para que os agropecuaristas possam introduzir, além de conhecimentos, inovações em seus cultivos e criações eles precisam contar com o devido suporte. De olho nisso, os visitantes terão R$ 3 bilhões em crédito disponibilizados durante os cinco dias de evento, que será de segunda a sexta-feira, 3 a 7 de fevereiro, na BR-277, sentido Curitiba, a dez quilômetros do centro de Cascavel, no Oeste do Paraná.

Presença - Quinze instituições financeiras vão operar no parque durante a 32ª edição. São bancos públicos, privados, cooperativas de crédito e bancos próprios de grandes empresas nacionais e multinacionais. “Opções não faltarão. E tudo com o que o há de mais prático e competitivo no mercado”, informa o presidente Dilvo Grolli. Uma das linhas mais importantes para o setor, principalmente à renovação de maquinários e veículos para o campo, é o Moderfrota, que vai operar com taxas especiais. Para facilitar o processo e a aprovação de propostas, algumas instituições disponibilizam até aplicativos aos clientes.

O evento- Oficialmente criado em 1989, o Show Rural Coopavel tem como propósito acelerar a transmissão de informações, orientações e novos conhecimentos para os mais diferentes setores da cadeia do agronegócio. Com a metodologia desenvolvida, tudo é detalhado e explicado na hora para que o máximo de conhecimento aplicável ao dia a dia do agropecuarista possa ser rapidamente utilizado na propriedade, acelerando resultados. “E essa lógica tem funcionado muito bem há mais de três décadas”, diz o coordenador geral do evento, Rogério Rizzardi. Nessa edição serão 650 expositores com expectativa de 250 mil visitantes. A movimentação financeira deverá ficar na casa de R$ 2 bilhões. (Assessoria Coopavel)

O evento - A 32ª edição do Show Rural Coopavel acontecerá em um ambiente de 720 mil metros quadrados, na BR-277 saída para Curitiba – a cerca de dez quilômetros do centro de Cascavel. Serão 650 expositores e expectativa de público de 250 mil visitantes. A movimentação financeira estimada deverá chegar aos R$ 2 bilhões. (Assessoria Show Rural)

SHOW RURAL II: A edição dos estandes gigantes

 

Um entre vários aspectos vai chamar atenção dos visitantes do 32º Show Rural Coopavel, agendado para o período de 3 a 7 de fevereiro em Cascavel, no Oeste do Paraná. É o tamanho de alguns dos estandes instalados no parque que desde 1989 recebe o evento que é considerado um dos três maiores da atualidade. Alguns dos estandes têm área coberta próxima de cinco mil metros quadrados, informa o coordenador geral Rogério Rizzardi. O do Show Rural Digital é um dos maiores, com 8,7 mil metros quadrados, desses 4,8 mil cobertos. “Há um bom número de estandes com área entre 3 mil e 4 mil metros quadrados”, segundo o coordenador.

 Um grande espelho - O tamanho de alguns deles está ligado ao interesse dessas empresas em trazer e apresentar o maior número possível de itens do seu portfólio ao evento, e também da dimensão de algumas máquinas atualmente produzidas. Entre elas estão colheitadeiras que chegam a custar quase R$ 2 milhões e que, além de enormes, são referência no melhor da tecnologia disponível no mercado.

Pecuária - O setor pecuário é um dos que mais crescem no Show Rural Coopavel. Atualmente são sete pavilhões que, juntos, têm quase dez mil metros quadrados de área construída. Ali estão o salão tecnológico, reservado ao mais recente da inovação à pecuária de leite, e um pavilhão coberto de mais de 2,7 mil metros quadrados com capacidade para 150 animais devidamente acomodados em baias.

O evento - A 32ª edição do Show Rural Coopavel acontecerá em um ambiente de 720 mil metros quadrados, na BR-277 saída para Curitiba – a cerca de dez quilômetros do centro de Cascavel. Serão 650 expositores e expectativa de público de 250 mil visitantes. A movimentação financeira estimada deverá chegar aos R$ 2 bilhões. (Assessoria Show Rural)

{vsig}2020/noticias/01/30/show_rural_estandes/{/vsig}

COCAMAR I: Inauguração de indústria de rações será na terça-feira, dia 4

 

Para aproveitar um mercado em franca expansão e que requer produtos de alta qualidade, a Cocamar construiu uma indústria de rações em Maringá (PR), que entrará oficialmente em operação na manhã da próxima terça-feira (04/02), quando dirigentes da cooperativa recepcionam autoridades e produtores convidados às 9h, no local, para uma solenidade de inauguração. 

Estrutura- Ocupando uma área de 3 mil metros quadrados e com capacidade para 150 mil toneladas/ano, a indústria vai produzir rações especialmente preparadas para bovinos de corte e leite, equinos, peixes e outros segmentos. De início, a indústria, que é praticamente toda automatizada, vai funcionar em um turno único, gerando 16 postos de trabalho.

Estratégia - A Cocamar, que já atua desde 2010 nesse setor, vinha utilizando uma estrutura de terceiros em outra cidade, mas, diante do crescimento da demanda por seus produtos, a cooperativa vislumbrou a oportunidade de implantar uma unidade industrial bem mais moderna e próxima às estruturas onde recebe e armazena grãos e onde também realiza a distribuição, o que facilita a logística. Com isso, a cooperativa amplia ainda mais o seu portfólio industrial, já um dos maiores e mais diversificados do cooperativismo brasileiro, que reúne, entre outras, unidades de produção de óleo e derivados de soja, fios têxteis, néctares de frutas e bebidas à base de soja, molhos (maioneses, catchup e mostarda), torrefadora de café, farinha de trigo e madeira tratada.

AGO - A inauguração da nova indústria acontece momentos antes da realização da Assembleia Geral Ordinária (AGO) de prestação de contas da cooperativa, referente ao exercício 2019, programada para às 10h na Associação Cocamar. (Imprensa Cocamar)

{vsig}2020/noticias/01/30/cocamar/{/vsig}

COCAMAR II: Soja e cana, lado a lado

 

De repente, uma ampla fronteira agrícola se descortina para os produtores de soja no estado de São Paulo, bem perto da divisa com o Paraná. Em pleno Pontal do Paranapanema, na quente e arenosa região oeste paulista, a soja está entrando para valer em terras dominadas pela cana-de-açúcar.

Linhas - Não, a soja não chega para concorrer com os canaviais e, quem olha do alto, se encanta com a beleza das linhas de cana harmonicamente intercaladas por lavouras da oleaginosa.

Inovador - O que está acontecendo por lá é um projeto inovador de parceria firmado pela Cocamar e o grupo paulista Cocal, dono de usinas em Paraguaçu Paulista e Narandiba, que o Rally Cocamar de Produtividade foi conhecer.

Escolhidos a dedo - Com seus 150 mil hectares de canaviais, a Cocal abriu as portas para a Cocamar, que arrendou 5,2 mil neste primeiro ano para dar início a uma experiência inédita que conta com a participação de 19 experientes cooperados produtores de soja, escolhidos a dedo, a maioria deles paranaenses.

Sinergia - O projeto começou a ser costurado a muitas mãos depois de uma conversa entre o gerente de negócios da Cocamar, Marco Antonio de Paula, e o diretor-superintendente da Cocal, Paulo Adalberto Zanetti. “Constatamos que era viável e havia sinergia. Levamos o assunto para os acionistas e resolvemos apostar na ideia”, conta Zanetti, que por muitos anos esteve ligado ao cooperativismo e ao setor de bioenergia do Paraná. Segundo de Paula, “a formatação do modelo de parceria levou um bom tempo e tudo foi muito bem pensado e estruturado para que as três partes envolvidas se sentissem seguras”.

Meiosi - O projeto agrada a todos. Na visão da Cocal, que há alguns anos começou a fazer os viveiros de cana no campo, em sistema de Meiosi (Método Interrotacional Ocorrendo Simultaneamente), para reduzir custos, melhorar a logística e investir na qualidade do solo, a parceria com a Cocamar não poderia ser mais oportuna e interessante, por vários motivos. Primeiro porque a empresa paulista trata as questões técnicas e de arrendamento exclusivamente com a cooperativa, sem contato com os 19 agricultores, o que ficaria impraticável. Segundo porque a soja não é sua especialidade e ela sabe que a rotação com a oleaginosa oferece muitos benefícios, como a recuperação do solo, a quebra do ciclo de pragas e doenças, a economia com herbicidas e o aumento da produtividade de cana.

Compactação - Pelo método de plantio convencional de cana, o problema não se resume aos altos custos da operação, mas também à compactação do solo, ocasionada pelo intenso tráfego de máquinas pesadas.

Ampliação - O projeto se tornou a menina dos olhos da Cocamar, que está em expansão pelo interior de São Paulo. Com base nos bons resultados da parceria, a cooperativa aposta em uma ampliação da área arrendada nos próximos anos. Além de fornecer insumos aos produtores e receber a safra nas estruturas operacionais que possui em Iepê e Cruzália, ela cumpre sua função social de propiciar mais renda aos cooperados e contribuir com o desenvolvimento regional.

Oportunidade - Para os produtores, muitos deles em processo de sucessão, a abertura dessa nova fronteira em região tão próxima do Paraná é a oportunidade que esperavam para aumentar a renda e crescer. Donos de pequenas áreas, muitos deles já recorrem ao arrendamento para ampliar seus espaços, utilizando modernas tecnologias, e não têm medo de encarar desafios.

Visita - Na quarta-feira (29/1), o projeto foi visitado pelo presidente do Conselho de Administração da Cocamar, Luiz Lourenço, que foi recepcionado pelo diretor-superintendente da Cocal, Paulo Zanetti.

Comprometidos - O comprometimento das partes envolvidas é fundamental para o êxito do projeto. Pelo acordo, a Cocal entregou as terras já preparadas para o plantio de soja, aplicando em média, por hectare, 6 toneladas de calcário, 20 toneladas de torta de filtro e 350 quilos de fertilizantes químicos. Para cobertura do solo, os produtores plantaram milheto e, com o objetivo de garantir a eles toda a assistência e suporte técnico, a Cocamar realizou o cadastramento das áreas, contratou um engenheiro agrônomo exclusivo e ofereceu, por meio de sua corretora, um seguro diferenciado, que cobre uma produção de até 90 sacas por alqueire (37,1/hectare), garantindo que o agricultor seja ressarcido dos custos de produção em caso de intempérie. E para quem precisa, a cooperativa agilizou o contato com proprietários de maquinários, para a prestação de serviços de plantio e pulverização.

Como funciona - O modelo de arrendamento prevê que o produtor seja dispensado de pagamento em relação à quantidade de sacas necessárias para o custeio da produção. A partir daí, ele tem direito a um percentual de participação. De acordo com o gerente de negócios da Cocamar, Marco Antonio de Paula, esse formato é sustentável e possibilita mais segurança a todos. “Os riscos foram minimizados”, resume.

Áreas - Cada agricultor recebeu 120 alqueires em média (290,4 hectares) e o cultivo de soja ocorre na mesma área uma única vez, ao longo de 5 anos, iniciando um rodízio para a reforma do canavial. Cinco anos é o tempo do ciclo produtivo da cana.

Confiança - Os cooperados que participam do projeto estão confiantes em uma boa colheita. Eles plantam a soja no intervalo entre as fileiras de mudas de cana – uma faixa de 30 metros. O cooperado Santo Rossi e os filhos Fabiano e João Paulo produzem grãos em Primeiro de Maio, na divisa entre os dois estados e a 95 quilômetros de Narandiba, onde eles foram convidados pela Cocamar a assumir um lote de 124 alqueires (300 hectares) . Essa área é mais que o dobro em comparação aos 53 alqueires (128 hectares) que cultivam no Paraná, onde a família começou a lidar com soja em 1973.

Safra boa - Santo Rossi lembra que o plantio de soja atrasou um pouco em Narandiba por causa da falta de chuvas, mas nos meses seguintes não faltou umidade e a previsão é de uma safra tão boa quanto a que ele e os filhos geralmente colhem em terras paranaenses. O engenheiro agrônomo César Augusto Nardi, da Cocamar, que assiste os produtores do projeto, confirma o bom estágio de desenvolvimento da soja. Conforme Nardi, as lavouras não haviam enfrentado, até meados de janeiro, nenhum problema preocupante de ataque de pragas e doenças.

Satisfação - No vizinho município de Iepê fica o lote de 125 alqueires (302,5 hectares) que Wilson Palaro e José Antônio Gesualdo, ambos de Floresta PR), tocam em sociedade. Eles vieram para o areião diretamente de um dos solos mais férteis e valorizados do Paraná. Palaro conta que sentiu “um frio na barriga” quando a Cocamar propôs a ele participar do projeto, por causa do solo arenoso. Agora, ele se diz recompensado: “a lavoura está um espetáculo”. Ao retirar um dos pés de soja ao acaso, Palaro contou 90 vagens, um número que, pelos seus cálculos, daria uma média de pelo menos 140 sacas por alqueire (57,8 sacas/hectare). Na visão do produtor, oportunidades como essas não podem ser desperdiçadas por quem precisa ampliar os negócios.

Se dar bem - Produtores locais também estão participando, caso do cooperado João Carlos de Almeida, de Paraguaçu Paulista. Proprietário de 150 alqueires (363 hectares) em Rancharia, ele conduz 115 alqueires (278,3 hectares) em Iepê e também se diz satisfeito e confiante no sucesso do empreendimento. “Estou habituado a trabalhar em terras argilosas e arenosas, acredito que, como os demais, vamos nos dar muito bem por aqui.”

O Rally – O Rally Cocamar de Produtividade conta com o patrocínio das seguintes empresas: Spraytec, Basf, Sicredi União PR/SP, Zacarias Chevrolet (principais), Sancor Seguros, Texaco, Cocamar TRR, Elanco e Altofós Suplementos Minerais Cocamar, com o apoio do Cesb, Aprosoja-PR e Unicampo. (Imprensa Cocamar)

{vsig}2020/noticias/01/30/cocamar_cocal/{/vsig}

 

UNIMED LONDRINA: Cooperativa médica a alcança 100 mil clientes PJ

 

unimed londrina 30 01 20120

A Unimed Londrina alcançou a marca de 100 mil clientes PJ (empresas). Agora, a aingular atende quase 190 mil beneficiários de Londrina e região. Desde 2019, a carteira da Cooperativa passou a contar com mais clientes corporativos do que físicos. Este perfil é um dos objetivos da singular por entender que é mais seguro para o negócio. “É um marco bastante significativo e importante para a sustentabilidade do nosso negócio”, destaca o presidente da Unimed Londrina, Dr. Omar Taha. “Os planos de pessoa jurídica, pelo tipo de negociação que é feita e pelo tipo de serviço oferecido, trazem uma relação muito mais saudável para Cooperativa e consequentemente para os próprios beneficiários e cooperados”, complementa.

Atendimento de qualidade - O gerente de vendas, Ricardo Häussler, comemora o número dividindo a conquista com todos os colaboradores. “Concretizamos um sonho e precisamos celebrar juntos porque o resultado é nosso”, valoriza. “Estamos diante de um marco histórico para a nossa Singular que é chegar aos 100 mil clientes corporativos”, destaca. “Todo colaborador é um embaixador da marca”, comenta a gerente de Marketing e Comunicação, Dayane Santana. “O colaborador comprometido com o seu trabalho valoriza a imagem da Cooperativa diante do público para o qual ele presta seus serviços. Isso também estimula a preferência da Unimed perante a concorrência”, afirma.

Celebração - A Unimed Londrina preparou uma série de ações para celebrar a conquista. No último dia 27 de janeiro, os computadores da Cooperativa ganharam com um novo wallpaper estrelado por três colaboradores. Nele, a analista de Rede Assistencial Sara Raquel da Silva, a fisioterapeuta Melina Matsumura e o técnico de radiologia Ygor Cita aparecem encaixando o número “100.000” com blocos de peças. A campanha também contou com a adesivagem nos banheiros dos prédios da Singular e nos elevadores da sede administrativa. Além disso, todos os colaboradores receberam uma palha italiana em comemoração à conquista e participaram de fotos com a placa referente ao número de clientes PJ. (Imprensa Unimed Londrina)

 

ECONOMIA: Sicoob Unicoob promove palestra com Alexandre Mendonça de Barros

 

sicoob palestra 30 01 2020

A convite do Sicoob Unicoob, o engenheiro agrônomo e economista Alexandre Mendonça de Barros será um dos palestrantes no Show Rural Coopavel, evento que acontece de 3 a 7 de fevereiro, em Cascavel, no oeste do Paraná. A palestra, que tem como tema “Análise de Mercado e Conjuntura do Agronegócio”, acontecerá no dia 6 de fevereiro, às 15h, no auditório da Casa Paraná Cooperativo, localizada ao lado dos prédios da Assessoria de Imprensa e da Administração do Show Rural Coopavel. (Imprensa Sicoob)

 

 

SICREDI UNIÃO: Reinauguração de Agência de Sumaré será nesta sexta

 

sicredi uniao 30 01 2020

A agência da Sicredi União PR/SP que fica em Sumaré (distrito de Paranavaí) já tem 14 anos e, pela primeira vez, passou por reforma para ampliar e modernizar a estrutura física. A reinauguração será nesta sexta-feira (dia 31/01), às 9 horas, e deve reunir 50 pessoas, incluindo autoridades municipais. A agência fica na rua Militão Rodrigues de Carvalho, 1.062. Somente em 2019, a Sicredi União PR/SP inaugurou/reinaugurou 25 agências, sendo 14 em São Paulo e 11 no Paraná. Atualmente, já são 108 pontos de atendimento em toda área de abrangência.

Ampliação - De acordo com o gerente da agência Sumaré da Sicredi União PR/SP, Rogério Piccoli Pelizza, o prédio ganhou mais 16 metros quadrados de área útil para atendimento ao público. Além disso, um totem foi instalado para direcionar o atendimento. Já a comunicação, disposição do mobiliário e a fachada foram substituídas para seguir o novo leiaute do Sistema Sicredi. “O resultado de tudo isso é mais conforto e modernidade para receber os associados”, afirma.

Expansão é a expectativa - Com cerca de 2,2 mil associados, a reforma também traz expectativa de crescimento, afinal a agência passa a ter mais espaço e dois guichês reservados para, em um futuro próximo, serem ocupados por profissionais que atenderão o maior número de associados. Além disso, dois programas sociais da Sicredi União PR/SP estão em negociação para atuar ainda este ano em Sumaré. São eles o Programa A União Faz a Vida e o Programa Inclusão Digital.

Sobre o Sicredi - O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 4 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.600 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros (www.sicredi.com .br). (Assessoria Sicredi União)

 

 


Versão para impressão


RODAPE