Imprimir
cabecalho informe

Informe Paraná Cooperativo - edição nº 4747 | 22 de Janeiro de 2020

INTERCOOPERAÇÃO: Cooperativas contam com um novo espaço no Show Rural Coopavel 2020

 

A Casa Paraná Cooperativo é uma das novidades desta 32ª edição Do Show Rural Coopavel, entre os dias 3 a 7 de fevereiro, em Cascavel, no oeste do estado. Trata-se de uma área de dois mil metros quadrados destinada a divulgar o cooperativismo paranaense, seus produtos e serviços aos mais de 280 mil visitantes esperados no evento.

 

Estrutura - Estrategicamente localizada ao lado dos prédios da Assessoria de Imprensa e da Administração do Show Rural Coopavel, a Casa Paraná Cooperativo vai receber lideranças cooperativistas de todo o país e delegações de visitantes do exterior. O edifício de dois pavimentos conta com salas de reunião, ambiente de convivência, cozinha, banheiros, estandes com exposição de cooperativas e auditório com capacidade para mais de 200 pessoas.

 

Intercooperação - A estrutura é resultado de um projeto de intercooperação entre o Sistema Ocepar (Organização das Cooperativas do Paraná), Sistema OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras) e a Coopavel Cooperativa Agroindustrial. “Os cooperativistas que visitam o Show Rural terão um espaço adequado e confortável para recepcioná-los. A Casa Paraná Cooperativo terá um cronograma de atividades, exposições e palestras. Também promoverá os produtos e serviços das cooperativas e receberá autoridades, atuando como um espaço democrático para a discussão das demandas do setor. É um marco na história da participação das cooperativas neste que é um dos eventos tecnológicos mais importantes do mundo”, afirma o presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken.  

 

Histórico - O presidente da Coopavel e do Show Rural, Dilvo Grolli, também considera a parceria para a edificação da Casa Paraná Cooperativo um marco na história do evento. “Ficamos muito felizes em recepcionar um ambiente como esse, cuidadosamente pensado para integrar líderes, cooperados e pessoas que fazem do cooperativismo uma das mais fundamentais alavancas de desenvolvimento e de prosperidade do Paraná e do Brasil”, conclui.

 

Participantes - Nesta edição do Show Rural, até o momento, confirmaram a apresentação de estandes na Casa Paraná Cooperativo, as cooperativas Agrária, C.Vale, Coamo, Cocamar, Coonagro, Coopavel, Cooperaliança, Copacol, Cotriguaçu, Frimesa, Integrada, Lar. Unimed PR e Unium (Frísia, Castrolanda e Capal). Diariamente, durante o evento, haverá uma programação com fóruns e palestras. 

 

Confira:

 

programacao intercooperacao 22 01 2020

SHOW RURAL I: Cooperativas do Brasil e Paraguai vão tratar sobre inovação e conectividade

 

show rural I 22 01 2020Inovação, conectividade, criatividade e segurança serão alguns dos assuntos que serão tratados no Fórum de TI de Cooperativas do Brasil e Paraguai durante o Show Rural Digital, uma das atrações do 32º Show Rural Coopavel agendado para o período de 3 a 7 de fevereiro em Cascavel, no este do Paraná. Inédito, o evento vai reunir diretores e profissionais de TI de diversas cooperativas dos dois países.

 

Inovações - “Será uma grande oportunidade para ter acesso ao que há de mais novo na área, para promover a troca de conhecimentos e para ressaltar ainda com mais profundidade sobre como a inovação é fundamental e impactante para o setor”, diz o coordenador do SRD José Rodrigues da Costa Neto. Organizado pelo Show Rural Digital em parceria com Somoscoop, Sistema Ocepar e Sistema OCB, o Fórum será realizado nos dias 6 e 7 de fevereiro.

 

Programa - A recepção aos participantes terá início às 8 horas do dia 6 e a abertura às 9 horas. A primeira palestra será com o apresentador e diretor especializado em linguagem Clown, Márcio Ballas. Em seguida, falará Rafael Scaccabarozzi diretor da AWS. Ele abordará o tema AWS e a cultura da inovação na Amazon. 

 

À tarde - A agenda da tarde começará às 14 horas, com Antenor Nogara, country manager da Aruba, que exporá sobre Mobilidade e conectividade para transformar o seu negócio;  s 15 horas, o general Eduardo Garrido Castanheiras, do Parque Tecnológico Itaipu, falará sobre PTI e inovação para o agronegócio; às 17 horas,  Alexis Aguirre, diretor de Cyber Security da Unisys América, proferirá a palestra Tecnologia e segurança. 

 

Dia 7 - A programação terá início às 8h30: às 9 horas, Leandro Victorino de Moura, presidente da Celepar, apresentará o assunto Como o Paraná pensa e se prepara para o futuro?; às 10h30, Nycholas Szucko, diretor de Cybersecurity na Microsoft, falará sobre Oportunidades e desafios da Lei Geral de Proteção de Dados. No final da manhã ocorrerá o Business Lunch, e à tarde mais palestras. A inscrição ao Fórum de TI das Cooperativas do Brasil e Paraguai é gratuita. Ela pode ser feita no endereço https://www.sympla.com.br/forum-nacional-de-ti-das-cooperativas__735200.

 

O SRD - O Show Rural Digital vai ocorrer em uma área de 8,7 mil metros quadrados e terá a  participação de cerca de 150 expositores, entre eles grandes empresas mundiais e nacionais da inovação e tecnologia a exemplo da Microsoft, AWS, Huawei, Unisys, HPE, Lenovo, TOTVS, Hikvision, DELL EMC, Cresol, Biopark e PTI. Entre as atrações estarão hackathon, arena para testes e corridas de drones e veículos alternativos e Boot Camp, com a participação de cinco fundos de investimentos, além de Vila Startup, Fórum de Inovação do Iguassu Valley e carreta de negócios do Sebrae. (Assessoria Coopavel)

 

 

SHOW RURAL II: Máquinas, tratores e implementos já movimentam área do Show Rural

 

Máquinas, tratores e implementos de todos os tamanhos e cores já movimentam a área que de 3 a 7 de fevereiro de 2020 receberá a 32ª edição do Show Rural Coopavel. Serão milhares de exemplares do que há de mais sofisticado no mercado para o produtor rural conhecer e fechar negócio, diz o coordenador geral do evento, o agrônomo Rogério Rizzardi.

 

Top - O Show Rural Coopavel é o primeiro evento técnico do agronegócio de um calendário nacional que movimenta as principais regiões produtoras. Marcas que são líderes em seus segmentos apresentam lançamentos e novidades que unem o melhor da tecnologia com o melhor da eficiência. “Tudo para que o produtor rural possa produzir com mais agilidade e resultados cada vez mais significativos”, segundo Rizzardi.

 

Diferencial - O presidente da Coopavel (cooperativa que promove o Show Rural), Dilvo Grolli, informa que em uma época de tantas oportunidades e competição contar com o que há de mais sofisticado é um diferencial importante. “Por isso, aqui nesse evento, o agropecuarista tem uma enorme gama de opções em máquinas à disposição. Tudo para que ele possa conhecer, entender qual delas se encaixa melhor à sua necessidade e então confirmar o pedido.” Bancos e cooperativas de crédito que estarão no evento terão bilhões de reais à disposição para linhas de financiamento.

 

O evento - Criado em 1989 como um dia de campo, o Show Rural Coopavel chega à sua 32º edição como um dos três maiores do mundo. Será de 3 a 7 de fevereiro, e espera receber 250 mil pessoas e movimentar R$ 2 bilhões em negócios. Serão 650 expositores, empresas dos mais diferentes nichos ligados ao agronegócio. O acesso ao parque e o uso do estacionamento, que tem capacidade para 14 mil veículos, são gratuitos. Os portões estarão diariamente abertos à visitação das 8 às 18 horas. (Assessoria Coopavel)

 

{vsig}2020/noticias/01/22/show_rural_II/{/vsig}

 

TECNOLOGIA: Safratec promove um show de inovações

 

tecnologia 22 01 2020Com um conteúdo consistente, em que uma centena de empresas apresenta suas novidades em produtos e serviços para o agronegócio, o Safratec, promovido pela Cocamar Cooperativa Agroindustrial, que teve início na terça-feira (21/01) será aberto para visitação dos produtores nesta quarta-feira (22/01) e prossegue até amanhã, no Centro de Difusão de Tecnologias (UDT) em Floresta, região de Maringá (PR). A previsão é que mais de 6 mil produtores e técnicos prestigiem o evento, a mais importante feira do agronegócio regional. 

 

O melhor - O conteúdo foi cuidadosamente preparado para que o Safratec 2020 seja o melhor de todos os tempos. Uma centena de empresas e instituições de pesquisa parceiras vão apresentar seus produtos e serviços com foco na modernização da atividade e também para que o agricultor da região receba informações para ampliar seus níveis de produtividade. Ele poderá, por exemplo, avaliar o resultado da competição entre cultivares de soja e conferir a assertividade do uso de agroquímicos e fertilizantes. 

 

Demonstrações Um show de máquinas agrícolas – em exposição e operação - está sendo preparado pela Cocamar concessionária John Deere, levando informações sobre agricultura de precisão. Por outro lado, será possível aprofundar conhecimentos sobre manejo de solo, integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF) e café mecanizado. Recomenda-se ao participante dar uma passadinha no balcão de negócios da Cocamar, onde ele vai poder fazer a troca de insumos por grãos. E por falar em negócios, o produtor terá a oportunidade, também, de checar o desempenho de utilitários e veículos e fechar a sua compra em condições especiais oferecidas durante a feira.

 

Tecnologias - De acordo com o presidente do Conselho de Administração da Cocamar, Luiz Lourenço, “a transferência de tecnologias e conhecimentos é a função mais nobre e importante da cooperativa”. Segundo ele, essa é a forma de o produtor se manter competitivo em sua atividade. “O Safratec representa um grande esforço da cooperativa e de empresas parceiras para promover a evolução técnica dos cooperados”, observa, lembrando que há, na região, uma grande dispersão de produtividade entre os produtores. Enquanto alguns colhem de 60 a 70 sacas de soja por hectare, outros não saem da faixa de 50 sacas. A diferença está nas práticas e tecnologias empregadas. 

 

Safratec 

Aberto ao público dias 22 e 23: das 8 às 17 horas (acesso gratuito)

Local: Unidade de Difusão de Tecnologias da Cocamar em Floresta, às margens da PR-317 (Assessoria Cocamar)

 

SICREDI CAMPOS GERAIS PR/SP: Resultado recorde de R$ 52,9 milhões e distribuição de R$13,4 milhões aos associados na região

 

Mais de um quarto (25,4%) do resultado de R$ 52,9 milhões obtido pela Sicredi Campos Gerais PR/SP em 2019 – o equivalente a R$ 13,47 milhões – será distribuído aos associados por meio do pagamento dos juros de capital (que foram creditados nas contas em novembro) e das chamadas sobras, que dependem da aprovação das assembleias para definir o seu destino. 

 

Expansão - Na comparação com 2018, a cooperativa registrou crescimento de 7,8% na performance. Outra novidade foi a inclusão de 2% do resultado ao fundo social, usado em projetos focados em beneficiar a comunidade como um todo.

 

Assembleias - De 27 de janeiro a 6 de março, serão realizadas 26 assembleias nas agências da cooperativa em Ponta Grossa, Curitiba, Carambeí, Ipiranga, Castro, Ivaí, Colombo, Palmeira, Tibagi, Curiúva, Ventania e Piraí do Sul, no Paraná, além de Cajati e de Registro, em São Paulo. Também será realizada a  Assembleia Geral Extraordinária, onde os delegados representarão os votos de toda a região nas decisões da cooperativa. 

 

Programas - Nas assembleias serão apresentados os programas de desenvolvimento do cooperativismo de cunho social, educacional e ambiental realizados pela cooperativa em 2019, além da participação e o apoio em eventos sociais e culturais da região, através da destinação de aproximadamente R$1,2 milhão em mais de 450 eventos e a entrega de 5 agências inéditas, fechando 30 agências distribuídas na área de atuação exatamente no ano da celebração dos 30 anos.

 

Benefícios - “É satisfatório acompanhar o crescimento sustentável da cooperativa e, como consequência, o desenvolvimento de nossos associados. Ao fazermos uma cooperativa forte, com resultados sólidos, estamos beneficiando a comunidade como um todo”, explica o presidente da Sicredi Campos Gerais PR/SP, Popke Ferdinand Van Der Vinne. “É uma prerrogativa do cooperativismo permitir aos associados decidirem o destino dos seus recursos”, ressalta.

 

Princípios - A principal diferença entre um banco e uma cooperativa – ambos são regidos pelo Banco Central -- está no fato de a cooperativa seguir o caminho desejado pela maioria dos associados, respeitando os princípios da transparência e da democracia defendidos pelo cooperativismo. 

 

Reflexo - “Os associados são os donos do negócio. O resultado obtido pela cooperativa nada mais é do que o reflexo da confiança e do bom relacionamento que oferecemos. Nesse sentido, temos a preocupação em apresentar a solução financeira adequada para o momento de vida de cada associado, além de permitir que os recursos investidos circulem pela nossa região”, afirma o diretor-executivo da Sicredi Campos Gerais/PR/SP, Márcio Zwierewicz. (Assessoria Sicredi Campos Gerais PR/SP)

 

Confira as datas das assembleias da Sicredi Campos Gerais PR/SP – algumas cidades contam com mais de uma reunião devido ao número de núcleos:

27/01 – Tibagi (PR)

28/01 – Curiúva (PR), Ventania (PR) e Piraí do Sul (PR)

29/01 – Curitiba (PR)

30/01 – Registro (SP)

31/01 – Cajati (SP)

03/02 – Palmeira (PR)

04/02 – Ponta Grossa (PR)

05/02 – Curitiba (PR)

06/02 – Colombo (PR)

07/02 – Ivaí (PR)

10/02 – Castro (PR)

11/02 – Castro (PR)

12/02 – Ponta Grossa (PR)

14/02 – Ponta Grossa (PR)

17/02 – Castro (PR)

18/02 – Curitiba (PR)

19/02 – Curitiba (PR)

20/02 – Ipiranga (PR)

27/02 – Carambeí (PR)

02/03 – Ponta Grossa (PR)

03/03 – Curitiba (PR)

04/03 – Curitiba (PR)

05/03 – Ponta Grossa (PR)

06/03 – Ponta Grossa (PR)

Procure sua agência do Sicredi para saber mais detalhes sobre a sua assembleia. 

 

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 4 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.800 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros (www.sicredi.com.br).

 

*Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

 

{vsig}2020/noticias/01/22/sicredi_campos_gerais/{/vsig}

SICREDI I: Paulistão Sicredi 2020 começa com novos comandantes e expectativa de grandes disputas

 

sicredi I 22 01 2020O Paulistão Sicredi 2020 começa nesta quarta-feira (22/01) com novidades nos grandes clubes e a promessa de disputas acirradas pelo título. O Sicredi, que já deu nome ao Campeonato Paulista 2019, segue como “tittle sponsor” do principal torneio estadual do país em 2020. 

 

Vínculo - “A cooperação e o jogo coletivo são essenciais em um esporte como o futebol, ainda mais em campeonatos bastante disputados, como o Paulista. Valorizar ações e esportes que reforçam valores iguais aos das cooperativas de crédito e que criam vínculo com as regiões onde atuamos são motivadores para continuarmos incentivando este esporte”, afirma gerente de Marketing da Central Sicredi PR/SP/RJ, Rogério Leal. 

 

Comando - Nesta temporada, três dos quatro grandes times paulistas estão com técnicos recém-contratados. O atual tricampeão Corinthians aposta em Tiago Nunes, ex- Athletico Paranaense, para dirigir a equipe, que  conta com reforços como o atacante Luan, ex-Grêmio. Já o Palmeiras aposta na experiência do técnico Vanderlei Luxemburgo, que retorna ao clube com grande histórico de títulos no Estadual. O Santos também fez alteração no comando do elenco e trouxe o português Jesualdo Ferreira.

 

Aposta - Mantendo o técnico Fernando Diniz, o São Paulo entra na competição apostando em nomes de veteranos famosos, como Daniel Alves e Alexandre Pato para quebrar o jejum da competição, que dura 15 anos (último título do Estadual foi em 2005).

 

Expectativa - Ao todo, 16 clubes brigarão pelo título do Paulistão Sicredi 2020, com grande expectativa sobre o Red Bull Bragantino que, no ano passado, garantiu vaga na série A do Brasileirão, competição que não disputava desde 1998.

 

Ampliando o incentivo - Há alguns anos, o Sicredi vem consolidando a sua marca no futebol brasileiro, como patrocinador de outros torneios, inclusive da Copa do Brasil e o Torneio UBER Internacional de Futebol Feminino de Seleções. E não é só no futebol tradicional que a instituição investe: a partir de 2020 também passa a ser uma das principais apoiadoras do Futsal do Paraná, além de torneios de Futsal em nível nacional. (Assessoria Sicredi)

 

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 4 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.800 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros (www.sicredi.com.br).

 

*Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

 

 

SICREDI II: Sicredi é patrocinador oficial do Campeonato Carioca

 

sicredi II 22 01 2020O Campeonato Carioca abriu a temporada dos campeonatos estaduais do Brasil. O torneio, que começou a ser disputado no último sábado (18/01), conta, pelo terceiro ano consecutivo, com o patrocínio do Sicredi, instituição financeira cooperativa com mais de 4 milhões de associados e que nos últimos anos vem consolidando a sua marca no futebol brasileiro. 

 

Apoio - “A cooperação e o jogo coletivo são essenciais em um esporte como o futebol, ainda mais em campeonatos bastante disputados, como o Carioca. Valorizar ações e esportes que reforçam valores iguais aos das cooperativas de crédito e que criam vínculo com as regiões onde atuamos são motivadores para continuarmos incentivando este esporte”, afirma o gerente de Marketing da Central Sicredi PR/SP/RJ, Rogério Leal. 

 

Novidades - Em 2020, o Campeonato Carioca teve alterações no regulamento. Os 12 times estão divididos em dois grupos. Na Taça Rio, as equipes da mesma chave se enfrentam. Já na Taça Guanabara, as equipes de grupos diferentes fazem as disputas. Os vencedores de cada turno farão a final do Carioca. A novidade é que, se um time ganhar as duas fases, somente garante o título se também tiver, também, o maior somatório de pontos nas duas etapas da competição. A novidade promete deixar a disputa ainda mais acirrada. 

 

Expansão dos patrocínios - O Sicredi se tornou um dos principais apoiadores do futebol brasileiro. Além do Campeonato Carioca, a instituição financeira cooperativa é patrocinadora do Paulistão e da Série A2 (com o naming right da competição: Paulistão Sicredi) e da Copa São Paulo de Futebol Júnior, maior torneio de base do país e que está em sua fase decisiva. 

 

Modalidades - Há alguns anos, o Sicredi vem consolidando a sua marca no futebol brasileiro, como patrocinador de diversos torneios, inclusive da Copa do Brasil. E não é só no futebol tradicional que a instituição investe: a partir de 2020 também passa a ser uma das principais apoiadoras do Futsal do Paraná, além de torneios de Futsal em nível nacional. (Assessoria Sicredi)

 

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 4 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.800 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros (www.sicredi.com.br).

 

*Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

 

 

SICOOB: Crédito consignado com taxas reduzidas para aposentados do INSS

 

sicoob 22 01 2020Em alusão ao Dia do Aposentado, comemorado em 24 de janeiro, o Sicoob irá promover de 20 a 24 de janeiro, a “Semana do Aposentado”. Durante o período, aposentados e pensionista do INSS terão acesso ao crédito consignado com taxas reduzidas, a partir de 1,18% ao mês. Além das taxas mais atrativas, a contratação é fácil e o desconto é feito direto no benefício.

  

Alternativa - As cooperativas financeiras são uma alternativa mais justa para as pessoas que buscam crédito. Uma das linhas mais atrativas do Sistema é o crédito consignado. A contratação pode ser feita em uma das agências do Sicoob, por cooperados e não cooperados.

 

Confira as condições da Semana do Aposentado para o Crédito Consignado do Sicoob:

 

 

Mês de janeiro

Semana do aposentado

Prazo

Taxas de Juros a.m.

Taxas de Juros a.m.

Até 6 parcelas

1,20%

1,18%

De 7 a 12 parcelas

1,23%

1,23%

De 13 a 24 parcelas

1,25%

1,20%

De 25 a 36 parcelas

1,34%

1,21%

De 37 a 48 parcelas

1,36%

1,24%

De 49 a 60 parcelas

1,42%

1,38%

De 61 a 72 parcelas

1,45%

1,41%

 

Sobre o  Sicoob O Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil, Sicoob, possui 4,47 milhões de cooperados em todo o país e está presente em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal. É composto por 450 cooperativas singulares, 16 cooperativas centrais e a Confederação Nacional das Cooperativas do Sicoob (Sicoob Confederação). Integram, ainda, o Sistema, o Banco Cooperativo do Brasil do Brasil (Bancoob) e suas subsidiárias (empresas/entidades de: meios eletrônicos de pagamento, consórcios, DTVM, seguradora e previdência) provedoras de produtos e serviços especializados para cooperativas financeiras. A rede Sicoob é a quinta maior entre as instituições financeiras que atuam no país, com mais de 2,9 mil pontos de atendimento. As cooperativas integrantes do Sistema oferecem aos cooperados serviços de conta corrente, crédito, investimento, cartões, previdência, consórcio, seguros, cobrança bancária, adquirência de meios eletrônicos de pagamento, dentre outras soluções financeiras . Mais informações acesse:  www.sicoob.com.br.  (Assessoria Sicoob)

#cooperativismo#sistemaocepar;#crédito;#economia:  

SEGUROS UNIMED: Companhia conquista certificações e reforça a qualidade do seu modelo de gestão

 

seguros unimed 22 01 2020Focada no trabalho contínuo para fortalecer o modelo de gestão, a Seguros Unimed, grupo segurador e braço financeiro do Sistema Unimed, recebeu uma série de certificações que reforçam a busca pela qualidade e excelência em seus serviços. 

 

Destaque - Entre os destaques está a manutenção da certificação ISO 9001:2015 e da acreditação RN 277, pelo Programa de Acreditação de Operadoras da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Além disso, a Seguros Unimed recebeu a ISO 31000: 2018, de gestão de riscos, no nível ouro em todos os segmentos de negócio (Saúde, Odontologia, Vida, Previdência e Ramos Elementares), tornando-se uma das seguradoras pioneiras do país a conquistar esta certificação. 

 

Fortalecimento - “A Seguros Unimed busca, continuamente, fortalecer o seu modelo de gestão e conta com um time de colaboradores focados em aprimorar a qualidade dos nossos serviços, garantindo a satisfação dos nossos clientes, e assegurando o gerenciamento de riscos na organização”, destaca o diretor-presidente da Seguros Unimed, Helton Freitas. 

 

Sobre a Seguros Unimed 

`Cuidar para transformar´. Essa é nossa especialidade, a nossa essência. Temos 30 anos de trajetória no mercado brasileiro, ofertando soluções em seguros para o Sistema Unimed, para as Cooperativas e para o Sistema de Saúde. Nossa missão inicial era comercializar planos de previdência privada para os médicos cooperados ao Sistema Unimed em todo o país. Com o passar dos anos, ampliamos os nossos negócios e ganhamos participação no mercado segurador brasileiro, atendendo a 6 milhões de clientes também nos segmentos de Saúde, Odontologia, Vida e Ramos Elementares -- estes com ênfase nos seguros de Responsabilidade Civil Profissional. Atualmente, possuímos 1,3 mil colaboradores presentes em 22 escritórios regionais, além da Matriz e da Central de Relacionamento, situadas em São Paulo. Com crescimento superior a 14% em 2019, a companhia está entre as maiores e mais sólidas do mercado, segundo os rankings da imprensa de negócios. (Assessoria Seguros Unimed)

 

 

INDICADOR: Confiança da indústria cresce 1,1 ponto na prévia de janeiro deste ano

 

indicador 22 01 2020A confiança dos empresários da indústria cresceu 1,1 ponto na prévia de janeiro deste ano, na comparação com o resultado consolidado de dezembro de 2019. Com isso, o indicador chegou a 100,5 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (22/01) pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

 

Cenário - O aumento da confiança foi puxado pelo crescimento das expectativas dos empresários em relação aos próximos meses. O Índice de Expectativas cresceu 2,4 pontos e atingiu 101,6 pontos, o maior valor desde junho de 2018 (102,3 pontos).

 

Recuo - O Índice da Situação Atual, que mede a confiança dos empresários no momento presente, recuou 0,3 ponto, para 99,3 pontos.

 

Capacidade - O resultado preliminar de janeiro indica aumento de 0,4 ponto percentual do Nível de Utilização da Capacidade Instalada da Indústria, para 75,5%. (Agência Brasil) (Foto: José Paulo Lacerda/CNI)

 

 

ECONOMIA I: Dólar ultrapassa R$ 4,20 e fecha no maior valor do ano

 

economia I 22 01 2020Em um dia tenso no mercado, a Bolsa de Valores caiu, e o dólar norte-americano fechou no maior valor em mais de um mês e meio. O dólar comercial encerrou a terça-feira (21/01) vendido a R$ 4,206, com alta de R$ 0,017 (0,4%). A divisa está no maior valor de fechamento desde 2 de dezembro (R$ 4,214).

 

Valores - O dólar operou em alta durante toda a sessão e fechou próxima do valor máximo do dia. A moeda norte-americana acumula valorização de 4,8% em 2020. A volatilidade também refletiu-se na cotação do euro, que fechou o dia vendido a R$ 4,67, com alta de 0,42%.

 

Tensão - No mercado de ações, o dia também foi de tensões. O Ibovespa, índice da B3 (antiga Bolsa de Valores de São Paulo), fechou o dia em queda de 1,03%, aos 117.026 pontos. A Bolsa interrompeu uma sequência de três sessões de alta.

 

Contaminação - A sessão foi marcada pelo receio de que o novo vírus descoberto na China traga impactos para a segunda maior economia do planeta. O país asiático confirmou a sexta morte pelo coronavírus, que provoca pneumonia. A China e países próximos adotaram medidas para conter a disseminação da doença.

 

EUA - A alta do dólar e a queda na bolsa intensificaram-se no meio da tarde, quando foi confirmado o primeiro caso de infecção pelo novo vírus nos Estados Unidos. (Assessoria Agência Brasil) (Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

 

ECONOMIA II: PIB cresce 0,8% no trimestre encerrado em novembro, aponta FGV

 

economia II 22 01 2020O Produto Interno Bruto (PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos no país) cresceu 0,8% no trimestre encerrado em novembro de 2019 na comparação com o trimestre findo em agosto daquele ano. O dado é do Monitor do PIB, divulgado na terça-feira (21/01) pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

 

Avanço - Segundo a FGV, o PIB cresceu 1,9% na comparação com o trimestre encerrado em novembro de 2018 e 1% na taxa acumulada em 12 meses. Considerando-se apenas o mês de novembro, o PIB teve altas de 0,3% na comparação com outubro de 2019 e de 1,6% em relação a novembro de 2018.

 

Setores - Na comparação do trimestre encerrado em novembro com o trimestre findo em agosto de 2019, a alta de 0,8% foi influenciada por um crescimento no mesmo patamar, de 0,8%, do setor de serviços. A indústria cresceu 0,5% e a agropecuária, 0,3%. (Agência Brasil)

ECONOMIA III: Brasil cria centro para indústria 4.0 no Fórum Econômico Mundial

 

economia III 22 01 2020Em parceria com o Fórum Econômico Mundial, organização que reúne líderes e empresários de todo o mundo, o Brasil anuncia nesta quarta-feira  (22/01) a instalação do primeiro centro de estudos e pesquisa voltado para a indústria 4.0. O secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa, e o governador de São Paulo, João Doria, participarão da solenidade em Davos, na Suíça.

 

PPP - Chamado de C4IR Brasil, o centro entrará em operação ainda no primeiro semestre deste ano. A entidade é uma parceria público-privada entre o Ministério da Economia, o governo do estado de São Paulo e empresas de atuação global.

 

Objetivo - Segundo o Ministério da Economia, o novo centro terá como objetivo estimular a adoção de novas tecnologias e melhorar a inserção do Brasil nas cadeias globais de valor (onde indústrias de um país produzem ou montam componentes para fabricação em outros países), ampliando a competitividade e a produtividade das empresas brasileiras.

 

Difusão - Entre as tecnologias da indústria 4.0, o centro pretende estimular a adoção da internet das coisas (em que objetos se comunicam pela internet) e o uso da inteligência artificial na indústria. O centro procurará levantar os principais desafios socioeconômicos para a disseminação desses instrumentos, propondo soluções.

A solenidade de lançamento do C4IR Brasil ocorrerá no Centro de Congressos de Davos, onde ocorre a reunião anual do Fórum Econômico Mundial, às 18h no horário local (14h no horário de Brasília). Pela ordem, discursarão no painel Marisol Argueta, chefe da América Latina e membro do Conselho Executivo do Fórum Econômico Mundial; o secretário Carlos da Costa e o governador João Doria. (Agência Brasil)

EDUCAÇÃO: Estudo da OCDE mostra futuro das profissões no mundo

 

educacao 22 01 2020Medicina, direito, engenharia, pedagogia e licenciaturas estão entre as carreiras mais procuradas por estudantes de 15 anos em 41 países. No Brasil, quase dois a cada três estudantes pretendem seguir as dez profissões mais citadas no questionário do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) 2018 por aqueles que fizeram as provas. 

 

Expectativa - Os resultados estão no estudo “Empregos dos sonhos? As aspirações de carreira dos adolescentes e o futuro do trabalho”, divulgado nesta quarta-feira (22/01) pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). A publicação analisa, entre outras, as respostas à pergunta: “Qual profissão você espera ter aos 30 anos de idade?”, feita aos participantes do Pisa. O levantamento analisa ainda os resultados dos países que participaram da edição do exame em 2000 e em 2018. 

 

Mudanças - “As aspirações profissionais dos jovens são importantes”, diz o estudo. “As aspirações de carreira dos adolescentes são um bom preditor dos empregos que os alunos podem ocupar quando adultos”, observa. A intenção é mostrar também como essas aspirações mudaram ao longo do tempo.

 

Mulheres - Os rankings das profissões mais desejadas variam de acordo com o gênero dos estudantes. Entre as mulheres, tanto em 2000 quanto em 2018, medicina, direito, pedagogia e licenciaturas, enfermagem, psicologia, administração e veterinária estão entre as top 10. Em 2000, profissões como jornalista, secretária e cabeleireira completavam o ranking. Em 2018, elas saíram e deram lugar às ocupações de designers, arquitetas e policiais. 

 

Homens - Entre o público masculino, as profissões mais procuradas em 2018 foram engenheiro, administrador, médico, advogado, profissional de educação física, arquiteto, mecânico automobilístico, policial e profissional de tecnologia da informação e comunicação. As profissões são as mesmas desejadas em 2000, apenas mudaram de lugar no ranking. Engenharia, que ocupava a terceira posição entre os meninos, passou a ser a mais buscada. 

 

Características - “De maneira esmagadora, são mais frequentes os meninos que esperam trabalhar em ciência e engenharia do que as meninas, mesmo quando meninos e meninas têm o mesmo desempenho no teste científico do Pisa, mas esse nem sempre é o caso. Além disso, em muitos países, o nível de interesse das meninas por essas profissões é maior do que o dos meninos”, diz o estudo. 

 

Aspiração - No Brasil, 63% dos estudantes de 15 anos querem seguir essas carreiras. O índice só é superado pela Indonésia, com 68%. França e República Tcheca têm o  menor percentual, 36%.

 

Futuro das profissões - O estudo analisou também os riscos de as profissões escolhidas pelos estudantes não existirem mais no futuro devido ao uso de robôs e de inteligência artificial para substituir trabalhadores. De acordo com o texto, a maioria das carreiras mais populares entre os jovens, como profissionais de saúde e sociais, culturais e legais, tende a ter baixo risco de automação.

 

Automação - No entanto, fora do ranking das profissões top 10, “muitos jovens selecionam empregos com risco muito maior de automação. Ao todo, 39% dos empregos citados pelos participantes do Pisa correm o risco de ser automatizados dentro de 10 a 15 anos”. 

 

Heterogêneo - O estudo mostra que o risco de automação varia entre países. Na Austrália, Irlanda e no Reino Unido, cerca de 35% dos empregos citados pelos estudantes correm o risco de automação. Na Alemanha, Grécia, Japão, Lituânia e Eslováquia, mais de 45% desses empregos estão em risco.

 

Estudo - O Pisa é aplicado a cada três anos e avalia estudantes de 15 anos quanto aos conhecimentos em leitura, matemática e ciências. Em 2018, o Pisa foi aplicado em 79 países e regiões a 600 mil estudantes. No Brasil, cerca de 10,7 mil estudantes de 638 escolas fizeram as provas. (Agência Brasil) (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

 


Versão para impressão


RODAPE