Imprimir
CABECALHO

Informe Paraná Cooperativo - edição nº 4588 | 31 de Maio de 2019

CASTROLANDA: Presidente Bolsonaro recebe convite para Agroleite 2019

castrolanda 31 05 2019A deputada federal Aline Sleutjes (PSL) entregou em mãos ao presidente Jair Messias Bolsonaro o convite para a abertura oficial do Agroleite 2019, marcada para a terça-feira (13/08) na Cidade do Leite, em Castro/PR.

Importância do evento- Aline Sleutjes se reuniu com o chefe de Estado, na terça-feira (29/05) e aproveitou a ocasião para falar sobre a importância do evento. O presidente se mostrou interessado em conhecer o Agroleite principalmente quando a deputada relatou a importância do município na produção de leite.

Colegiado - Por meio de um requerimento apresentado e aprovado na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, a deputada também convidou os pares do colegiado para participar da feira e durante a cerimônia do PSL Mulher, a qual foi empossada como vice-presidente nacional, convidou a senadora Soraya Thronicke (PSL/MS) e o dirigente máximo da legenda Luciano Bivar (PSL/PE).

Mais - Também entregou convite do Agroleite 2019 ao presidente da Frente Parlamentear da Agropecuária (FPA), deputado Alceu Moreira (MDB/RS). Na sequência, em audiência no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), a congressista paranaense convidou também o secretário especial de Assuntos Fundiários, Luiz Antônio Nabhan Garcia para o evento.

Agricultura - “Uma das minhas bandeiras como parlamentar é a agricultura. Dedico uma grande parcela das minhas atividades para defender e apoiar o setor que coloca comida nas mesas dos brasileiros, além de ser o motor da economia nacional, ao gerar emprego e renda para milhões de trabalhadores. Estou fazendo o máximo para apoiar o evento que mostra todo o potencial do município em que nasci e cresci, gera grande evidência para região em níveis nacional e internacional. Prova disso é o nosso título de ‘Capital Nacional do Leite’. Somos vitrine para o mundo”, afirmou a deputada.

Agroleite 2019- Um novo olhar é o tema da edição 2019 do Agroleite, que será realizado no período de 13 a 17 de agosto, na Cidade do Leite e Parque de Exposições Dario Macedo em Castro. Confira as informações e a programação completa em www.agroleitecastrolanda.com.br

(Imprensa Agroleite)

Serviço:

Agroleite 2019

19ª edição

Data: 13 a 17 de agosto

Local: Cidade do Leite e Parque de Exposições Dario Macedo – Castro/PR

Horário: Das 8 às 18 horas

Mais informações sobre o evento podem ser acessadas pelo site www.agroleitecastrolanda.com.br

 

 

COCAMAR: Na Semana do Meio Ambiente, destaque para os sistemas integrados

Ao mesmo tempo em que é uma oportunidade para o desenvolvimento econômico das regiões onde as pastagens encontram-se degradadas e o retorno com a atividade pecuária não atende às expectativas, o sistema de integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF) se destaca como uma conquista para o meio ambiente. O modelo, que já conta com mais de 15 milhões de hectares no país, em diferentes formatos, promove, entre outros benefícios, a preservação do solo, a redução do uso de pesticidas e a menor emissão de carbono na atmosfera.

Volume - A Semana do Meio Ambiente, que começa neste sábado (01/06), marca o exato momento em que os pastos do sistema de integração apresentam abundância - resultado do manejo do solo e da semeadura de capins de ciclo temporário -, enquanto as pastagens tradicionais definham com a chegada do período mais frio do ano.

Solução natural - Incentivada pela Cocamar desde 1997, a ILPF já soma mais de 160 mil hectares nas regiões da cooperativa, em especial nos solos arenosos do noroeste paranaense, oeste paulista e sul do Mato Grosso do Sul. “A integração vai avançando como uma solução natural, inovadora e sustentável”, afirma o presidente do Conselho de Administração, Luiz Lourenço, reconhecido como um dos maiores defensores do sistema no país.

Como funciona - A agonia da pecuária tradicional, que já não se sustenta por sua baixa produtividade e os altos custos, tem levado pecuaristas a repensarem o negócio, abrindo caminho para a integração. Em resumo, mediante uma mínima intervenção no solo, os pastos são reformados com soja durante a primavera-verão, em área que vai receber capim braquiária a seguir, no outono-inverno. Além de servir de pasto de qualidade, a braquiária, pelo grande volume de palha remanescente no solo, servirá de base para o plantio direto no ciclo seguinte de soja.

Floresta - O modelo se completa com o plantio de floresta de eucaliptos, em espaços intercalares, para promover conforto térmico aos animais e uma fonte adicional de renda para o proprietário, com a venda de madeira.

Reconhecimento - Durante a recente Expoingá em Maringá, na sua palestra durante o fórum sobre ILPF, o pesquisador da Embrapa, Renato de Aragão, lembrou que ONGs de atuação internacional sempre muito críticas ao agronegócio brasileiro, reconhecem a importância dos sistemas integrados para o meio ambiente. A WWF, por exemplo, emitiu parecer expressando que “a ILPF aumenta a produtividade, reduz riscos de produção, agrega valor aos produtos e aumenta a qualidade ambiental”. A ONG citou ainda que a ILPF “é estratégica para mitigar emissões de gás de efeitos estufa (GEE) da agricultura” e “a expansão da adoção de ILPF pode ser uma estratégia eficiente para redução do desmatamento”. (Imprensa Cocamar)

SICREDI ALIANÇA: Programa de Estágios oferece oportunidade de crescimento profissional

1sicredi alianca 31 05 2019A Sicredi Aliança PR/SP deu início recentemente ao Programa de Estágios Aliança. O objetivo é oportunizar a complementação dos estudos, colocando em prática os conteúdos abordados na faculdade, unindo teoria e prática, além de desenvolver e atrair talentos. O programa é composto por 22 pessoas, sendo 12 na área de atuação da cooperativa no estado do Paraná compreendendo os municípios de Marechal Cândido Rondon, Entre Rios do Oeste, Mercedes, Pato Bragado e Quatro Pontes e 10 no estado de São Paulo, nas cidades de Guaíra, Ituverava, Orlândia, Pitangueiras, Monte Alto, São Joaquim da Barra, Jaboticabal, Bebedouro e Barretos.

Novos desafios- O gerente de Gestão de Pessoas da Sicredi Aliança PR/SP, Rodinei de Azevedo, destaca que esta é uma forma de colocar em prática o planejamento estratégico da cooperativa e cumprir o papel de desenvolver pessoas preparando-as para assumir novos desafios. “O programa bem formatado, que traz direcionamentos e ajuda envolver o estagiário nas atividades da cooperativa, ajuda e muito no desenvolvimento da carreira profissional. Proporcionamos conhecimento técnico, comportamental, experiências e visão de futuro para que possamos pensar no momento que vem pela frente. O nosso objetivo ao estruturar esses programas de formação, é despertar também o interesse em crescer dentro da empresa.”, ressaltou. “Vale acrescentar que o Sicredi está entre as melhores empresas para se começar a carreira, segundo a revista Você S/A, sendo uma boa oportunidade para dar os primeiros passos no mercado de trabalho”, completou.

Expansão - “Nossa cooperativa vive um momento de expansão onde constantemente surgem novas oportunidades. Precisamos ter pessoas preparadas para crescer conosco. Eu comecei a minha carreira profissional no Sicredi como estagiário e gostaria que todos os que entram no Sicredi nesta função tenham a oportunidade de se desenvolver e até mesmo assumir posições de liderança no futuro. É importante proporcionar às pessoas o seu primeiro emprego e possibilitar que conheçam o mercado financeiro através do cooperativismo. A geração de empregos também ajuda a desenvolver as regiões onde atuamos e consequentemente conseguimos cumprir o nosso propósito que é agregar renda e melhorar a qualidade de vida das pessoas”, expôs o Diretor Executivo, Fernando Barros Fenner.

Oportunidade - Laura Scapim Delmonico é uma das participantes do Programa de Estágios Aliança na agência de São Joaquim da Barra-SP. Para ela, é uma porta que se abre e uma oportunidade para desenvolvimento pessoal e profissional. “A cooperativa preparou tudo para que pudéssemos ser bem recebidos e sentir o cooperativismo desde o primeiro dia. Estou muito animada e agradecida pela oportunidade que trará crescimento não só profissional mas pessoal também. O Sicredi dá o melhor por nós e uma forma de retribuir é dar o meu melhor”, disse.

Sobre o Sicredi- O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 4 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.600 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros (www.sicredi.com.br). (Imprensa Sicredi Aliança PR/SP)

*Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

 

 

SICREDI RIO PARANÁ: Agência é inaugurada em Santo Anastácio (SP)

sicredi rio parana 31 05 2019Nesta sexta-feira (31/05), o município de Santo Anastácio (SP) ganha uma agência da cooperativa Sicredi Rio Paraná PR/SP. Esta é a primeira agência da cooperativa de crédito na cidade que possui aproximadamente 20 mil habitantes.

Presenças - A cerimônia de inauguração contará com a presença dos sócios fundadores da agência. Além do presidente da Sicredi Rio Paraná PR/SP Dr. Jorge Bezerra Guedes, do Diretor Executivo da cooperativa, Vanderlei de Oliveira, do Diretor de Operações, Bruno Moreira, dos

Gerentes de Desenvolvimento Regional, José Dardosse e Vanessa Gutowiski, e autoridades locais.

Força da união- As cooperativas de crédito representam a força da união de pessoas em torno de objetivos comuns. Elas criam oportunidades de negócios e fortalecem a região onde está presente.

Pessoas - Com mais de 4 milhões de associados em todo o País, o Sicredi é uma instituição financeira cooperativa feita por pessoas para pessoas. Presente em 22 estados brasileiros tem como diferencial um modelo de gestão que valoriza a participação, no qual os sócios votam e decidem sobre os rumos da sua cooperativa de crédito.

Diferencial - O relacionamento é um dos nossos maiores diferenciais. O Sicredi valoriza a proximidade para oferecer aos associados muito mais do que produtos e serviços, e sim soluções que cooperam com o momento de vida de cada um.

Abrangência - Esta é a 24 agência da cooperativa que está presente em 23 cidades dos estados do Paraná e São Paulo.

Localização - A agência fica na Avenida Nove de Julho, 365, no centro da cidade. Está aberta ao público a partir de segunda-feira, dia 3, às 11h.

Mais - Para saber mais acompanhe nossas redes sociais pelo @sicredirioparana ou #sicredirioparana. (Imprensa Sicredi Rio Paraná PR/SP)

 

 

SICOOB UNICOOB: Diretor da Central palestra em evento para líderes de CSC de todo o país

sicoob unicoob 31 05 2019O diretor de Serviços e Tecnologia do Sicoob Central Unicoob, Emerson Iten, foi um dos palestrantes do Shared Services Leadership Fórum 2019, evento promovido pelo Instituto de Engenharia de Gestão (IEG) e que foi realizado no último dia 21, em São Paulo.

Auxílio - O IEG é responsável por auxiliar na coordenação e organização dos cinco principais grupos de discussão em Centros de Serviços Compartilhados do país, entre eles o SOMAR, do qual o Sicoob Unicoob faz parte. O diretor, que neste ano foi eleito coordenador do grupo, participou de um debate com o tema "Quanto o planejamento dos negócios está influenciando na estratégia do seu Centro de Serviços Compartilhados? E o contrário também acontece?”.

Planejamento estratégico- Em sua apresentação, Emerson falou sobre o planejamento estratégico do CSC da Central Unicoob e como ele está aliado ao negócio. Segundo ele, o assunto é muito interessante já que em outras empresas, a área é quase que uma unidade de negócio especifica.

Sinergia - “No nosso modelo, temos sinergia muito maior. Isso porque o planejamento estratégico do Sicoob Unicoob foi construído pela Unidade de Gestão Estratégica (UGE), com envolvimento direto do CSC e vice-versa. Dessa forma, sabemos tudo que está acontecendo, o que nos permite realizar a capacitação da equipe e melhorar ainda mais a assertividade”, afirma.

Sobre o Shared Services Leadership- O evento surgiu em 2014 e se consagrou como o principal evento voltado para líderes de CSC do país. Em 2019, o Shared Services Leadership reuniu líderes e diretores responsáveis pelas tomadas de decisões das empresas de CSCs para uma grande troca de experiências que visam soluções estratégicas de mercado, por meio de debates, palestras e discussões em mesas redondas. (Imprensa Sicoob Unicoob)

SICOOB METROPOLITANO: Apresentados os resultados da Semana Nacional de Educação Financeira

2sicoob metropolitano 31 05 2019O Sicoob Metropolitano, em parceria com o Instituto Sicoob e voluntários da Central Unicoob, superou as expectativas das ações da 6ª Semana Nacional de Educação Financeira (Enef), realizada entre os dias 20 e 25 de maio. Com 13 ações executadas, a cooperativa impactou diretamente 2.636 pessoas nas cidades de Maringá, Sarandi, Floresta e Paiçandu.

Programação - Fizeram parte da programação palestras de Educação Financeira em escolas, apresentações da peça teatral “Em meu bolso cabe um sonho” e as Clínicas Financeiras, que tinham como objetivo oferecer orientações sobre orçamento familiar, investimentos e dívidas.

Gratificante - Segundo o analista Contábil de Processo e Qualidade, Gabriel Amauri Mattana, participar das ações foi gratificante. “Essa foi a primeira vez que pude atuar como voluntário dos eventos da Semana Enef, o que me fez ver as pessoas de outra maneira. Tenho certeza que vou levar essa experiência para toda vida, já que me enriqueceu muito como pessoa”, afirma. (Imprensa Sicoob Unicoob)

 

 

UNIPRIME: Disponibilizadas novas atualizações no APP

Considerados essenciais nos dias de hoje, os aplicativos para celulares das instituições financeiras caíram rapidamente no gosto dos usuários e é uma das ferramentas mais importantes no relacionamento entre a instituição e o cliente.

Evolução - O APP Uniprime Mobile Banking está em constante evolução e se destaca por proporcionar uma ótima experiência aos cooperados, proporcionando rápida interação com as demandas financeiras.

Destaque - "Entre as últimas atualizações do nosso app, destaco o DDA – Débito Direto Autorizado, que é uma funcionalidade onde o cooperado consegue ver todos os títulos que ele tem para pagar sem a necessidade de gerar boleto. Por exemplo, se eu faço uma compra na internet e gero um boleto, ele aparecerá automaticamente nesta nova funcionalidade. É um conforto para o cooperado", detalha Vinícius Evangelista de Souza, Analista de T.I. da Uniprime.

Melhorias - Vale lembrar que a cooperativa também promove periodicamente melhorias de performance no aplicativo, garantindo que a interação e usabilidade seja mais fácil e completa. "Outra atualização recente foi a ativação de favorecidos via impressão digital e para os aparelhos IOS, Iphone X e superior, o reconhecimento facial. Além disso, adicionamos uma tela de confirmação de TED, o que possibilita conferência dos dados antes da liberação da TED pelo cooperado", conclui o Analista.

Disponibilidade - O APP Uniprime Mobile Banking, o aplicativo do ícone azul, está disponível no Google Play (Android) e App Store (iOS). (Imprensa Uniprime)

INSTRUÇÕES NORMATIVAS: Novas regras para produção de leite entram em vigor em todo o país

instrucoes normativas 31 05 2019As novas regras para produção e padrão de qualidade do leite cru refrigerado, do pasteurizado e do tipo A, determinadas pelas instruções normativas (INs) 76 e 77, entraram em vigor nesta quinta-feira (30/05). A IN 76  trata das características e da qualidade do produto na indústria. Na IN 77, foram estabelecidos critérios para obtenção de leite de qualidade e seguro ao consumidor. As regras abrangem desde a organização da propriedade rural, suas instalações e equipamentos, até a formação e capacitação dos responsáveis pelas tarefas cotidianas, o controle sistemático de mastites, da brucelose e da tuberculose.

Contagem bacteriana- As normas mantêm o padrão de contagem bacteriana para o leite cru refrigerado na propriedade rural de 300 mil unidades por ml, vigente desde julho de 2014. “Diante dos dados de qualidade obtidos pela Rede Brasileira de Laboratórios de Controle de Qualidade de Leite (RBQL), a situação atual ainda não permite uma redução de padrão, sendo necessária a adoção de outras ações para avançar nos índices de qualidade”, explicou Ana Lúcia Viana, diretora de Inspeção de Produtos de Origem Animal da Secretaria de Defesa Agropecuária.

Indústrias - Para as indústrias, o padrão de contagem bacteriana foi estabelecido em 900 mil unidades por ml, para que o leite, após o transporte, mantenha a qualidade obtida na origem. “Para atender este padrão, é necessário que os estabelecimentos revisem a sua logística de coleta, as condições dos tanques dos caminhões transportadores, e os procedimentos de higiene deles. São procedimentos que visam amenizar a multiplicação bacteriana e fornecer produtos de maior qualidade ao consumidor”, disse Ana Lúcia.

Comissão técnica- Para acompanhar a evolução da aplicação das novas normas, a ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) decidiu criar a Comissão Técnica Consultiva do Leite (CTC/Leite), que terá a participação dos integrantes da Câmara Setorial do Leite e Derivados e das secretarias do ministério. A comissão técnica vai analisar e propor medidas melhorar a qualidade do leite produzido e consumido pelos brasileiros. Vai também assegurar a clareza no cumprimento e na fiscalização das instruções normativas.

Competitividade - O objetivo do Mapa é promover a competitividade do setor lácteo brasileiro em comparação com os mercados internacionais, e assim garantir renda e sustentabilidade para o setor em todo o país. A Comissão Técnica vai fazer análises e propor medidas para a melhoria gradual da qualidade, aumentando o rendimento industrial e a tão sonhada competitividade. A gestão compartilhada das políticas públicas será o novo método para se elevar o padrão de qualidade, com maior compromisso do setor privado e mais convergência da cadeia produtiva com o setor público no processo de fiscalização, fomento e certificação.

Produção - O leite é o produto agropecuário produzido no maior número de municípios do país. A estimativa é que sejam mais de 1 milhão de produtores. Esse cenário cria diferenças regionais que precisam ser observadas para a aplicação de uma política pública efetiva. A estratégica, já anunciada pela ministra Tereza Cristina, é perseguir os parâmetros de excelência e qualidade dos produtos em nível mundial, mas levando em conta as realidades regionais. É preciso sistematizar os dados de maneira estratégica, para promover as ações de fomento e fiscalização de maneira proporcional e gradual, prevendo atingir os objetivos a longo prazo.

Orientação para o produtor -A Coordenação de Boas Práticas e Bem-Estar Animal, responsável por coordenar o acompanhamento da execução das ações dos planos de qualificação em todo país, publicará o Guia Orientativo para Elaboração do Plano de Qualificação de Fornecedores de Leite, em atendimento ao artigo 9º da Instrução Normativa 77/2018.

Temperatura de refrigeração- Com relação à temperatura de refrigeração do leite no estabelecimento, o Decreto 30.691/1952 estabelecia o limite de 5ºC para conservação do leite, mas este foi alterado para 4ºC no Decreto 9.013, publicado em março de 2017. É possível que haja variação na temperatura de estocagem de leite, desde que sejam alcançados bons índices de qualidade bacteriana na origem e no transporte.

Padrões - “O Ministério da Agricultura preocupou-se em definir padrões que fossem possíveis de serem atendidos por todos os produtores e indústrias, independente do volume de produção ou do nível de tecnologia aplicados a campo”, esclareceu a diretora de Inspeção de Produtos de Origem Animal.

Cadeia produtiva- A ação efetiva de todos os elos da cadeia produtiva permitirá avanços na qualidade do leite no país e também na abertura de novos mercados internacionais.

Plano de Qualificação de Fornecedores deLeite - Uma novidade na IN 77 é a obrigatoriedade do Plano de Qualificação de Fornecedores de Leite (PQFL). A ferramenta funcionará como controle, e lá estará definida a política dos laticínios em relação aos seus produtores. O objetivo principal é aproximar produtores e indústria, visando maior segurança para o consumidor e desenvolvimento para o setor produtivo.

Assistência técnica- “A obrigatoriedade de possuir um plano de qualificação ampliará a assistência técnica aos produtores rurais, por parte dos laticínios, o que resultará em melhoria da produtividade, qualidade e consequentemente da competitividade na cadeia leiteira nacional”, ressaltou o coordenador de Boas Práticas e Bem-Estar Animal da Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação, Rodrigo Dantas. (Mapa)

SAÚDE: Vacinação contra a gripe é ampliada para toda população

saude 31 05 2019A vacinação contra a gripe termina nesta sexta-feira (31/05) para o público-alvo da campanha. O saldo de doses estará disponível para toda a população a partir de segunda-feira (03/06). A Secretaria da Saúde do Paraná segue orientação do Ministério da Saúde de atingir 90% de cobertura vacinal.

Público prioritário- O público prioritário para receber a vacina até esta sexta é formado por crianças com idade entre seis meses e cinco anos incompletos; gestantes, puérperas; idosos; povos indígenas, professores, trabalhadores da saúde, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, população privada de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 20 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e policiais civis e militares.

Recomendação - A recomendação da Secretaria de Estado da Saúde é para que este público compareça aos postos para receber a dose. “A vacina é a melhor maneira de se prevenir, é um ato de proteção”, disse o secretário da Saúde do Paraná, Beto Preto.

Alerta - A enfermeira Vera Rita Maia, da Divisão de Vigilância do Programa de Imunização da Secretaria da Saúde, alerta que o inverno começa em menos de um mês e que trata-se de uma doença que parece simples, mas pode ser grave. “A infecção pelo vírus influenza, pode evoluir com complicações como pneumonia, internação hospitalar e, em algumas situações, evoluir para o óbito”.

Maior procura- De acordo com o balanço de cobertura vacinal, os idosos e os funcionários do sistema prisional foram os que mais procuraram os postos para a vacinação, chegando a 100% do público imunizado no Paraná. Os indígenas registram 96% e as puérperas, 90%. Os demais grupos apresentam cobertura vacinal entre 60% e 89%.

Números - O boletim sobre a situação da gripe influenza no Paraná divulgado nesta quarta-feira (29/05) pela Secretaria da Saúde do Paraná registra 133 casos confirmados, com 37 mortes. São seis óbitos a mais que na semana anterior.

Municípios - Os casos aconteceram em Almirante Tamandaré (menino de 1 ano), Paranavaí (homem de 49 anos), Santa Terezinha de Itaipu, (mulher de 60 anos), Paranaguá (mulher de 75 anos), Curitiba (homem de 76 anos) e Foz do Iguaçu (homem de 91 anos).

Prevenção – A enfermeira Vera Rita ressalta que a gripe é uma doença respiratória aguda que deve ser levada a sério. Os sintomas são febre, tosse, dores no corpo e na garganta, fadiga e calafrio. “Além da vacina, é importante adotar outras medidas de prevenção, como a higienização das mãos, manter os ambientes ventilados e não compartilhar objetos de uso pessoal. Ao tossir ou espirrar é preciso cobrir o nariz e a boca com lenço descartável ou com a dobra do cotovelo”, aconselha. (Agência de Notícias do Paraná)

POLÍTICA: Presidente Bolsonaro avisa que tendência do governo é pelo veto à franquia de bagagem

politica bolsonaro 31 05 2019O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (30/05), durante transmissão semanal ao vivo em sua página no Facebook, que a sua tendência é vetar o dispositivo que determinou a gratuidade no despacho de bagagens aéreas em voos operados dentro do país. A volta da franquia de bagagem foi aprovada na semana passada pelo Congresso Nacional, na análise da Medida Provisória (MP) 863/2018, que permite 100% de participação de capital estrangeiro em empresas aéreas que atuam no Brasil. O texto agora precisa ser sancionado pelo presidente da República para entrar em vigor. O prazo para a sanção vai até 17 de junho.

Questão fechada - "A minha tendência é vetar esse dispositivo", disse Bolsonaro. Durante a declaração, ele estava acompanhado de duas parlamentares do PSL: a deputada federal Aline Sleutjes (PR) e a senadora Soraya Thronicke (MS). O presidente disse querer ouvir a opinião de seus seguidores sobre o assunto, mas que a decisão estaria praticamente tomada.

Custo - "Daí eles falam que quando lá atrás passou a cobrar, não diminuiu [o preço das passagens]. Mas, naquela época, por coincidência, aumentou o preço do petróleo lá fora, o dólar variou também de preço. E, não adianta, no final das contas, você vai pagar a conta. No momento, eu digo para vocês, estou convencido, [mas] posso mudar, a vetar o dispositivo". (Agência Brasil)

(Foto: Isac Nóbrega/PR)

ECONOMIA I: Taxa de desemprego atinge 12,5% no trimestre encerrado em abril

economia i 31 05 2019O país registrou uma taxa de desemprego de 12,5% no trimestre encerrado em abril deste ano. Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad-C), divulgada nesta sexta-feira (31/05) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa é superior à registrada no trimestre encerrado em janeiro deste ano (12%) mas inferior à observada no trimestre encerrado em abril de 2018 (12,9%).

Estável - A população desocupada ficou em 13,2 milhões, 4,4% a mais do que no trimestre encerrado em janeiro (mais 552 mil pessoas), mas estatisticamente estável ante o trimestre encerrado em abril de 2018 (13,4 milhões de pessoas).

Emprego - Segundo o IBGE, a população ocupada, de 92,4 milhões de pessoas, mostrou estabilidade na comparação com o trimestre anterior (92,3 milhões de pessoas) e cresceu 2,1% (mais 1,94 milhões) na comparação com o trimestre encerrado em abril de 2018 (90,4 milhões de pessoas). (Agência Brasil)

(Foto:Wilson Dias/ABR ) 

ECONOMIA II: Confiança dos empresários atinge menor nível desde outubro

economia ii 31 05 2019O Índice de Confiança Empresarial (ICE), medido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), recuou 2 pontos de abril para maio. Com a queda, o indicador atingiu 91,8 pontos, em uma escala de zero a 200, o menor nível desde outubro último. Desde janeiro, o índice, que mede a confiança dos empresários da indústria, dos serviços, do comércio e da construção, acumula queda de 5,7 pontos, de acordo com a FGV.

Queda - O Índice de Situação Atual, que apura a confiança no presente, caiu 0,7 ponto, indo para 89,5 pontos. Já o Índice de Expectativas, que mede a confiança no futuro, recuou 2,2 pontos, para 96,1 pontos. Os quatro setores pesquisados pela FGV tiveram queda na confiança empresarial: indústria (-0,7 ponto), serviços (-3,1 pontos), comércio (-5,4 pontos) e construção (-1,8 ponto).

Cenário - De acordo com o pesquisador da FGV Aloisio Campelo Jr., o resultado retrata uma economia com um nível de atividade fraco e com um quadro de relativo pessimismo com a possibilidade de uma aceleração consistente nos próximos meses.

Alta - O Indicador de Incerteza da Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV) subiu 2,2 pontos de abril para maio e atingiu para 119,5 pontos. Esse é o maior nível desde setembro de 2018: 121,5 pontos. O indicador é medido em uma escala de zero a 200 em que as pontuações mais próximas de 200 mostram um cenário de maior incerteza.

Causa - A alta foi influenciada pelo componente de mídia, baseado na frequência de notícias com menção à incerteza na mídia, que subiu 3,3 pontos entre abril e maio. Já o componente de expectativa, construído a partir da média dos coeficientes de variação das previsões dos analistas econômicos, registrou queda de 3,1 pontos.

Expectativa - Para a pesquisadora da FGV Raíra Marotta, essa segunda alta consecutiva do indicador reflete, em maior grau, a instabilidade do ambiente político brasileiro e, em menor escala, a guerra comercial entre Estados Unidos e China. Ela acredita que indicador recue nos próximos meses, quando se terá maior clareza quanto à aprovação da Reforma da Previdência e com relação ao abrandamento das tensões entre o Executivo e Legislativo. (Agência Brasil)

(Foto: Marcello Casal JR/Agência Brasil)

MERCADO INTERNACIONAL I: Chuvas sobre região produtora dos EUA devem prosseguir até meados de junho

mapa clima 31 05 2019O mercado internacional da soja voltou a intensificar seus ganhos na Bolsa de Chicago e fechou o dia subindo mais de 17 pontos nos principais contratos no pregão de quinta-feira (30/05). O contrato julho encerrou o dia com US$ 8,89 e o agosto, US$ 8,95 por bushel. Mais uma vez, as posições mais distantes superaram o patamar dos US$ 9,00.

Previsão - O clima muito ruim para a nova safra de grãos dos Estados Unidos continua sendo o principal catalisador das cotações da oleaginosa na CBOT. As chuvas continuam chegando de forma muito agressiva ao meio-oeste norte-americano e as previsões mostram sua continuidade pelas próximas semanas. Confirmadas, as precipitações mantêm o plantio atrasado, os produtores preocupados e o mercado dos grãos altista em Chicago.

Espera - "Os modelos climáticos atualizados no meio do dia desta quinta se apresentaram mais úmidos e, com certeza, mais problemáticos para a próxima semana. O preço pode incentivar o plantio o quanto quiser, mas ainda está chovendo muito", diz o economista chefe de commodities da INTL FCStone, Arlan Suderman.

Tempo ruim - O mapa do modelo GFS e mostra elevados acumulados de chuvas até 13 de junho, no coração do Corn Belt, em estados como Iowa, Illinois, Nebraska, Kansas e Missouri. Os problemas, porém, são generalizados.

Em alta - "Até com que as atualizações do clima comecem a trazer um cenário mais estável, com precipitações regulares e temperaturas normais, as cotações na CBOT não irão interromper o movimento de alta", dizem os diretores da ARC Mercosul. (Notícias Agrícolas)

MERCADO INTERNACIONAL II: Bloqueio de compras de soja dos EUA pela China é vantajoso para o Brasil

soja 31 05 2019A guerra comercial entre China e Estados Unidos continua e o novo movimento foi feito pela nação asiática que suspendeu novas compras de soja no mercado norte-americano. Segundo fontes que acompanham de perto a questão e que deram entrevista à agência internacional Bloomberg, a medida foi adotada na medida em que as tensões entre os dois países se intensificam.

Suspensão - Com chineses e norte-americanos ainda em desacordo, os compradores da China interromperam as ordens de aquisição de soja dos EUA e a retomada das operações não está prevista até que seja firmado um acordo entre os dois.

Efeitos - A disputa já dura mais de um ano e esse tem sido um dos principais fatores de atenção do mercado não só da oleaginosa, mas das commodities de uma forma geral, além de causar um impacto severo sobre o mercado financeiro e de promover uma tensão cada vez maior sobre o crescimento da economia mundial.

Cotação - No início de maio, os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago registraram suas mínimas em 10 anos diante de um acirramento da guerra comercial e de uma demanda quase nula da China pela soja dos EUA. A recuperação se deu em função das adversidades climáticas que atrasam severamente o plantio da safra 2019/20.

Contratos - Com as últimas atitudes, a China estaria agora somente embarcando alguns volumes de soja já adquiridos. Faltariam cerca de pouco mais de 7 milhões de toneladas, como explica o diretor do SIMConsult, Liones Severo. "É somente isso que está acontecendo."

Situação - Representantes das estatais Cofco e Sinograin ainda não se manifestaram. E a notícia da Bloomberg afirma também que a China não pretende cancelar as compras já feitas anteriormente.

Vantagem - Para o Brasil, a notícia acaba sendo positiva, uma vez que a demanda pela soja nacional segue aquecida. O foco do maior comprador mundial está concentrado sobre a América do Sul, em especial o Brasil. Tal movimento, inclusive, já promoveu uma escalada dos prêmios no mercado interno nas últimas semanas.

Momento - Com a forte procura dos compradores pela soja brasileira e os produtores reticentes em efetivarem novas vendas, os valores dos prêmios seguem acima dos 100 pontos, ou US$ 1,00 sobre as cotações praticadas na Bolsa de Chicago. Entre os vendedores, os prêmios pedidos variam entre 140 e 170 pontos, principalmente nas posições um pouco mais distantes.

Estratégia - "O mercado comprador joga um bônus um pouquinho maior para tentar trazer lotes, já que o mercado vendedor está bem resistente, sem querer fazer novas vendas. O mercado está segurando tanto que da safra 2020 no Rio Grande do Sul foi comercializada somente algo entre 4,5% e 5%, contra cerca de 15% de anos anteriores", explica a diretora da De Baco Corretora, Rita De Baco.

Perspectiva - Somente nas primeiras três semanas de maio, as exportações de soja do Brasil somam 8,2 milhões de toneladas, de acordo com números da Secex (Secretaria de Comércio Exterior). "E temos fôlego para chegar as 10,5 milhões de toneladas no fechamento do mês", acredita o consultor de mercado Vlamir Brandalizze, da Brandalizze Consulting.

Soma - No acumulado do ano, as vendas brasileiras já acumulam 35,5 milhões de toneladas, contra pouco mais de 32 milhões de 2018, neste mesmo período, e a China responde ainda por 70% do total exportado pelo Brasil. (Notícias Agrícolas)

Foto: APPA


Versão para impressão


RODAPE