Imprimir
CABECALHO

Informe Paraná Cooperativo - edição nº 4508 | 04 de Fevereiro de 2019

COPACOL: Faturamento em 2018 foi de R$ 3,841 bilhões

Com a participação expressiva dos cooperados, a Cooperativa realizou na sexta-feira, 1º de fevereiro, a sua AGO (Assembleia Geral Ordinária), na Aercol em Cafelândia. Além da prestação de contas referente ao exercício de 2018, também foram realizadas as posses do Conselho de Administração, eleito para os próximos quatro anos, e do Conselho Fiscal, eleito para ano corrente.

Resultados - Segundo o presidente da Copacol Valter Pitol, mesmo com toda as adversidades que foram enfrentadas no ano passado, a Cooperativa apresentou crescimento de 11%, que resultou em um faturamento de R$ 3,841 bilhões. Um bom resultado para a Copacol e seus cooperados já que, no exercício de 2018, as sobras destinadas para os cooperados chegam a R$ 53 milhões, sendo que 50% desse valor foi antecipado em dezembro de 2018 e o restante será pago nessa quarta-feira, dia 6.

Investimentos – Além disso, a Copacol ealizou investimentos importantes como a conclusão da segunda linha de abate da Unitá, o início das obras do Centro de Distribuição em Corbélia e da nova unidade de recebimento e armazenagem de cereais na comunidade Melissa, junto com as aquisições das unidades de Carajá e Palmitolândia. “Conseguimos superar os desafios de 2018, porque trabalhamos juntos. Agradecemos a participação de todos e vamos trabalhar ainda mais forte neste ano para oferecer ainda mais oportunidades de renda e qualidade de vida para os nossos cooperados, colaboradores, parceiros e toda a região”, afirma o presidente Pitol.

Profissionalismo- O presidente do Sistema Ocepar José Roberto Ricken, destacou o profissionalismo da diretoria e modelo de gestão da Copacol, que é uma referência para o Cooperativismo brasileiro. “A Copacol é um modelo de sucesso que sempre ressaltamos no Paraná e no Brasil dentro do sistema cooperativista, porque os investimentos realizados na diversificação das suas atividades, geram milhares de empregos e oportunidades para os cooperados e toda a região. Estes são fatores que possibilitaram a Cooperativa alcançar estes expressivos resultados mesmo em um ano tão desafiador como foi 2018”, ressalta o presidente da Ocepar.

Surpresa - O cooperado Sadi Paini, confessou que ficou surpreso pelos resultados apresentados devido as dificuldades enfrentadas durante o ano de 2018, principalmente com a greve dos transportes. “Isso comprova a capacidade que a diretoria tem para administrar a nossa Cooperativa, porque em momentos de crise como o que passamos em 2018, tivemos uma tranquilidade para trabalhar e continuar investindo”, afirma Sadi Paini.

Sobras e complementação - Dos R$ 53 milhões de sobras destinadas para os cooperados, 50% foi antecipada em dezembro de 2018 e o restante será pago nessa quarta-feira, dia 6. (Assessoria Copacol)

 

{vsig}2019/noticias/02/04/copacol/{/vsig}

C.VALE: Cooperativa planeja investir R$ 300 milhões ao longo de 2019

A valorização dos grãos e o aumento do recebimento de soja compensaram a quebra da safrinha de milho pela estiagem e impulsionaram o faturamento da C.Vale em 23% em 2018. A receita bruta passou de R$ 6,9 bilhões para R$ 8,5 bilhões. O segmento carnes teve seu desempenho prejudicado pelas limitações impostas pela Europa e China às exportações brasileiras, pela greve dos caminhoneiros e pelo baixo nível de consumo do mercado interno. Em assembleia dia 1º de fevereiro, em Palotina, o presidente da cooperativa, Alfredo Lang, afirmou que a rentabilidade dos negócios foi afetada pela tabela de fretes e pela crise da economia nacional que levou as empresas a reduzir suas margens de lucro.

Sobras - A Assembleia reuniu 700 pessoas na Asfuca de Palotina na última sexta-feira, dia 1º. Na ocasião, foi informado ainda que a C.Vale fechou 2018 com resultado líquido de R$ 100 milhões. O pagamento das sobras começa nesta segunda-feira, dia 4.

Ampliação - Para 2019, a C.Vale planeja ampliar as produções de frangos e de tilápias. Ainda este ano, a cooperativa pretende colocar em funcionamento a nova unidade de recebimento de grãos em Alto Piquiri, no noroeste do estado. Outro projeto da cooperativa para 2019 é o início da construção de um hipermercado em Assis Chateaubriand. Lang, porém, espera que o governo federal reduza os juros das linhas de crédito para investimentos. A cooperativa planeja investir R$ 300 milhões ao longo de 2019. (Assessoria C.Vale)

 

{vsig}2019/noticias/02/04/cvale/{/vsig}

SHOW RURAL I: Tudo pronto para o Fórum de TI do Sistema

Um ambiente que reflete inovação e tecnologia é o que espera pelos profissionais de TI das cooperativas do Paraná, nos dias 6 e 7 de fevereiro, em Cascavel. Realizado pelo Sistema Ocepar, o Fórum de TI das Cooperativas Paranaenses acontece este ano nas dependências do Show Rural Digital, um espaço montado no Show Rural Coopavel 2019 para apresentar tecnologias e discutir tendências voltadas ao agronegócio. “Acredito que o Fórum é a cereja do bolo do Show Rural Digital. Estamos muito agradecidos ao Sistema Ocepar por ter aceitado o desafio de promover o seu Fórum de TI durante o Show Rural”, comenta o coordenador geral do SRD, José Rodrigues da Costa Neto. “Não tenho dúvidas de que o Fórum de TI será importante e marcante dentro do Show Rural Coopavel. O contexto preparado para o Fórum - no Show Rural Digital – possibilitará que os profissionais de cooperativas possam conhecer diversas tecnologias, de grandes empresas”, completa.

O Fórum - O Fórum de TI é destinado exclusivamente para os profissionais da área que atuam nas cooperativas do Paraná. Em 2019, o evento traz a Cascavel palestrantes que são referência em tecnologia e inovação. Irã ministrar palestras especialistas como Arthur Igreja, que é empresário e professor pela FGV, e mestre pela Georgetown University (EUA), ESADE (Espanha) e FGV; Gil Giardelli, professor e difusor de conceitos e atividades ligadas à inovação, e que em sua palestra mostra o que a tecnologia já é capaz de fazer e conduz a uma reflexão sobre o futuro que nos reserva. Participam ainda o presidente da Celepar, Allan Costa, o presidente da Hewlett Packard Enterprise (HPE) no Brasil, Ricardo Brognoli, o gerente da Aruba Network, Eduardo Gonçalves, e o CEO e fundador da Totvs, Laércio José de Lucena Cosentino.

O Show Rural Digital – 0 Show Rural Digital é um das principais novidades da 31ª edição do Show Rural Coopavel. Idealizado com o propósito de contribuir com . p Show Rural Digitl conta com uma estrutura de 2,8 mil metros. Neste espaço, estarão presentes empresas como a Microsoft, IBM, Coca Cola, Huawei, DellEMC, HPE, Cisco, Totvs, Senior, Aruba e outras. “São companhias que, devido à importância das inovações que trouxeram às suas áreas de atuação, estão entre as mais conhecidas, valorizadas e destacadas dessa grande revolução tecnológica que veio à tona nas últimas décadas”, diz Neto.

Startups - Além de grandes empresas expositoras, o SRD contará com a Vila Startup, com ambiente para palestras e apresentações e também com Hackathon, maratona de tecnologia que tem como parceiros o Acic Labs, aceleradora de tecnologia da Associação Comercial e Industrial de Cascavel, Banco do Brasil, Sebrae, Fiep, Senai, Sindicato Rural de Cascavel, Fundetec e Iguassu Valley. A Além disso, o Sebrae está presente com a carreta de negócios, um ambiente onde diretores e representantes de startups poderão se encontrar com investidores para debater potenciais parcerias. (Com informações Assessoria Show Rural)


{vsig}2019/noticias/02/04/show_rural/{/vsig}

 

SHOW RURAL II: Hackathon: soluções para o futuro do agronegócio

1show rural IIAs empresas de inovação e as startups estão na linha de frente das soluções para o futuro do agronegócio, disse o presidente da Coopavel, Dilvo Grolli, na manhã desta segunda-feira durante o lançamento oficial do hackathon, uma das principais atividades do Show Rural Digital. O ato marcou o início dos trabalhos das dez equipes inscritas para a maratona de tecnologia, que seguirá de forma ininterrupta até a tarde de terça-feira.

Show Rural Digital - O Show Rural Digital é a principal atração da 31ª edição do Show Rural Coopavel, que de hoje até sexta-feira, em Cascavel, no Oeste do Paraná. Para o vice-presidente da Associação Comercial e Industrial de Cascavel, Michel Lopes, o evento é uma iniciativa que mostra a importância que a tecnologia assume no cotidiano das empresas e das pessoas. “E somos, por meio da nossa aceleradora Acic Labs, parceiros dessa grande iniciativa”.

Grandes ideias - O gerente regional do Sebrae, Augusto Stein, disse que, diante da qualidade das equipes formadas, grandes ideias vão surgir para os problemas apresentados durante o hackathon. Conforme o coordenador do Iguassu Valley, Jadson Siqueira, a região que já é muito forte no agronegócio será também uma referência em tecnologia. “O presidente Dilvo selecionou os seus melhores soldados para essa grande batalhada”, disse ele.

Equipes - Cada equipe é formada por cinco integrantes - designers, programadores, agricultores filhos de cooperados da Coopavel e pessoas de áreas de negócio. O hackathon do Show Rural Digital é organizado pela Coopavel em parceria com Acic Labs/Sicoob Credicapital, Sebrae, Sistema Fiep, Sindicato Rural de Cascavel, Iguassu Valley e Fundetec. O patrocínio da Arena Hackathon é do Banco do Brasil.

Resultado - O início das bancas das entregas feitas durante a maratona está agendado para as 16h e o resultado sairá às 18h. A entrega da premiação será em evento às 9h de quarta-feira, 6. A equipe vencedora ganhará viagem ao Vale do Silício, na Califórnia, nos Estados Unidos. As que ficarem em segundo e terceiro lugar vão receber prêmios em dinheiro. (Assessoria Coopavel)

 

COPAGRIL: Estão abertas as inscrições para o Curso de Lideranças 2019

copagril 04 02 2019Já estão abertas as inscrições para o Curso de Lideranças Copagril 2019. Nesta formação, as mulheres e os jovens cooperados têm a oportunidade de ampliar os conhecimentos pessoais e profissionais gratuitamente, através de módulos com temas e instrutores variados que repassam informações interessantes para colocar em prática nas suas vidas, levando a melhorias em suas atividades pessoas e profissionais, além de buscar desenvolver e estimular o espírito de liderança.

Gratuito - Este será o 7º ano consecutivo que a Copagril disponibilizará o curso para mulheres associadas e ligadas aos comitês femininos, assim como o 4º ano oferecendo a oportunidade para os jovens. Ao todo, mais de 300 pessoas já foram beneficiadas através deste curso gratuito que a cooperativa proporciona anualmente e que beneficiará ainda mais pessoas em 2019. A realização do curso conta com apoio do Sescoop/PR – Serviço Nacional de Aprendizado do Cooperativismo do Paraná.

Conteúdo - Os encontros do Curso de Lideranças da Copagril são conduzidos por instrutores atualizados e dinâmicos, além de módulos bem interativos, contendo conteúdos teóricos e conceituais, mas também diversas atividades práticas em sala e também fora dela. Os módulos trabalham assuntos como: técnicas para falar em público, organização de metas pessoais, técnicas para descobrir e desenvolver as próprias potencialidades, empreendedorismo, desenvolvimento emocional, além de outros temas diversos. Ao final do curso, cada um receberá um certificado de conclusão.

Como se inscrever - Jovens e mulheres associados da Copagril que se interessam em usufruir dessa oportunidade devem preencher uma ficha de inscrição que está disponível nas unidades da Copagril ou então na Assessoria de Cooperativismo, que fica no Centro Administrativo da cooperativa, na Rua Nove de Agosto, em Marechal Cândido Rondon. Interessados em obter mais informações sobre o curso podem ligar para a Assessoria de Cooperativismo no telefone (45) 3284-7631. (Assessoria Copagril)

INTEGRADA: Convenção Integrada 2019: mudanças que geram resultados

integrada 04 02 2019A Integrada reuniu entre os dias 29 e 30 de janeiro mais de 300 colaboradores em Londrina para a Convenção 2019. O objetivo do encontro foi alinhar o planejamento estratégico da cooperativa com as pessoas que trabalham em diversos departamentos da organização. O primeiro dia de Convenção da Integrada focou em promover uma reflexão nos colaboradores sobre o que a Integrada se tornou e os desafios que ainda se impõem. Para isso, foi apresentado um pouco da história da Integrada, cooperativa que possui 23 anos de atuação.

Tema - Mudanças que transformam foi o tema escolhido para esta edição. O assunto dominou o primeiro dia de evento, a começar pelo workshop sobre Gestão da Mudança, ministrado pelo consultor Vicente Gonçalves. A Integrada vem passando por uma série de mudanças com o objetivo de alcançar as metas do planejamento estratégico, principalmente a de criar valor para o cooperado.

Relacionamento - De acordo com o superintendente geral da Integrada, Haroldo Polizel, as mudanças precisam acontecer para que a cooperativa continue crescendo nesse mundo moderno e de rápidas transformações. Para isso, Polizel afirmou que é necessário elevar o potencial de produção dos cooperados. Uma das ações apontadas pela equipe gestora da Integrada é trabalhar o relacionamento com o associado por meio de um bom atendimento em todas as etapas do sistema produtivo.

Envolvimento de todos - O superintendente geral afirma que o bom atendimento envolve não só a equipe técnica, mas todas as áreas da cooperativa. Por causa disso, o novo organograma da Integrada sinalizou bem as novas diretrizes da Integrada que tem por foco elevar a competitividade da cooperativa por meio de equipes bem alinhadas.

De olho no futuro - O diretor-presidente da Integrada, Jorge Hashimoto, afirma que o grande diferencial da cooperativa são os seus colaboradores que, desde a fundação da Integrada, não medem esforços para a sua evolução. Hashimoto disse que espera que os novos colaboradores adquiram essa vontade de crescer. Ele ressaltou que este anseio já está na cultura da cooperativa. O futuro da Integrada, acrescenta o diretor-presidente, dependerá de cada colaborador, independente do seu cargo. O presidente reforça que o atual desafio é fazer com que a Integrada alcance o que foi estabelecido pelo planejamento estratégico, que é chegar em 2020 com R$ 4 bilhões em faturamento com 4% de resultado.

Gestão ágil - Devido a esse planejamento estratégico, o diretor-presidente acredita em uma gestão mais ágil e atualizada nas operações do dia a dia. A Integrada tem deixado bem claro os seus objetivos, a começar pela divulgação das mudanças no estatuto social e suas metas. “Nós queremos que cada um tenha uma reflexão sobre mudança, e não deixe para amanhã o que dá para fazer hoje”. Para 2019, a meta da cooperativa foi estabelecida em R$ 3,6 bilhões em faturamento com R$ 112 milhões de resultado.

Gestão da Mudança - Para alcançar os objetivos traçados pelo planejamento estratégico, as mudanças devem ocorrer, inclusive em termos de criatividade e pro atividade. Durante o Worshop sobre gestão da mudança, o especialista em mudanças corporativas Vicente Gonçalves explicou que é insano esperar resultados melhores fazendo a mesma coisa. Ele afirma que o colaborador precisa pensar diferente para fazer a diferença. “Às vezes, as melhores soluções são as mais simples”, observa. Gonçalves destaca que as pessoas são os agentes da mudança.

Tecnologia e inovação - Saber quais são os seus desafios e aonde quer chegar é fundamental para o alcance dos resultados. Conquistar os seus objetivos e superar os seus desafios foi o tema da palestra do alpinista Rodrigo Raineri no segundo dia da Convenção 2019. O alpinista falou sobre a superação do desafio que cada um tem. Ao longo do evento, os colaboradores traçaram ações para construir uma mudança para atingir os resultados propostos pela cooperativa. No período da tarde, os participantes assistiram a palestra de Gil Giardelli, especialista em tecnologia e inovação, que mostrou a evolução do mundo nos últimos anos e que devemos estar preparados para as mudanças e também ressaltou a importância da relação entre as pessoas. (Assessoria Integrada)

PRIMATO: Cooperativa firma parceria com o Toledo Esporte Clube para o Campeonato Paranaense

primato 04 02 2019Desde o início do campeonato paranaense de futebol a Primato Cooperativa Agroindustrial vem estampando a camisa do Toledo Esporte Clube (TEC), em parceria anunciada no início da temporada, na primeira quinzena de janeiro. A ideia da cooperativa visa incentivar o esporte local e ter o melhor posicionamento da marca em âmbito estadual.

T.E.C - A Primato está com a marca estampada na camisa na parte superior da costas do time de futebol do Toledo Esporte Clube (TEC). “Nossa cooperativa nasceu em Toledo e aqui estamos crescendo e evoluindo, logo, dentro de nosso planejamento estratégico, este ano definimos que trazer o incentivo ao esporte é uma ação de marketing importante e o futebol, para a grande maioria, é uma paixão”, explicou o presidente da Primato Ilmo Werle Welter que complementou, “por isso, somos parceiros, entres outras grandes empresas locais, do Toledo Esporte Clube no período do campeonato paranaense da série A”.

Primato - Segundo o encarregado de marketing e comunicação, Thiago Renner, o futebol traz um grande alcance e visibilidade para a marca. “Como existem transmissões pela TV e web, temos um alcance e visibilidade de nossa marca, o que traz o posicionamento que buscamos para Primato”. Thiago ainda complementou sobre a importância do esporte, “sabemos que crianças, adolescentes e adultos tem uma paixão pelo futebol, então, dentro do que nos foi apresentado como proposta de parceria, entendemos que esta ação é valiosa, tanto à Primato, quanto para a sociedade toledana que reconhece a cooperativa incentivando o esporte”.

Paranaense - O Campeonato Paranaense de Futebol de 2019 está na 105° edição e conta com a presença de 12 times, classificando os três primeiros colocados para a Copa do Brasil de 2020. Até o momento foram quatro rodadas, onde Toledo venceu uma e empatou três, ocupando a 3ª colocação do Grupo A com 6 pontos. (Assessoria Primato)

COMUNICAÇÃO: Instituições de saúde se unem para divulgação de informação de qualidade

comunicacao 04 02 2019Um grupo de jornalistas, médicos e profissionais de saúde lança site especializado em informações sobre saúde. O evento de lançamento do Site Saúde Debate, será dia 14 de fevereiro, pela manhã, na sede da Associação Médica do Paraná, em Curitiba. Na ocasião haverá palestra sobre qualidade da informação na saúde e o papel do jornalista nesse cenário.

Fonte - Formado por um grupo de profissionais de comunicação e de saúde, o site nasce com a pretensão de ser fonte de informações, especializada e de qualidade para a imprensa e a sociedade como um todo. Matérias, artigos, vídeos e áudio sobre o universo da saúde, pública e suplementar, seja no campo gestão, da assistência e da inovação serão o principal norte do veículo. O espaço nasce com o objetivo de ser um canal de debate entre profissionais que atuam na área e trazer informações claras e isentas que abordem a grande complexidade da saúde. “Não só livre de interesses secundários, mas sustentadas por profissionais que têm experiência ativa no setor e por evidências cientificamente elaboradas e selecionadas”, defende o médico e gestor Marlus Volney de Morais, um dos idealizadores do site.

Termo de colaboração - Na ocasião, as instituições parceiras farão a assinatura do termo de colaboração e o professor André Pereira Neto, da Fiocruz, apresentará a palestra “Qualidade da informação de saúde na Internet: Como o jornalista da saúde pode (re) agir”. A palestra do professor André Pereira Neto traz o debate sobre uma alternativa viável e necessária para a (re) ação do jornalista da saúde com o excesso de informações acessíveis e compartilháveis e a proliferação das fake News.

Parcerias - O grupo, formado no fim de 2017, tem o objetivo de desenvolver diversas ações em parcerias multidisciplinares e interinstitucionais. O site é só o começo. Embora independente, o site é apoiado por instituições como Abramge, AMP, Coren/PR, CRM-PR, Femipa, Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba e Secretaria Estadual da Saúde, Fundação Sanepar, Unidas e Unimeds Curitiba e Paraná. A ideia é que além dos responsáveis pelo site - alguns assessores ou ex-assessores dessas entidades-, sejam convidados, vez ou outra, profissionais de todo o país, também especialistas em saúde, para escreverem sobre a temática.

Informação sólida - Para Marlus Volney de Morais, a participação ativa e regular de profissionais de várias áreas focadas na saúde vai oferecer, a todos aqueles que assim queiram, encontrar informação sólida, isenta de possíveis erros de interpretação e desvios, para minimizar a ‘(dis)informação’, entendida aqui como uma informação parcial, deturpada ou mal elaborada que gera dificuldade de relacionamentos e muitas vezes conduz a escolhas inadequadas, o que é completamente indesejado em saúde. “O setor Saúde é bastante complexo, multivariado e mutável pela inovação, que é própria da ciência. Há profusão de artigos e de informações que muitas vezes encobrem o verdadeiro conhecimento. O site vai ajudar o leitor a ‘beber água de boa fonte’, o que é, com trocadilho consciente, bastante saudável”, enfatiza.

Entendimento - Segundo Quitéria Neves, jornalista, especializada em saúde, também uma das idealizadoras do site, esse é um espaço para garantir o aprofundamento da informação sem a urgência do ‘deadline’ das redações, mas que pode subsidiar jornalistas a entender as particularidades e a complexidade que a área possui. (Assessoria Unimed PR e Associação Médica do Paraná)

AGRICULTURA: Inscrições para o Selo Agro+Integridade estão abertas

agricultura 04 02 2019Interessados em obter o “Selo Agro + Integridade” 2019/2020 já podem realizar sua inscrição no site do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. As inscrições foram abertas na última sexta-feira, dia 1º, e podem ser feitas até 31 de maio. Basta preencher o formulário de Inscrição disponibilizado no sítio eletrônico do "Selo Agro+ Integridade".

Renovação - A portaria nº 212/2019 institui as regras de premiação para empresas e cooperativas do Agronegócio que, reconhecidamente, desenvolvam boas práticas de integridade, ética, responsabilidade social e sustentabilidade. A renovação do selo para empresas já premiadas no ano passado é uma das novidades da portaria e representa desburocratização do processo, uma vez que estas empresas podem se inscrever sem passar por todo o processo de seleção.

Cooperativas - Na avaliação de Cláudio Torquato, chefe de Assessoria Especial de Controle Interno, a principal mudança está na abertura para participação das cooperativas, neste ano. “Exigências já estão estruturadas em conjunto com a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) para que todas as cooperativas do segmento agropecuário possam realizar a inscrição no programa. Além da própria OCB estar sendo incorporada ao comitê gestor que avalia a documentação entregue pelas empresas”.

Engajamento - No segundo ano do “Selo Agro + integridade”, a avalição do Mapa é positiva sobre a inciativa que envolve o setor privado. A despeito das políticas contra corrupção integrarem a pauta do Governo federal, o Ministério da Agricultura foi pioneiro no lançamento do programa junto ao agronegócio, na implantação do selo. Na opinião de Torquato, a maior prova do êxito é o fato das empresas estarem cada vez mais engajadas nas políticas de sustentabilidade, integridade e anticorrupção e estarem solicitando ao Mapa a participação no seu sistema de compliance.

Análise - O comitê gestor, responsável pela análise e homologação do selo é composto pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Confederação Nacional de Indústria (CNI), Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN), Instituto ETHOS, Instituto Alliance For Integritty, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), Empresa B3, Ministério da Transparência, fiscalização e Controladoria – Geral – da - União e Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB). (Imprensa Ministério da Agricultura)


Versão para impressão


RODAPE