Imprimir
CABECALHO

Informe Paraná Cooperativo - edição nº 4450 | 07 de Novembro de 2018

ENCONTRO ESTADUAL: Evento será aberto com a presença do governador e deputados federais eleitos

encontro estadual 07 11 2018O tradicional Encontro Estadual de Cooperativistas Paranaenses, promovido pelo Sistema Ocepar em Curitiba para celebrar as conquistas alcançadas pelo setor durante o ano, inicia em 6 de dezembro, às 18h, com a presença do governador eleito, Ratinho Júnior, e de deputados federais que irão integrar a Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop) a partir do ano que vem. Depois, haverá um jantar, seguido de show com o grupo folclórico ucraniano Vesselka.

Mais – As atividades terão continuidade no dia 7 de dezembro. Às 8h30, o coordenador do Centro de Agronegócio da Escola de Economia de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FGV-EESP) e embaixador especial da FAO para o Cooperativismo, Roberto Rodrigues, ministra palestra sobre as perspectivas para o cooperativismo. Haverá ainda oficinas destinadas à aprovação das propostas do Paraná para discussão no XIV Congresso Brasileiro de Cooperativismo, que ocorrerá em 2019, em Brasília. Depois, o mestre em Educação e especialista em Coaching, Homero Reis, fala sobre “O futuro quem faz é você”. O evento será encerrado após o show cultural Concerto das Rosas, com a Orquestra Ladies Ensemble, que será apresentado às 14h.

Inscrições – O Encontro Estadual é destinado aos dirigentes das cooperativas do Paraná, cooperados, colaboradores e familiares. As inscrições devem ser efetuadas até o dia 1º de dezembro, pelo agente de Desenvolvimento Humano da cooperativa, ou diretamente no Sistema Ocepar pelo e-mail inscricoes@sistemaocepar.coop.br ou pelo fone 41 3200-1105.

 

encontro estadual folder 07 11 2018

 

SOMOSCOOP: Cooperativas já podem usar carimbo do movimento

 

somoscoop 07 11 2018Antes de decidir se compra ou não, o consumidor consciente exige muito mais que qualidade e preço justo. Ele quer ter a certeza de levar para casa opções que impactam positivamente tanto a sociedade quanto o meio ambiente. E nesse caso, o cooperativismo é a resposta, afinal, por traz de um rótulo há um rosto e, além do CNPJ, há vários CPFs. É por isso que o Sistema OCB lança o carimbo do movimento SomosCoop. O objetivo é mostrar que onde tem cooperativismo tem a força do trabalho de muitas pessoas.

 

Perfil - “Nós já conhecemos o perfil desse novo consumidor, é por isso que lançamos o carimbo do movimento SomosCoop para que as cooperativas brasileiras apliquem em seus produtos ou serviços. Assim, com esse engajamento, poderemos mostrar, rapidamente, à sociedade a capacidade do cooperativismo em transformar o mundo em um lugar mais justo, equilibrado e com melhores oportunidades para todos”, garante o presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas.

 

Nova cara - A ideia é tornar mais fácil a identificação dos produtos e serviços com DNA cooperativista e, assim, todo mundo vai poder reconhecer o valor de escolher, de forma consciente, o que vai consumir. Vale destacar que as quase sete mil cooperativas brasileiras produzem de grãos a carnes e oferecem serviços variados, tais como os médicos, os educacionais, os financeiros, os de transporte e muito mais.

 

Ética - “Numa cooperativa, tudo é planejado e produzido de forma ética, com o mais amplo respeito aos valores que tornam o nosso movimento diferente dos demais tipos de empresas. Cada cooperado é valorizado por sua capacidade de produzir em prol do coletivo. É por isso que afirmamos: o cooperativismo transforma a vida de todos aqueles que conhecem o valor da cooperação, pois todos ganham. Para nós, a palavra cooperar resume muito bem a frase: um por todos e todos por um”, enfatiza Márcio Freitas.

 

Adesão - Para aderir, é muito simples: basta que as cooperativas devidamente registradas e regulares acessem o site do movimento SomosCoop e baixe o manual de aplicação para conhecer todas as informações a respeito do uso do carimbo. Em caso de dúvidas, o interessado pode encaminhar e-mails para contato@somos.coop.br. “Quanto mais as cooperativas usarem esse carimbo, mais rapidamente a sociedade verá que cooperar vale a pena e que fazer parte deste movimento é motivo de muito orgulho”, conclama a liderança cooperativista. (Informe OCB)

 

FÓRUM DE MERCADO: Painel vai debater oportunidades de negócios entre cooperativas do PR e outros países

 

Representantes dos Estados Unidos, China e México foram convidados a participar de um painel internacional que será realizado durante o Fórum de Mercado, promovido pelo Sistema Ocepar, com apoio da Cocamar, no dia 21 de novembro, em Maringá, Noroeste do Paraná. Eles vão falar sobre o agronegócio em seus países e debater as oportunidades de negócios com potencial para serem efetivados com as cooperativas do Paraná. Estarão presentes o conselheiro agrícola do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA), Oliver Flake; o diretor executivo e o diretor de alianças globais do World Trade Center Harbin, respectivamente Steven Lo e Sui Jin Kon; e o diretor da Câmara de Comércio México-Brasil (Camebra), Maurício Lambiasi. 

 

Palestras - Na sequência, o consultor Juan Jensen vai ministrar palestra sobre o cenário econômico e político para o período 2019-2022. Já o consultor Flávio França Jr vai tratar sobre as perspectivas para a produção, consumo, mercado interno e externo de soja e milho no Brasil. 

 

Tradução simultânea - O evento será realizado na Associação dos Funcionários da Cocamar e contará com tradução simultânea para as palestras internacionais.

 

Inscrições - Podem se inscrever diretores e profissionais das áreas comercial e técnica das cooperativas paranaenses. As presenças devem ser confirmadas com p agente de Desenvolvimento Humano das cooperativas ou pelo e-mail jessica.costa@sistemaocepar.coop.br, até 20 de novembro.

 

forum mercado folder 07 11 2018

FORMAÇÃO: Funcionários do Sicredi participam de treinamento sobre gestão de riscos corporativos

 

Vinte e sete colaboradores que atuam como inspetores internos nas cooperativas singulares ligadas à Central Sicredi PR/SP/RJ participaram, nos dias 30 e 31 de outubro, em Curitiba, do treinamento sobre Gestão de Riscos Corporativos. A ideia foi sensibilizá-los sobre a importância de alinhar os processos das cooperativas às boas práticas de mercado e à Resolução nº 4.557, do Banco Central. 

 

Temas - O instrutor Antônio Carlos R. Brasiliano tratou dos seguintes temas: governança e cultura; estratégia e definição de objetivos; performance; análise e revisão; informação, comunicação e divulgação. A formação foi realizada com apoio do Sescoop/PR.

 

{vsig}2018/noticias/11/07/formacao/{/vsig}

BANCO CENTRAL: Fórum de Cidadania Financeira começa nesta quarta

 

banco central 07 11 2018Representantes do cooperativismo brasileiro participam nesta quarta-feira (7/11), em Brasília, da quarta edição do Fórum de Cidadania Financeira, realizado pelo Banco Central, com apoio do Sistema OCB e outros parceiros. O evento que durará dois dias ocorre na sede da instituição.

 

Objetivo - O objetivo do fórum é discutir o desenvolvimento e a oferta de serviços financeiros responsáveis, que sejam não apenas economicamente viáveis, mas também atentem a princípios como transparência, ética e equidade no relacionamento entre cliente e provedor, levando em conta o presente cenário globalizado e de alta digitalização, bem como a realidade brasileira.

 

Cooperativismo - A gerente de Desenvolvimento Social de Cooperativas do Sescoop, Geâne Ferreira, participa do painel Educação Empreendedora, Cooperativista e Financeira como instrumento de desenvolvimento local: um estudo de caso. A intenção é analisar e discutir o contexto e as razões que possibilitaram o alcance dos resultados obtidos com as iniciativas de Educação Empreendedora, Cooperativista e Financeira no município de Chapada Gaúcha/MG, identificando fatores replicáveis de sucesso e pensando nos próximos passos e oportunidades a serem exploradas.

 

Painel - Além da representante do Sistema OCB, também participam do painel: Angela Silva de Paula, analista do Departamento de Regulação, Supervisão e Controle das Operações do Crédito Rural e do Proagro do Banco Central, Marcos Aurélio Maier, presidente da Cooperativa de Crédito da Chapada Gaúcha (Credichapada) e, ainda, Marcos Geraldo Alves da Silva, gerente regional do Sebrae-MG.

 

Ao vivo - A programação pode ser acompanhada, ao vivo, por meio do canal do Banco Central no Youtube. A lista de atividades dos dois dias está disponível aqui. (Informe OCB)

 

COAGRU: Cooperativa fica em 3º lugar na categoria fidelização do Prêmio Somoscoop

No dia 30 de outubro, em Brasília, foram apresentados os vencedores da 11ª edição do Prêmio SomosCoop – Melhores do ano, desenvolvido nacionalmente pelo Sistema OCB com objetivo de reconhecer a criatividade e os bons resultados obtidos pelas cooperativas de todo o País. O diretor presidente Áureo Zampronio e o vice-presidente Cavalini Carvalho, participaram do evento.

Entre as melhores - A Coagru, com sede em Ubiratã (PR), foi eleita a 3ª melhor cooperativa do Brasil na categoria Fidelização, com o projeto APP - Coagru “Fidelização pela Satisfação”. O resultado demonstra que a Coagru a cada ciclo alcança um nível a mais de maturidade em sua gestão e isso é reflexo do trabalho colaborativo e do interesse conjunto de se fazer mais e melhor.

Projetos inscritos - Em 2018, 267 cooperativas de todo Brasil concorreram à premiação. As inscrições contabilizaram 437 projetos nas seis categorias: Comunicação e Difusão do Cooperativismo; Cooperativa Cidadã; Desenvolvimento Sustentável; Fidelização; Inovação e Tecnologia e Intercooperação.

Dinâmica - “O mundo e as pessoas mudam o tempo todo e a Coagru está acompanhando essa dinâmica. Ficamos muito felizes com o resultado. O APP Coagru facilita a comunicação e aproximação com o cooperado, possibilitando o acompanhamento de informações relevantes sobre sua movimentação, com isso, o associado fica mais próximo da sua cooperativa a qualquer hora e em qualquer lugar", destacou Cavalini Carvalho.

Comunicação - O presidente Áureo Zampronio recebeu a notícia com satisfação e comemorou a conquista. "A comunicação é a principal ferramenta de sucesso em qualquer empreendimento. Sem uma boa comunicação as coisas não acontecem e a Coagru demonstrou que consegue fazer isso com eficiência. Esse prêmio é de toda família Cooperada Coagru", observou. (Imprensa Coagru)

{vsig}2018/noticias/11/07/coagru/{/vsig}

INTEGRADA: Chuvas em excesso podem provocar aparecimento de doenças nas lavouras de soja

 

integrada 07 11 2018Em períodos de chuvas intensas, o produtor que cultiva soja deve ficar atento em relação ao aparecimento de doenças devido ao excesso de umidade. O coordenador técnico da Integrada em Londrina, Aleandro de Carvalho, afirma que as chuvas trazem benefícios, mas também podem trazer doenças.

 

Respingos - O agrônomo explica que quando a água da chuva cai sobre o solo, os respingos d´ água que incidem sobre as folhas das plantas podem levar inóculos de doenças para a soja, o que resulta em um aparecimento de doenças mais cedo na cultura. Para prevenir que doenças não se espalhem pela lavoura, o coordenador técnico recomenda a aplicação de fungicidas um pouco mais cedo.

 

Orientação - Vale lembrar que, antes de qualquer atitude sobre o manejo da lavoura, é recomendada a orientação de um engenheiro agrônomo.

 

Ferrugem da soja - O clima quente e úmido já fez com que aparecesse o primeiro foco de ferrugem em uma lavoura paranaense. De acordo com informações da Embrapa Soja, além desse foco em área comercial, o site do Consórcio <www.consorcioantiferruge.net> tem mostrando a presença de soja voluntária com ferrugem em várias regiões produtoras, indicando a presença do fungo. (Imprensa Integrada)

 

AGRÁRIA: Campanha Anjo Azul ocorre neste sábado, dia 10

 

agraria 07 11 2018A Campanha Anjo Azul, uma homenagem solidária que é sinônimo de amor ao próximo, chega à sua sexta edição no próximo 10 de novembro. O evento será realizado em frente ao supermercado Superpão, na Colônia Vitória, das 9h às 18h e contará com apresentação musical da Banda do Projeção (Projeto Jovens em Ação) pela manhã. Os alimentos arrecadados serão doados ao Hospital Semmelweis, de Entre Rios, Distrito de Guarapuava, na região Centro-Sul do Paraná.

 

Sorteio - Cada participante da campanha concorre a uma cesta com produtos da Farmácia Semmelweis, a ser sorteada no mesmo dia. Para essa edição novamente serão aceitos valores em dinheiro, para quem preferir doar dessa forma, utilizados para adequações específicas pelo hospital. 

 

Produtos arrecadados - Ao longo das últimas cinco edições, a ação angariou 8,7 toneladas de alimentos e produtos de limpeza, destinados à Fundação Semmelweis, instituições sociais e famílias carentes de Entre Rios. Já na primeira edição, em 2013, foram angariados 1.500 quilos de alimentos não perecíveis. Mas o recorde atual pertence aos doadores de 2016, quando foram arrecadados 2.219 kg de alimentos e materiais de limpeza destinados ao Hospital Semmelweis e famílias carentes da região. 

 

Homenagem - A Campanha Anjo Azul é uma homenagem à memória de Chanderle Lodi Rissini, que faleceu em julho de 2013 em decorrência de um acidente automobilístico. No último dia 22 de outubro ele estaria completando 26 anos.

 

Exemplo - Idealizadora da campanha e namorada de Chanderle à época, Katrin Müller reforça que Chanderle tinha grande ímpeto solidário e era um grande exemplo para familiares e amigos. “Não importava quem era ou o que estava pedindo, se podia, ele ajudava. Ele nos deixou esse sentimento bom, a solidariedade. E por isso, nós, familiares e amigos, queremos que esta data não seja um dia especial apenas para nós, e sim para toda a comunidade”, destacou Katrin Müller.

 

Presente - “É através deste gesto que desejamos um feliz aniversário a ele que foi tão importante em nossas vidas. E nenhum presente poderia ser melhor que continuar com o que era tão significativo para ele: ajudar ao próximo sem perguntar por que ou para quem”, acrescentou. “É uma maneira de mantê-lo presente em nossas memórias e corações”.

 

Outras formas de doação - Segundo a organizadora, as pessoas que não puderem participar no dia, mas ainda assim quiserem colaborar, “podem deixar sua doação na minha casa ou também nos colocamos à disposição para buscar os donativos”, destacou.

 

Continuidade - A Campanha Anjo Azul deverá continuar se repetindo anualmente, ajudando diretamente centenas de pessoas atendidas pelo Hospital Semmelweis.

 

Números - Veja os números da Campanha Anjo Azul:

Campanha 2013:

Arrecadados: 1.500 kg de alimentos 

Destinação: Hospital Semmelweis e famílias carentes da região

Campanha 2014:

Arrecadados: 2.000 kg de alimentos e materiais de limpeza 

Destinação: Hospital Semmelweis e famílias carentes da região

Valor monetário: adquiridos 20 jogos completos de roupa de cama e reforma de 6 sofás do hospital

Campanha 2015: 

Arrecadados: 1.300 kg de alimentos e materiais de limpeza 

Destinação: Hospital Semmelweis e famílias carentes da região

Valor monetário: doados R$ 1.134,50 – adquiridos 12 cortinas novas para o hospital

Campanha 2016:

Arrecadados: 2.219 kg de alimentos e materiais de limpeza 

Destinação: Hospital Semmelweis e famílias carentes da região

Valor monetário: doados R$ 1.380,00 – adquiridos 2 forrações leito inflável (colchão), 10 protetores para colchão e oito lixos com pedal para os quartos do hospital.

Campanha 2017:

Arrecadados: 1.700 kg de alimentos e materiais de limpeza

Destinação: Hospital Semmelweis, Projeção e famílias carentes da região

Valor monetário: doados R$ 2.270,00 – adquiridos 2 aparelhos de medir pressão, colchonetes para consultórios e confecção de 15 unidades de escada em MDF.

(Imprensa Agrária)

 

SICREDI UNIÃO I: Gibis são entregues em escolas municipais de Maringá

 

sicredi uniao I 07 11 2018A Sicredi União PR/SP firmou parceria com a Secretaria de Educação de Maringá com o objetivo de disseminar a educação financeira. Para isso, fará a entrega de 78 kits, que somam mais de 11 mil exemplares de gibis da “Turma da Mônica”, para as 51 escolas municipais de Maringá (PR). A ação foi formalizada na última quinta-feira (01/11), na Escola Pastor Macedo, que fica no Jardim Sumaré.

 

Distribuição - O superintendente de agências da Sicredi União, Edson Rocha, informou que desde março o projeto já distribuiu 180 mil gibis em escolas municipais da área de abrangência da instituição financeira cooperativa, e que o apoio da prefeitura de Maringá é fundamental para que o material alcance um número ainda maior de crianças. “Assim, esperamos formar cidadãos mais conscientes, que saibam planejar as finanças pessoais”.

 

Presença - O prefeito Ulisses Maia marcou presença no evento e destacou que essa é mais uma parceria importante que a prefeitura firma com a Sicredi União “Os gibis são uma ótima estratégia de educação financeira porque trazem historinhas com personagens que as crianças já conhecem e simpatizam. Estamos preparando nossas crianças para que sejam excelentes profissionais no futuro”.

 

Linguagem acertada - A secretária de Educação do município, Valkiria Trindade de Almeida Santos, parabenizou a iniciativa da Sicredi União e garantiu que a linguagem em quadrinhos é muito acertada para trabalhar o tema. “O gibi desperta o imaginário infantil e estimula o gosto pela leitura. Assim, aprender sobre gestão financeira fica mais fácil e prazeroso”. (Imprensa Sicredi União PR/SP)

 

SICREDI UNIÃO II: Apresentações do PUFV em Ibiporã tem participação especial de Luciano Huck

 

sicredi uniao II 07 11 2018A apresentação dos trabalhos de culminância dos alunos de Ibiporã (Norte do Paraná) participantes do Programa A União Faz a Vida (PUFV)  - desenvolvido pela instituição financeira cooperativa Sicredi - começou na segunda-feira (05/11), com uma surpresa que emocionou alunos e professores. O apresentador Luciano Huck recebeu duas alunas, uma professora e a diretora da escola Municipal Rotary Club para responder questões sobre a importância das cartas na sua vida pessoal e profissional. 

 

Cartas - O vídeo com a entrevista do apresentador foi exibido ao final da apresentação dos alunos da escola, que elegeram o tema “Conhecendo o mundo através das cartas” para trabalhar durante o ano. Para desenvolver o trabalho, os estudantes visitaram os Correios e conheceram todas as etapas do trabalho realizado pelos carteiros. Na apresentação, fizeram uma viagem pela história da descoberta do Brasil, relatada na Carta de Pero Vaz de Caminha. 

 

Tecnologia - Ao final, a apresentação do vídeo, em que o apresentador lembra que quando iniciou seu programa “Caldeirão do Huck” recebia milhares de cartas, uma vez que a tecnologia não havia sido disseminada. Hoje ainda recebe e considera “maravilhoso” o fato de as pessoas sentarem para escrever uma carta. 

 

Surpresa - A diretora da escola, Paula Cristina Oliveira Ferreira Dias, conta que foi uma surpresa a TV Globo fazer o convite para que os alunos fossem até o apresentador. “Quando enviamos uma carta para ele solicitando um depoimento, esperávamos, no máximo,  que ele nos enviasse um vídeo. Foi uma grata surpresa ter recebido o convite para irmos até lá”.

 

Projeto - Mas o trabalho realizado pelos alunos do 5º ano C não ficou apenas nisso. A diretora relata que o projeto se estendeu por toda a escola, com alunos e professores trocando cartas uns com os outros, nas quais o remetente endereça a uma pessoa, mas quem recebe não sabe quem está escrevendo. Ao final do ano letivo, haverá a revelação. “Esse exercício trabalha de forma lúdica a interpretação de texto, mas também desenvolve a amizade, o respeito e a cooperação entre todos na escola”, comenta Paula Dias.

 

Temas diversos - Em Ibiporã, foram realizadas três apresentações, uma vez que todas as escolas da rede municipal participam do projeto. Os alunos trabalharam os mais diversos temas em sala de aula, como alimentação e o mundo mágico da matemática.

 

Cidadãos melhores - A secretária de Educação do Município, Maria Margareth Rodrigues Coloniezi, que participou das apresentações, ressaltou a importância e seriedade do programa “A União faz a Vida”. “A gente precisa acreditar na educação, pois através dela formamos jovens melhores, adultos melhores, profissionais melhores e pais e mães melhores”, comentou. O prefeito João Coloniezi também acompanhou as apresentações e lembrou que o município está educando hoje os adultos que irão cuidar da cidade e de seus cidadãos amanhã. Acompanharam as apresentações o gerente da agência de Ibiporã da Sicredi União e a gerente Regional Norte, Carla Sonoda. (Imprensa Sicredi União PR/SP)

 

MISSÃO INTERNACIONAL: Cooperação entre Brasil e Emirados Árabes pode ampliar comércio

 

missao internacional 07 11 2018Ao encerrar visita aos Emirados Árabes Unidos, onde participou da exposição Agriscape, em Abu Dhabi, o ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) participou de reuniões com autoridades do país árabe. Um dos resultados dos encontros oficiais foi uma proposta de cooperação entre os dois países em cinco áreas prioritárias: carnes, grãos, lácteos, frutas e açúcar. “Há crescente produção desses produtos no Brasil e as empresas brasileiras têm grande interesse em ampliar a participação no mercado dos Emirados Árabes”, afirmou o ministro.

 

Apoio - Maggi disse que poderá apoiar missões dos EAU ao Brasil para identificar parceiros com foco nos interesses mútuos. Os árabes sugeriram a realização de seminários e reuniões para o aumento das relações comerciais entre os dois países. Eles também manifestaram interesse em importar mais genética animal do Brasil para o Sudão.

 

Estímulo - O ministro Blairo Maggi enfatizou que o objetivo da missão é justamente estimular o comércio e o intercâmbio entre interessados em investimentos. Ele destacou a localização estratégica do país árabe na região.

 

Cidade de alimentos - Em encontro com dirigentes do Ministério da Segurança Alimentar, foi sugerida a criação de uma cidade de alimentos brasileiros como “hub” para distribuir alimentos na região. Os árabes manifestaram interesse em facilitar negócios com o Brasil para a segurança alimentar agora e no futuro.

 

Convite - O ministro Blairo Maggi foi convidado a visitar o centro de produção de alimentos no deserto, principalmente de tomates, inaugurado há dois dias. Os árabes falaram sobre a preocupação do governo com o desperdício de alimentos e com o aumento da obesidade da população. De acordo com os dados do governo, o desperdício de alimentos nos Emirados Árabes chega a 45%.

 

Atuação conjunta - Ainda sobre a segurança alimentar, representantes do governo manifestaram interesse em atuar conjuntamente nesta área. Os EAU são considerados uma potência regional, não somente do ponto de vista da segurança alimentar, mas também da infraestrutura de transporte para todo o mundo.

 

Papel estratégico - O país tem papel estratégico em relação à segurança alimentar e a interação com o Brasil. A relação dos EAU com os outros países árabes representa um facilitador para as empresas brasileiras no mercado dos países árabes. Nesse sentido, aproveitando das condições de infraestrutura dos EAU, os dois países vão estudar o potencial de importação de grãos do Brasil e a forma competitiva de incluir e aumentar a participação desses produtos no comércio bilateral.

 

Rede de supermercados - No último dia da visita, o ministro Blairo Maggi foi à sede de uma rede de supermercados que tem filiais em toda a região do Golfo Pérsico, Indonésia e países africanos, que é grande compradora de produtos brasileiros. Além de faixas de boas-vindas ao ministro brasileiro, o mercador preparou gôndolas destacando os produtos importados do Brasil. A rede fatura por ano US 7,4 bilhões e emprega mais de 7 mil pessoas.

 

Reuniões bilaterais - Em Xangai, na sexta-feira (02/11), Maggi teve reuniões bilaterais e, no sábado (03/11), quando encontrou-se com empresários chineses do setor de sementes e biotecnologia. No ano passado, a LP Sementes, uma das maiores do setor na China, adquiriu as operações brasileiras da Dow (milho) e pretende investir no Brasil para torná-la polo de exportação para a América Latina.

 

Feira - Na segunda (05/11), foi à abertura da Feira China International Import Expo, visitou pavilhões brasileiros e estande da Bunge, onde encontrou importador de feijão brasileiro. No mesmo dia, reuniu-se com os ministros chineses da Administração Geral da Aduana (GACC), Ni Yuefeng, e da Agricultura, Han Changfu, junto com demais ministros do Conselho Agropecuário do Sul (CAS).

 

Evento - Nesta terça (06/11), esteve em evento organizado pelo Mapa e pela Apex , o Asia Investor Road Show Agribusiness (Airsa), com a presença de especialistas em biotecnologia, representantes do governo chinês e empresários.

 

Comitiva - O secretário do Mapa, de Relações Internacionais do Agronegócio, Odilson Ribeiro e Silva, e o diretor do Departamento de Promoção Internacional do Agronegócio, Evaldo da Silva Junior, integram a comitiva do ministro. (Mapa)

 

ACORDO COMERCIAL: Temer decide manter as negociações com UE sem esperar por aval de eleito

 

O governo de Michel Temer decidiu não parar as negociações do Mercosul com a União Europeia (UE) - à espera de posição do presidente eleito, Jair Bolsonaro - e aceitou convite dos europeus para uma reunião decisiva em Bruxelas (Bélgica) na semana que vem.

 

Situação delicada - Em Brasília, a situação pareceu particularmente delicada diante da transição de poder. A opinião que chegou a prevalecer em certo momento era de que uma equipe negociadora brasileira só deveria ir a Bruxelas com uma sinalização do presidente eleito de apoio à barganha final para um acordo de livre-comércio.

 

Conclusão - Mas, sem que essa sinalização tenha ocorrido, a conclusão em Brasília acabou sendo de que o governo Temer, afinal, está em ação e precisava responder ao convite europeu. A convocatória saiu nesta terça-feira (06/11) e define o dia 12 como início da reunião em Bruxelas, mas sem data final - numa indicação do interesse em acelerar ao máximo o pacote final.

 

Esperanças - A Argentina tem esperanças de que a conclusão do acordo de livre-comércio entre os dois blocos possa ser anunciada à margem da cúpula do G-20, no fim do mês, em Buenos Aires.

 

Carta - Em carta enviada aos países do Mercosul, a comissária europeia de Comércio, Cecilia Malsmstrom, fez pedidos adicionais de abertura de mercado, ao reagir a um pacote de melhora da oferta feita no fim de outubro por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai.

 

Divergências - Para o deputado Francisco Assis, chefe da delegação do Parlamento Europeu para o Mercosul, as divergências na mesa agora podem ser superadas politicamente. De acordo com o português, a UE quer melhoras na oferta do Mercosul para o acesso por empresas europeias a compras governamentais, além de transporte marítimo, regras de origem, indicações geográficas. Também quer mais espaço para vender lácteos para o Cone Sul.

 

Ajustes - De seu lado, o deputado diz saber que a UE está em condições de fazer "ajustes" na cota de 99 mil toneladas para carne bovina ao Mercosul. Também acha que "está mais perto de acordo" a demanda do bloco de eliminar a tarifa intracota de € 98 por tonelada de açúcar.

 

Expectativa - Dentro do Mercosul, importantes negociadores dizem esperar para ver se a União Europeia vai realmente ajustar sua oferta agrícola. Até agora, os europeus têm sido pródigos em cobrar mais concessões do Mercosul.

 

Indústria - O setor industrial brasileiro defende a conclusão rápida do acordo Mercosul-União Europeia. E não esconde o interesse em abrir frentes de negociação com os Estados Unidos, uma vez Bolsonaro empossado. (Valor Econômico)

EMERGENTES: Banco de Desenvolvimento do Brics deve ampliar atuação no Brasil

 

emergentes 07 11 2018O Novo Banco de Desenvolvimento (NDB), criado no âmbito do Brics, grupo de países formado pelo Brasil, pela Rússia, India, China e África do Sul, foi tema da reunião nesta terça-feira (06/11), em Xangai, na China, entre o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Aloysio Nunes, e o presidente do NDB, Kundapur Vaman Kamath. 

 

Avanços institucionais - Durante o encontro, Nunes e Kamath falaram sobre avanços institucionais do banco e os esforços para ampliar a sua atuação no Brasil. Atualmente, o banco financia no país mais de US$ 600 milhões em projetos nas áreas de infraestrutura, transportes e saneamento básico.

 

Progresso - O ministro elogiou o progresso nos trabalhos do banco desde sua última visita a Xangai, ocorrida em maio. Nesse período, foi assinado acordo para a instalação do escritório regional da instituição para as Américas, em São Paulo. A previsão é de que a inauguração ocorra em maio de 2019, possivelmente por ocasião do Brazil Investiment Forum, na capital paulista. 

 

Estudos - O presidente da instituição falou também sobre os "estudos para a futura adesão de novos membros e reforçou-se a prospecção de projetos a serem financiados no Brasil”.

 

Facilidade - “A representação do NDB no Brasil facilitará o acesso de empresas e instituições públicas ao banco e dinamizará os trabalhos de prospecção e elaboração de projetos”. Kamath falou ainda que, em pouco tempo, deverão ser definidos os critérios para expansão do número de membros no banco, medida, segundo ele, necessária para que o NDB se torne uma instituição financeira de âmbito global.

 

Contração de profissionais - Kamath disse ainda que a instituição vem trabalhando para a contratação de profissionais brasileiros, de maneira que "os Estados-membros tenham uma representação equitativa nos quadros da instituição. Ao término do encontro, o ministro Aloysio Nunes destacou que o NDB é uma das principais realizações já alcançadas no âmbito do Brics. (Agência Brasil)

 

ECONOMIA: Inflação oficial é de 0,45% em outubro

economia 07 11 2018O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do país, ficou em 0,45% em outubro. É a maior taxa para o mês desde outubro de 2015 (0,82%). O índice ficou abaixo do 0,48% de setembro. O IPCA foi divulgado nesta quarta-feira (07/11), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. O indicador acumula inflação de 3,81% no ano e de 4,56% em 12 meses.

Causas - Os principais responsáveis pela inflação de outubro foram os gastos com transportes e alimentação. Os transportes, por exemplo, tiveram alta de preços de 0,92%, puxada principalmente pelos combustíveis (2,44%).

Aumentos - Foram observados aumentos de preços no etanol (4,52%), óleo diesel (2,45%), gasolina (2,18%) e gás veicular (2,45%). Apesar disso, todos eles tiveram uma inflação mais moderada do que em setembro.

Alimentos e bebidas - Já o grupo alimentação e bebidas apresentou alta de preços de 0,59%, motivada por produtos como o tomate (51,27%), batata-inglesa (13,67%), frango inteiro (1,95%) e carnes (0,57%).

Demais grupos - Os demais grupos de despesa tiveram as seguintes taxas em outubro: habitação (0,14%), artigos de residência (0,76%), vestuário (0,33%), saúde e cuidados pessoais (0,27%), despesas pessoais (0,25%), educação (0,04%) e comunicação (0,02%). (Agência Brasil)

 

BIOCOMBUSTÍVEL: Produção e consumo no país aumentam em 2018

combustivel 07 11 2018A produção e o consumo de combustíveis derivados de matérias-primas renováveis apresentou crescimento relevante no país em 2018. De janeiro a agosto, o aumento na produção de biodiesel foi de 26% e a alta no consumo de etanol chegou a 14%, na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Matriz energética - Os dados foram divulgados nesta terça-feira (06/11) pelo Ministério de Minas e Energia e apontam para a possibilidade deste tipo de combustível representar 44% da matriz energética brasileira até o final do ano – um ponto percentual a mais do que em 2017, quando 43% da matriz energética do país eram derivadas de matéria-prima renovável.

Segundo maior produtor - De acordo com o MME, o Brasil é o segundo maior produtor de etanol do mundo. “Até setembro deste ano, cerca de 164 milhões de barris foram produzidos, com destaque para os estados de São Paulo, Goiás e Minas Gerais”, disse a assessoria do MME. O Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Goiás lideram o ranking na produção do biodiesel no país. Esses estados produziram 25 milhões de barris nos primeiros nove meses de 2018.

Estimativa - Segundo o ministério, até 2023 a estimativa é de que a produção do biodiesel brasileira passe de 5,4 para mais de 10 bilhões de litros anuais. O crescimento seria resultante da proposta de aumento gradativo do percentual obrigatório de biodiesel ao óleo diesel vendido ao consumidor final, que pode chegar até 15% (B15) entre 2018 e 2023.

Reunião extraordinária - O tema foi discutido em reunião extraordinária do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) no final de outubro e, de acordo com a proposta, a expansão da adição obrigatória de biodiesel ao óleo diesel comercializado no Brasil será de maneira gradual e progressiva.

Aumento - Assim, haveria o aumento de um ponto percentual na adição de biodiesel ao ano, passando do atual patamar de 10% (mistura B10) para 11% (mistura B11) em junho de 2019. Pelo cronograma, em março de 2023, todo o diesel comercializado ao consumidor final deve conter 15% de biodiesel.

Demanda doméstica - “Esse crescimento representa um aumento de 85% da demanda doméstica, o que deve consolidar o Brasil como um dos maiores produtores de biodiesel no mundo”, disse o MME. (Agência Brasil)

 

FONTES RENOVÁVEIS: Copel lança mapa solar para fomentar geração fotovoltaica

 

fontes renovaveis 07 11 2018A Copel lançou nesta terça (06/11), em Curitiba, o mapa solar que fornece informações sobre a incidência de raios solares no Paraná e provê dados importantes para a geração de energia a partir do sol. Acessível gratuitamente pela internet, no endereço solar.copel.com, a ferramenta permite verificar a radiação em todas as regiões do Estado, em qualquer período do ano.

 

Focos potenciais - "O mapa permite à Copel identificar os focos potenciais de negócios em geração fotovoltaica e ajuda o consumidor a definir as informações preliminares para a viabilidade da instalação de um sistema como estes em sua residência ou comércio", disse o presidente da Copel, Jonel Iurk.

 

Investimento - Este projeto é resultado de um investimento de R$ 550 mil e nove meses de trabalho da Copel junto com o Simepar, em uma iniciativa que incentiva a geração de energia limpa e renovável e que reafirma o compromisso da empresa com a sustentabilidade.

 

Caminho sem volta - “É um caminho sem volta, em uma modalidade de geração que tem crescido exponencialmente no Brasil”, afirmou Jonel. A geração de energia fotovoltaica no país já chegou a 1 gigawatt de potência, segundo pesquisa lançada pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica, a Absolar.

 

Demanda - “Nós vamos ao encontro da demanda e disponibilizamos uma ferramenta que também vai funcionar como fomento aos micro e minigeradores de energia”, afirmou o diretor de Desenvolvimento de Negócios, José Marques Filho. “Bom para a empresa, bom também para o consumidor”, acrescentou o diretor. Segundo ele, a Copel está inserida na geração distribuída e, para isso, precisava traçar o potencial do Estado, pesquisando onde estão os melhores locais para investimentos em usinas solares. “E, do lado de quem quer investir nessa modalidade de geração, o mapa funciona como um guia e a possibilidade de fazer um ótimo negócio”, afirmou.

 

Como funciona - De navegabilidade fácil, a ferramenta permite obter os dados em todos os endereços mapeados no Paraná: basta entrar com a localização específica para receber as informações de radiação solar média, temperatura e umidade, conforme o período escolhido - se anual, mensal ou por estação do ano.

 

Cálculo - A partir daí, é possível calcular a potência necessária estimada para o sistema fotovoltaico a ser instalado, conforme o consumo de energia e a classe de consumo - informações estas constantes na conta de luz.

 

Cadastro - Com a informação em mãos, o próprio site convida o usuário a fazer um cadastro na Copel, o que é importante para a Companhia obter dados sobre o interesse dos clientes nessa modalidade. Se a opção for por instalar o sistema, basta levar as informações a uma empresa especializada.

 

Procedimentos - No site é possível verificar os procedimentos que a Copel adota em casos de micro e minigeração distribuída. Vale observar que, mesmo gerando a própria energia, quem opta por essa modalidade deve estar conectado à rede da distribuidora.

 

Como foi feito - Para elaboração do mapa solar, a Copel e o Simepar (Sistema Meteorológico do Paraná) usaram dados de radiação solar registrados em estações meteorológicas entre os anos de 2006 e 2016. As medições foram feitas em 100 estações em diferentes pontos do Estado.

 

Método - O método é bastante preciso, já que cruza dados obtidos por satélite com informações como cobertura de nuvens e variações climáticas locais. Depois, por meio de ferramentas matemáticas e computacionais, é possível gerar dados mais confiáveis para identificar locais em potencial para implantação de sistemas fotovoltaicos e estabelecer o dimensionamento destes. (Agência de Notícias do Paraná)

 

ANS: Disponibilizados números do setor relativos a setembro

 

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) disponibiliza os dados atualizados do setor de planos de saúde relativos ao mês de setembro. A consulta pode ser feita através da Sala de Situação, ferramenta disponível no portal da Agência.

 

Números - Nos planos de assistência médica, o setor contabilizou naquele mês 47.341.036 beneficiários, mantendo estabilidade em relação ao mesmo período do ano anterior. Já nos planos exclusivamente odontológicos, foram registrados 24.053.977 beneficiários, aumento de 1,7 milhão no comparativo com o mesmo período do ano passado. No recorte por estado, 17 registraram crescimento no número de beneficiários em planos de assistência médica (em números absolutos) no período de um ano. A ANS ressalta que os dados podem sofrer modificações retroativas em função das revisões efetuadas mensalmente pelas operadoras. (ANS)

 

Clique aqui e acesse a Sala de Situação

 

Confira nas tabelas abaixo os números de beneficiários por tipo de contratação do plano e por UF.

 

ans tabela I 07 11 2018

ans tabela II 07 11 2018

ans tabela III 07 11 2018


Versão para impressão


RODAPE